O Uber é muito bom, mas reze para você não ter um problema fora do comum

Problema com Uber

[POST ATUALIZADO NO FINAL]

O Uber chegou ao Brasil para mostrar que o serviço de táxi no país precisava evoluir, melhorando a qualidade e o preço. Além disso, criou mais uma opção de escolha para o consumidor, o que é sempre bem-vindo, pois evita o monopólio – além de gerar novos postos de trabalho. Porém, se o Uber é muito bom e funciona bem, reze para você não ter um problema fora do comum com ele. Caso contrário, a empresa não poupará esforços para não te responder e para não resolver a questão.

Continuar lendo

Alta Roda – Corrida contra o tempo para a propulsão veicular

Nada como uma “ameaça” de médio ou longo prazo a qualquer negócio para chacoalhar a criatividade humana. No caso de propulsão veicular o esforço técnico aumenta muito e, acima de tudo, os investimentos em pesquisa e desenvolvimento.

Acontece agora com os motores a combustão interna. Precisam diminuir o consumo de combustíveis fósseis de todas as formas para lidar com o avanço inevitável da tração elétrica. Os resultados medem-se pelas emissões de gramas de CO2 por quilômetro rodado. Esse parâmetro aplica-se também aos carros a bateria porque a fonte de energia elétrica para recarregá-la emite CO2 em diferentes níveis.

Continuar lendo

Alta Roda – Jeep Compass no rumo certo no Brasil

Foto do Jeep Compass Trailhawk 2017

Jeep Compass

A Jeep, marca do Grupo FCA, tem uma missão definida para o Compass, seu novo SUV médio-compacto: vender de 2.000 a 2.400 unidades por mês quando a produção estiver estabilizada. Naturalmente conta com alguma recuperação do mercado brasileiro em 2017. A grade de preços ficou competitiva, entre R$ 100.000 e 150.000, dividida em três níveis de acabamento e motores flex (um novo 2-litros ainda sem dados técnicos liberados) e diesel (170 cv, 4×4 e câmbio automático de nove marchas).

Continuar lendo

Renault e Waze agora são parceiros por um trânsito melhor

Painel de um carro da Renault mostrando o Waze

Renault e Waze agora são parceiros

A Renault anunciou uma parceria com os desenvolvedores do Waze com o objetivo de melhorar a navegação e a experiência no trânsito dos clientes e condutores de veículos da marca. Mas, na prática, como esse acordo será diferente do uso normal do aplicativo?

Continuar lendo

Alta Roda – Cliente ficou digital na hora de escolher um novo carro

O Brasil se desindustrializou antes de enriquecer e passar a ser uma sociedade em que os setores de serviço e consumo respondem pela maior parte do PIB, como acontece nos países chamados centrais. Essa dura realidade foi apontada por alguns palestrantes do seminário sobre tendências da indústria automobilística, organizado pela revista Quatro Rodas, em São Paulo.

Continuar lendo

Alta Roda – Conflito de preços dos carros subcompactos

Fiat-Mobi-Way-On-2017

Fiat Mobi Way 2017

Finalmente, o mercado de subcompactos começa a esquentar no Brasil. Espaços mal planejados nas cidades para circular e estacionar, exigências de menor consumo e emissões e muitos carros rodando com no máximo um passageiro além do motorista, justificariam presença menos tímida no total de hatch compactos, de longe o segmento mais importante em vendas.

Continuar lendo

Alta Roda – Ajustar velas

A eterna rivalidade entre otimistas e pessimistas sobre o que ocorrerá este ano com o mercado interno de veículos atingiu seu ápice nas últimas semanas. Stefan Ketter, presidente da FCA (Fiat Chrysler Automobiles) para a América Latina e principal executivo do grupo no Brasil, primeiro a se manifestar a uma pergunta direta deste colunista, não fez previsões diferentes da Anfavea, que ainda acredita em um segundo semestre de reação e um resultado final de menos 7,5% (2016 x 2015) ou algo em torno de 2,38 milhões de veículos leves e pesados.

fiat-chrysler-FCA-logo

Continuar lendo

Teste – Com um “tablet” legal, Nissan March SL 1.6 diverte muito. Pacote Colors é questionável

Nissan-March-SL-2016-flexPassei duas ótimas semanas com o Nissan March SL “Colors Multi” 1.6 e, durante todo esse período, posso garantir uma coisa: o carro diverte muito.

Leve e com “motorzão”, ele tem um ótimo desempenho e uma média de consumo interessante. Seu “tablet” no painel é legal, mas o pacote “Colors”, de maneira geral, é questionável. Com essa dupla, o pequeno japonês carioca não compensa tanto o investimento. Mas, sem eles, a versão SL é tem um custo/benefício bem mais atraente.

Continuar lendo

Hyundai HB20 atinge a sua maturidade na linha 2016, mas preços desanimam

Hyundai-HB20-2016-Premium-novo

Hyundai HB20 2016

Não tenho dúvidas: o Hyundai HB20 atingiu a sua maturidade de mercado na linha 2016 no Brasil. O modelo evoluiu em pontos onde era falho, como no câmbio automático, e ganhou novos equipamentos e mais segurança. Ele nunca foi uma opção tão boa de mercado quanto agora. Uma pena que as novidades mais legais estão limitadas à versão Premium. Além disso, os seus preços altos desanimam muito…

(Vejam a atualização no final – até a marca coreana percebeu o absurdo do preço do veículo).

Continuar lendo