Alta Roda – Atenção aos vulneráveis

Jeep-Cherokee

Uma nova fonte inesperada de problemas para a indústria automobilística surge à medida que aumenta o número de carros conectados à internet por vários aparelhos, do telefone inteligente às centrais de multimídia. Interferências eletromagnéticas há muito são monitoradas em exaustivos testes até se alcançar blindagem contra elas. Quando automóveis Toyota nos EUA se acidentaram em razão de acelerações descontroladas, uma das hipóteses, sem comprovação, foi de frequências exóticas de bases militares. Telefones celulares, em aviões, ainda têm restrições de uso.

Continuar lendo