Caríssimo, preço da gasolina sobe 17% desde maio

Volkswagen-Gol-Total-flex-etanol-gasolina-Brasil-bicombustivel
Combustível está caríssimo no Brasil

Prepare o seu bolso! Desde maio, o preço da gasolina subiu 17% deve fechar 2020 a patamares próximos ao período pré-pandemia! Ou seja, caríssimo! Diesel também subiu.

Mesmo com a pandemia, que tornou a situação muito mais delicada, infelizmente, o governo federal ainda não foi capaz de ter uma política econômica que gere empregos, segure a inflação e que mantenha a indústria competitiva – ou seja, que impulsione o país.

Se no supermercado nós podemos vivenciar a crueldade que é a inflação, no posto de combustível, infelizmente, também sentimos o peso no bolso.

Gasolina

De acordo com o Índice de Preços Ticket Log (IPTL), a gasolina apresentou aumento de 17% do mês de maio até o fechamento da primeira quinzena de dezembro, atingindo patamares cada vez mais próximos ao período pré-pandemia.

O combustível, que foi registrado na média de R$ 4,684 o litro nos primeiros quinze dias do mês, já está maior do que o valor encontrado nas bombas no mês de março – quando apresentou a média de R$ 4,628.

Ainda segundo o levantamento, o preço da gasolina está 1,4% mais caro do que o registrado no fechamento do mês de novembro, mas segue compensando mais na relação 70/30 do que o etanol em 23 estados brasileiros.

“O litro do etanol só vale mais a pena do que a gasolina nos estados de Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais e São Paulo. Em todos os outros estados brasileiros, a gasolina compensou mais no bolso do consumidor”, diz Douglas Pina, Head de Mercado Urbano da Edenred Brasil.

Centro-oeste mais caro

No comparativo das regiões brasileiras, a gasolina mais cara foi encontrada na região Centro-Oeste, comercializada a R$ 4,764 o litro. A região Sul figurou com o valor mais barato, a gasolina foi vendida na média de R$ 4,470 nas bombas.

“Dentro do território brasileiro, a gasolina chegou a variar quase 7% nos primeiros quinze dias de dezembro e a tendência é de aumento nessa diferença até o final deste ano”, afirma Pina.

Diesel

Se o preço da gasolina desanimou, saiba que, segundo o IPTL, o valor do diesel está 18% mais caro desde o mês de maio e também deve fechar 2020 a patamares próximos ao período pré-pandemia.

O combustível fechou a primeira quinzena de dezembro a R$ 3,825, com o valor médio do litro maior do que o registrado no mês de março, quando foi encontrado na média de R$ 3,746.

Comum X S-10

Ainda segundo o levantamento, o diesel comum está 2,1% mais caro do que o registrado no fechamento do mês de novembro. O diesel S-10 apresentou aumento ainda maior, está quase 2,3% mais caro do que em novembro e chegou a variar quase 24%, só este ano. A média do litro do combustível nos primeiros quinze dias de novembro ficou em R$ 3,878.

Norte X Sul

No comparativo das regiões, o Norte do País segue liderando com os valores mais caros para o diesel comum e o diesel S-10, figurando com as médias de R$ 4,028 e R$ 4,097, respectivamente.

Acre lidera com média de R$ 4,657 (comum) e R$ 4,663 (S-10), mesmo apresentando recuo frente a novembro.

A Região Sul apresentou os valores mais baixos na média dos postos em todo o País, com o diesel sendo encontrado a R$ 3,502 e o diesel S-10 a R$ 3,556, mesmo a região tendo apresentando os maiores aumentos para ambos os combustíveis, avanço de 2,8% no comparativo com novembro.

Os menores valores foram registrados no Paraná, R$ 3,442 o litro do diesel e R$ 3,490 o litro do diesel S-10.

“O estado que apresentou maior aumento para ambos os combustíveis no período foi Roraima. O diesel chegou a ficar 4,4% mais caro na média local. Já o diesel S-10 alcançou patamares de crescimento de 5%, com relação ao mês de novembro”, conclui Douglas Pina.

IPTL

O IPTL é um índice de preços de combustíveis levantado com base nos abastecimentos realizados nos 18 mil postos credenciados da Ticket Log, que tem grande confiabilidade, por causa da quantidade de veículos administrados pela marca: 1 milhão ao todo, com uma média de oito transações por segundo.

ACOMPANHE O DE 0 A 100 TAMBÉM PELO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *