Peugeot lança a série especial limitada 208 InConcert. Vale a compra?

Peugeot-208-Allure-InConcert-2016
Peugeot 208 Allure InConcert 2016

Tentando dar uma aquecida nas vendas nesse primeiro trimestre do ano, depois de um 2015 tenebroso para a empresa, Peugeot lança série especial limitada 208 InConcert. Como o próprio nome já diz, o modelo tem um sistema de som mais eficiente. Vale a compra?

Limitada em 500 unidades, a série especial traz um novo conjunto de quatro alto-falantes de 35 W de potência que, segundo a companhia, “em conjunto com a central multimídia, garante qualidade sonora para uma experiência musical agradável e prazerosa a todos os passageiros”. O 208 InConcert apresenta também jogo de tapetes em carpete, soleiras dianteiras com aspecto de alumínio escovado e monograma nas laterais que identifica a edição especial.

Peugeot-208-Allure-InConcert
Peugeot 208 Allure InConcert pode ter câmbio manual ou automático

Equipamentos

No mais, é o mesmo 208 Allure que conhecemos. Como essa é a versão uma abaixo da topo de linha, Griffe, o veículo traz, como equipamentos de série, central multimídia com tela de LCD sensível ao toque de 7″, conexão Bluetooth para celular com streaming de áudio e navegação com GPS, volante revestido em couro com comandos do rádio e Bluetooth, sensor de estacionamento traseiro, regulador e limitador de velocidade, ar-condicionado automático digital bizone; sistema de alarme ultrassom, direção elétrica com assistência variável e vidros, travas e retrovisores externos com comandos elétricos. Além disso, o 208 Allure InConcert conta com airbags frontais e laterais (quatro ao todo),  freios com sistema ABS e distribuição eletrônica de frenagem (REF); travamento automático das portas e do porta-malas em velocidade, faróis de neblina, rodas de liga-leve de 15″, luzes diurnas de LEDs, teto de vidro panorâmico, entre outros itens.

Motores

As opções de motorização são as mesmas velhas conhecidas: 1.5 8V, que desenvolve limitados 89 cv de potência de 13,5 mkgf de torque com gasolina e 93 cv e 14,2 mkgf com etanol; e 1.6 16V, que gera 115 cv e 15,5 mkgf com o combustível fóssil e 122 cv e 16,4 mkgf com o derivado da cana-de-açúcar. Esse último conta com a tecnologia FlexStart, que dispensa o uso do tanquinho auxiliar de gasolina para a partida a frio.

Peugeot-208-Allure-InConcert-automatico
Painel do 208 Allure InConcert 1.6 automático de apenas quatro marchas

O 208 InConcert tem preço sugerido de R$ 55.490 na versão Allure 1.5 manual e R$ 59.590 na Allure 1.6 16V com a ultrapassada transmissão automática de quatro marchas.

Mas vale a compra?

Antes de responder, vale dizer ainda que, de acordo com a Peugeot, quem adquirir o 208 InConcert receberá também como kit de boas-vindas uma assinatura do Deezer Premium por seis meses – trata-se de um serviço de streaming de músicas que pode ser acessado pelo aplicativo móvel, tudo para turbinar ainda mais suas músicas a bordo do modelo.

Peugeot-208-Allure-InConcert-painel
208 InConcert 1.5 tem transmissão manual de cinco marchas

Na prática, o InConcert custa ao consumidor R$ 1.000, tanto para o motor 1.5, quanto para o 1.6. Como o preço do 208 Allure não ajuda nem um pouco por ser alto demais para um carro dessa categoria, a resposta à pergunta é não, não vale a compra. Digo isso com apenas um objetivo: tornar o hatch da marca do leão menos caro. Além disso, o sistema de som do veículo já é suficiente para a necessidade dos ocupantes.

Agora, se você gosta do 208 e acha que os diferenciais da série limitada InConcert vão fazer acrescentar alguma coisa, compre o carro sem medo, pois ele é muito legal. Mas lembre-se que, mesmo com todo o investimento feito nos últimos anos, você provavelmente encontrará problemas de pós-venda na rede Peugeot, infelizmente.

Comentários

  • Renato,considero o 208 um belo carro além de ser recheado de tecnologia e com ótima dirigibilidade,porém o seu preço descolou da maioria e o carro tornou se muito caro para a sua categoria.Seria um candidato a minha garagem,se o pós venda não fosse tão ruim.

  • Robson Tadeu Avellar Fº disse:

    Muito sugestivo esse nome InConcert.

    — Oi, Robson. Tudo bem?
    — Oi, Lucinha. Tudo e vc?
    — Também, mas por que está aqui esperando ônibus? cadê seu carro?
    — Está InConcert.
    — De novo???
    — Pois é…

    • Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *