Nissan 20 anos de Brasil: do Pathfinder ao Leaf, conheça um pouco da história da marca por aqui

Nissan Kicks 2020
Nissan Kicks

Nissan 20 anos de Brasil: como passa rápido! Evoluindo de uma operação de importação de carros para se consolidar como uma fabricante nacional de automóveis e motores, a marca tem uma história interessante por aqui. Confira alguns pontos!

“Os últimos 20 anos foram muito importantes para a consolidação da Nissan no mercado brasileiro. Apesar de sermos ainda jovens no país, temos uma fábrica muito eficiente, escritórios em diferentes cidades do país, uma rede de concessionárias forte e bem distribuída, e uma equipe, de cerca de 2.000 funcionários, muito profissional e dedicada. Alinhados com o Nissan NEXT, plano global de transformação da marca até 2023, seguimos planejando cada passo do nosso crescimento local, comprometidos com o país, a sustentabilidade do negócio, com foco no cliente e na qualidade japonesa”, afirma Marco Silva, presidente da Nissan do Brasil.

Nissan Versa V-Drive Premium automatico CVT
Nissan Versa V-Drive: modelo mais popular da marca no Brasil em 20 anos

Nissan do Brasil

Os resultados alcançados pela da subsidiária da Nissan no Brasil, a primeira da marca na América do Sul, fazem com que a celebração fique ainda mais forte. Durante as duas décadas, foram quase 885 mil carros comercializados no país.

Além disso, produziu-se mais de 646 mil automóveis da Nissan em solo nacional, nas fábricas de Resende (RJ) e São José dos Pinhais (PR). O modelo mais vendido pela marca no período foi o Versa, seguido do Kicks (mais de 140 unidades) e do aposentado March (que tenho na garagem).

Além disso, a evolução de participação de mercado ao longo dos anos foi de 0,02% em 2.000 para 3.3% no acumulado do ano de 2020 (janeiro a setembro).

Um pouco da história

Após ter sido representada por empresas importadoras locais em diferentes épocas no Brasil – os primeiros registros datam do início dos anos 1950, quando até mesmo alguns veículos chegaram a ser montados em São Paulo – a Nissan se instalou oficialmente com uma filial no país no ano 2000. Inicialmente, ela comercializou veículos importados de outros países. O primeiro deles foi um dos SUVs mais característicos da marca, o Pathfinder.

Foto do Nissan Livina na versão X-Gear 2014
Nissan Livina na versão X-Gear 2014

Aliança

Pouco tempo depois, no dia 20 de dezembro de 2001, era inaugurada a fábrica de veículos comerciais para produzir modelos da Renault e da Nissan em São José dos Pinhais, dentro do Complexo Industrial da Renault. Esta foi a primeira planta comum da Aliança no mundo e passou a montar em 2002 a picape Frontier, que foi seguida, a partir de 2009, de outros modelos da marca como o Livina (incluindo X-Gear) e Grand Livina.

Rio de Janeiro no mapa

Com uma linha composta por veículos importados e por modelos nacionais produzidos na unidade de veículos comerciais, a Nissan foi crescendo e em 2011, deu um passo importante em sua estratégia de crescimento e consolidação no país, anunciando um investimento de R$ 2,6 bilhões para construir o Complexo Industrial de Resende (RJ), 100% dedicado a produção de automóveis Nissan.

Nissan-New-March-SL-2015-Brasil
March: primeiro carro produzido pela Nissan no Rio de Janeiro

March e Versa

O complexo carioca  foi inaugurado em 15 de abril de 2014, com fábricas de automóveis e de motores. A unidade de veículos apresenta um ciclo completo de produção, incluindo área de estamparia e unidades de injeção e pintura de peças plásticas.

A produção começou com o March, o Versa e os motores flexfuel 1.0 12V, de três cilindros, e 1.6 16V, de quatro cilindros. Em menos de 1 ano, mais de 20 mil carros já tinham sido produzidos.

Kicks lançado nas Olimpíadas

A Nissan foi patrocinadora dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 e o Kicks, nessa época importado do México, foi o carro comando do revezamento da tocha, passando por mais de 300 cidades de diferentes regiões do país, em um percurso que durou 90 dias. O revezamento marcou o lançamento mundial do Kicks.

Nissan-Kicks-2017-Olimpiadas-Rio-de-Janeiro
Kicks (ainda mexicano): carro oficial das Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016

Kicks nacional

Em 2017, o modelo passou a ser produzido em Resende e, desde o seu lançamento, a planta já produziu mais de 170 mil unidades do modelo que hoje é o mais vendido da marca no país e na América Latina.

Nissan no Brasil

Assim, a empresa, que tinha 200 funcionários em 2010 no país, hoje conta com mais de 2.000 empregados diretos. Eles ficam divididos entre:

  • Sede da Nissan do Brasil, na cidade do Rio de Janeiro (RJ)
  • Complexo Industrial e Centro de Armazenamento e Distribuição de Peças, ambos em Resende (RJ)
  • Escritório com foco na área comercial, na cidade de São Paulo (SP)
  • Centro de Treinamento, em Jundiaí (SP)
  • Áreas de Engenharia e Compras, em São José dos Pinhais (PR)
Nissan Kicks S CVT 2020
Nissan Kicks S CVT 2020

Design

Além destas equipes, a Nissan do Brasil abriga ainda o Estúdio Satélite de Design, um dos sete hubs de design da marca no mundo, dedicado aos projetos para a América Latina, como o Kicks, por exemplo.

Também criou o Instituto Nissan, braço de responsabilidade social e sustentabilidade da empresa no país, e, mantém, desde 2012, o apoio a um grupo de atletas de modalidades olímpicas e paralímpicas – o Time Nissan.

Mobilidade Inteligente

Em 2019, a Nissan deu um passo importante rumo à eletrificação no país. A fabricante japonesa começou a vender em solo nacional da segunda geração do 100% elétrico LEAF, ícone da Nissan Intelligent Mobility: visão global da marca que busca transformar a maneira como os veículos são conduzidos, impulsionados e integrados à sociedade.

Nissan Leaf 2019 Brasil
Nissan Leaf é vendido no Brasil

Parcerias pelo ciclo da mobilidade

A empresa também está avançando com o compromisso de desenvolver o ciclo completo da mobilidade elétrica no Brasil. Assim como em outros países no mundo, a companhia vem firmando uma série de acordos com importantes instituições.

Com a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), por exemplo, estuda soluções futuras para as baterias usadas de veículos elétricos. Já com o Parque Tecnológico de Itaipu e o Instituto de Tecnologia Aplicada e Inovação, a missão é desenvolver estações de carregadores veiculares e sua integração ao sistema de energia nacional.

Com o Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN), a finalidade é o estudo do uso do bioetanol como opção para a eletromobilidade.

Nissan Versa V-Drive 1.0
Nissan V-Drive 1.0 é exclusivo para venda online

Transformação digital

A Nissan vive hoje no Brasil um momento de transformação digital e, recentemente, lançou no país a loja Virtual Nissan (www.loja.nissan.com.br), tendo o V-Drive 1.0 como o primeiro modelo vendido 100% online.

As bases deste projeto foram lançadas no fim de 2018, quando a empresa começou no Brasil a pré-venda do LEAF e foi a pioneira em usar o sistema de inteligência artificial de chatbot para atender clientes em sua página oficial.

Depois disso, avançou para diversificar sua presença “on” e “off-line” com ações como a criação do Nissan Customer Innovation Hub, consultoria digital da marca treinada para atender o cliente de maneira ágil e precisa; o lançamento de uma página oficial no Mercado Livre e a adoção de WhatsApp via Bot com inteligência artificial para agendamento de test drive de carros pelos clientes.

Novo Versa e planos até 2022

A Nissan se prepara para trazer ao mercado nacional, já nos próximos dias, o novo Versa. Depois dele, teremos o Kicks reestilizado em 2021, seguido pelo novo Sentra (bom sedã médio que anda meio esquecido) para, em 2022, termos o “substituto” do March, o Magnite.

Informações Nissan do Brasil

  • Data de inauguração: 23 de outubro de 2.000
  • Número de funcionários: cerca de 2.000
  • Veículos comercializados atualmente: Kicks, Frontier, Sentra, Nissan Versa, V-Drive e LEAF.
  • Veículos fabricados atualmente em Resende (RJ) e exportados para a América Latina: Kicks e V-Drive
  • Quantidade de veículos comercializados nestes 20 anos: 884.000 unidades*
  • Quantidade de veículos produzidos até hoje no Brasil: 646.420 unidades**

* Vendas de veículos produzidos no Brasil + importados (até 30 de setembro de 2020)
** Modelos produzidos em Resende (RJ) – de 2014 até 30 de setembro de 2020 – e em São José dos Pinhais (PR) – de 2002 a 2016.

Novo Nissan Kicks 2022
Novo Nissan Kicks 2022

Resumo da obra

Muito legal acompanhar, de perto, essas duas décadas na Nissan no Brasil. Nesse tempo todo, sua evolução demonstra um carinho e preparação para o nosso mercado muito mais interessante do que o de outras marcas, como a Ford.

Um ciclo está no fim

A Nissan começou um novo ciclo no Brasil depois de viver numa época em que o March e o Versa (hoje V-Drive) competiam de igual para igual com os principais concorrentes; o Sentra tinha mais protagonismo e o Kicks estava em franco crescimento.

Um novo ciclo se inicia

Agora a fase é outra e, realmente, precisa de um novo ciclo. Versa virou V-Drive e seguira como um bom e coadjuvante carro. Novo Versa está para chegar e entregará mais do que o V-Drive já conseguiu em termos de tecnologia e segurança.

Carro chefe da marca, Kicks passara por sua primeira reestilização entre abril e junho do ano que vem para ganhar fôlego para brigar com adversários mais novos, como o Chevrolet Tracker e os Volkswagen Nivus e T-Cross.

Novo Nissan Sentra 2022 Brasil
Novo Nissan Sentra chega em 2021 ao Brasil

Sentra, que ficou de lado por muito tempo, finalmente será renovado em 2021, seguido pelo novo SUV compacto da marca, o Magnite (pode ter outro nome), previsto para 2022. Aí o novo ciclo atual ficará completo.

ACOMPANHE O DE 0 A 100 TAMBÉM PELO:

20 anos da Nissan no Brasil
20 anos da Nissan no Brasil em números

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *