Com preços que impressionam, Honda Civic 2021 atinge a maturidade: é o melhor Civic da história no Brasil

Honda Civic Touring 2021
Honda Civic Touring 2021

O Honda Civic 2021 atingiu o máximo da sua maturidade, ou seja, é o melhor Civic já fabricado e vendido no Brasil – mesmo tendo espaço para evoluir, como no conjunto mecânico. Mas tudo isso tem um preço, que impressiona por ser bem caro.

Se o visual mudou pouco (e para um pouco pior) na linha 2020, na 2021 o destaque fica na lista de equipamentos. Alguns deles, como os faróis de full LED, eram esperados porque o recém lançado WR-V 2021 já conta com eles de fábrica.

Honda Civic Sport 2021 CVT
Honda Civic Sport 2021 só chega em janeiro e manterá as rodas da linha 2019

Equipamentos do Honda Civic 2021

Toda linha Civic 2021 conta com sistema de monitoramento de pressão dos pneus (TPMS), seis airbags (dois frontais, laterais dois e dois do tipo cortina), controles de tração e estabilidade (VSA – Vehicle Stability Assist), sistema de partida em aclive (HSA), sistema de vetorização de torque baseado em frenagem Agile Handling Assist (AHA), luz de frenagem de emergência (pisca de forma intermitente em frenagens emergenciais), além de freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), luzes de rodagem diurna (DRL) e lanternas traseiras em LED.

O sedã tem ainda, em todas as versões, ar-condicionado digital, freio de estacionamento eletrônico com função Brake-Hold, controle de cruzeiro, botão ECON de modo de condução econômico, vidros elétricos com função “um toque” para subida/descida em todas as portas, sistema de áudio com comandos no volante, câmera de ré, rodas de liga leve de 17″ e transmissão CVT.

Honda Civic LX 2021
Honda Civic LX 2021

Novidades em todas as versões 2021

Para a linha 2021, todas as versões passam a ser equipadas com faróis com regulagem elétrica de altura e sensor crepuscular (faróis com acendimento automático).

Nova central multimídia do Honda Civic LX 2021
Nova central multimídia do Honda Civic LX 2021

Honda Civic LX 2021

A versão LX ganha o sistema multimídia de 7″, com conectividade com Apple CarPlay e Android Auto, além de iluminação no porta-luvas e nos espelhos dos para-sóis.

Honda Civic Sport 2021
Honda Civic Sport 2021

Honda Civic Sport 2021

A versão Sport passa a contar com o sistema Smart Key, que elimina a necessidade da chave para a abertura e partida do veículo, que agora é feita por meio do botão Push Start.

Civic Sport tem ainda bancos revestidos em tecido (como na LX), faróis de neblina, grade dianteira e retrovisores na cor Crystal Black e de rodas com o mesmo design da linha 2019.

Honda Civic EX 2021
Honda Civic EX 2021

Honda Civic EX 2021

Além do sistema Smart Key e de todos os itens acima, o Civic EX 2021 recebe ainda saídas de ar-condicionado traseiras e sensor de estacionamento traseiro.

Essa versão tem ainda sistema de áudio com oito alto-falantes, retrovisor interno fotocrômico (algo que eu não gosto no dia a dia – prefiro a pequena alavanca), bancos revestidos em “couro” (preto ou cinza, dependendo da cor externa) e espelhos retrovisores na cor do veículo com indicadores em LED e rebatimento elétrico.

Honda Civic EXL 2021
Honda Civic EXL 2021: faróis agora são de full LED

Honda Civic EXL 2021

O modelo EXL, por sua vez, traz como principais novidades a adoção dos faróis full LED, bem como o farol de neblina em LED – os mesmos adotados no Touring -, além de uma nova central multimídia de 7″ com botão físico giratório para controle do volume, o que torna mais cômoda a operação do sistema de áudio (deveria ser de série em toda linha).

O modelo tem ainda conexão HDMI, sensor de estacionamento dianteiro e ar-condicionado de duas zonas.

Honda Civic Touring 2021 turbo
Honda Civic Touring 2021 turbo

Honda Civic Touring 2021

A versão Touring ganha apenas essa novidade na central multimídia e mantém os seus equipamentos exclusivos: teto solar elétrico; sistema de áudio com 10 alto-falantes e 452 watts incluindo alto falante central e subwoofer (que rouba um pouco de espaço do porta-malas); sistema de recarga de celulares sem fio no console central, por indução; juste elétrico do assento do motorista (incluindo lombar) e sistema LaneWatch de monitoramento de ponto cego por meio de câmera.

Visual 2021

Em termos visuais, o Civic 2021 segue idêntico ao 2020. Veja no vídeo:

Porta-malas e porta-objetos

O porta-malas é o maior entre todas as gerações do modelo e tem capacidade de:

  • 525 litros: LX e Sport
  • 519 litros: EX e EXL
  • 517 litros: Touring

O console central possui 7,2 litros de capacidade, permitindo o alojamento de tablets ou de garrafas de água grandes, com a tampa fechada.

Civic 2.0 X Corolla 2.0

Uma das principais desvantagens do Civic perante ao Corolla é o motor 2.0, que foi atualizado no Toyota e ficou mais eficiente e econômico.

Por isso, era esperado que a Honda fizesse melhorias no seu propulsor (mais potência e, em especial, torque), mas elas não aconteceram e, pelo andar da carruagem, podem não acontecer na atual geração – por isso falei que o modelo tem espaço para evoluir.

Motor 1.5 turbo do Honda Civic Touring 2020
Nada de flex: motor 1.5 turbo do Honda Civic Touring 2021 continua apenas a gasolina

Motores 2.0 e 1.5 turbo

Mas, ser inferior à motorização do Corolla não significa que o motor 2.0 16V i-VTEC FlexOne do Civic seja ruim. Gosto do seu conjunto e consegui até médias de consumo legais, especialmente na estrada.

Ele desenvolve 150 cv de potência a 6.300 rpm e 19,3 mkgf de torque a 4.700 rpm com gasolina e 155 cv a 6.300 rpm e 19.5 kgfm a 4.800 rpm no etanol.

O Civic 2.0 conta com a transmissão continuamente variável (CVT), que traz a opção de sete marchas simuladas que podem ser trocadas por borboletas atrás do volante nas versões Sport, EX e EXL.

O motor 1.5 16V turbo, de quatro cilindros, com injeção direta de (apenas) gasolina, equipa exclusivamente a versão Touring, e gera 173 cv a 5.500 rpm, com o torque linear de 22.4 kgfm entre 1.700 rpm a 5.500 rpm. Este propulsor é acoplado ao câmbio automático CVT.

Interior do Honda Civic EXL 2021
Interior do Honda Civic 2021 (versão EXL na foto) continua com ótimo espaço

Cores

O Civic 2021 possui diversas opções de cores, de acordo com a versão. Para todas, são disponibilizadas as cores Branco Tafetá (sólida), Prata Platinum (metálica), Preto Cristal (perolizada) e Branco Estelar (perolizada especial). As versões LX, EX, EXL e Touring também estão disponíveis nas cores Cinza Barium e Azul Cósmico (metálicas).

As cores e o “couro”

Nos modelos equipados com bancos revestidos em “couro” (EX, EXL e Touring), a cor do revestimento varia conforme a cor externa: interior cinza para as tonalidades Cinza Barium, Azul Cósmico e Branco Estelar e interior preto para as tonalidades Branco Tafetá, Prata Platinum e Preto Cristal.

Garantia e disponibilidade

A linha 2021 do Civic tem três anos de garantia, sem limite de quilometragem e, com exceção da versão Sport (que só chega em janeiro do ano que vem), todas já estão disponíveis nas concessionárias da marca.

Preços estão sem controle

Uma pena que a Honda tenha perdido completamente a mão nos preços, que estão sem controle. Mas esse é um problema da indústria automotiva brasileira como um todo e não é exclusivo da marca japonesa. Até já falei de maneira mais detalhada sobre isso antes em texto e, também, no vídeo acima.

No caso do Civic, seu aumento de preço impressiona muito! Vamos usar as versões EX, EXL e Touring como exemplo, comparando os valores das linhas 2019, 2020 e 2021.

Painel do Honda Civic Touring 2021
Painel do Honda Civic Touring 2021

Evolução dos preços – 2019 a 2021

Considerando apenas os valores de lançamento, para termos o mesmo parâmetro, os preços das três versões do Civic subiram:

  • EX: 15,23% – de R$ 102.400 (2019), passando por R$ 107.600 (2020) e chegando a R$ 118.000 (2021);
  • EXL: 13,86% – de R$ 108.900 (2019), passando por R$ 112.600 (2020) e chegando a R$ 124.000 (2021);
  • Touring: 14,81% – de R$ 127.600 (2019), passando por R$ 134.900 (2020) e chegando a R$ 146.500 (2021);

No intervalo entre novembro de 2018, quando a linha 2019 do Civic foi lançada, e setembro de 2020, último mês cheio antes da chegada da linha 2021, segundo o IBGE, a inflação no Brasil foi de 5,64% – número que, na prática, considerando o que vemos nos supermercados e nos postos de combustível, por exemplo, parece bem irreal (subiu muito mais).

Botão Push Start do Honda Civic EXL 2021
Botão Push Start do Honda Civic EXL 2021. Item é de série também das versões Sport e EX

A partir disso, levando em consideração o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que é a base do cálculo do IBGE, os preços reajustados do Civic 2021 seriam:

  • EX: R$ 108.179,61
  • EXL: R$ 115.046,48
  • Touring: R$ 134.801,94

Sei que existem muitas outras variáveis, como expliquei aqui, incluindo o coronavírus. De toda forma, esse dado acima não deixa de ser uma referência interessante.

Curiosidade: em novembro de 2018, um dólar custava R$ 3,85. No último dia útil (9/10) antes do feriado de ontem, o dólar comercial fechou em R$ 5,52 – quase 45% de aumento (isso impacta diretamente nos carros, pois todos têm muitos componentes importados).

Preços de toda a linha Honda Civic 2021

Modelo

Lançamento linha 2019*

Linha 2019**

Lançamento linha 2020***

Linha 2020 ****

Linha 2021

Honda Civic LX 2.0 CVT

R$ 97.900

R$ 103.200

R$ 107.200

Honda Civic Sport 2.0

R$ 91.400

R$ 92.300

Honda Civic Sport 2.0 CVT

R$ 98.900

R$ 99.900

R$ 104.100

R$ 109.800

?

Honda Civic EX 2.0 CVT

R$ 102.400

R$ 103.400

R$ 107.600

R$ 113.400

R$ 118.000

Honda Civic EXL 2.0 CVT

R$ 108.900

R$ 110.000

R$ 112.600

R$ 118.700

R$ 124.000

Honda Civic Touring 1.5 CVT

R$ 127.600

R$ 128.900

R$ 134.900

R$ 142.200

R$ 146.500

*: Preços em 1º de novembro de 2018.
**: Preços em 1º de agosto de 2019.
***: Preços em 19 de agosto de 2019.
****: Preços em 1º de setembro de 2020.
Versão Sport 2021 não teve seu preço revelado, mas espere algo na casa de desanimadores R$ 113.500. Ela chega às concessionárias em janeiro de 2021.

Honda Civic EXL 2021 CVT
Honda Civic EXL 2021 CVT

Resumo da obra

O Honda Civic 2021 é o Civic mais espaçoso, confortável, seguro, equipado e eficiente já fabricado e vendido pela marca no Brasil. Sua maturidade, como produto, é incrível, sendo uma das duas melhores opções da categoria no mercado nacional, disparado, ao lado do Toyota Corolla.

Claro que existe espaço para evolução, especialmente no conjunto mecânico (motor 2.0 mais eficiente, propulsor 1.5 turbo ser flex e ter uma opção híbrida bicombustível) e em tecnologia e segurança (cruise control adaptativo, frenagem automática de emergência, airbag para o joelho do motorista etc.) – elas virão quando a nova geração chegar.

Até lá, iremos conviver com um baita sedã, que, infelizmente, escorre pelas mãos dos interessados por causa do seu preço assustadoramente alto que, como a maioria dos carros vendido por aqui no momento, se desloca da realidade de mais de 80% da população brasileira.

ACOMPANHE O DE 0 A 100 TAMBÉM PELO:

Comentários

    • Giovani disse:

      Mas o preço alto do Civic não é exclusividade da Honda. Olha o Cruze! Olha o Corolla! Valores no Brasil estão insustentáveis para o consumidor, infelizmente…

      • Renato Parizzi disse:

        Isso é verdade. Todo mundo tem sofrido com uma série de questões. O dólar altíssimo como está, por exemplo, é péssimo para os fornecedores, péssimo para os fabricantes e péssimo, principalmente, para os consumidores. Se ele estivesse mais controlado e baixo, os aumentos não teriam sido tão expressivos. Um abraço!

    • Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *