Novo Renault Captur é o carro mais legal da marca dos últimos tempos

Foto do Renault Captur Iconic 2022
Novo Renault Captur Iconic 2022

O Zoe é bacana! O Duster atual é o melhor Duster já comercializado até hoje. Sandero e Logan evoluíram, enquanto o Kwid aguarda sua primeira reetilização. Mas nenhum carro realmente acelerou o coração dos amantes da fabricante mais francesa da França! Até agora! Isso porque o novo Renault Captur, sem dúvida, é o carro mais legal lançado pela marca nos últimos tempos no Brasil!

Produzido no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais (PR), o Captur chega em três versões de acabamento, todas com o propulsor 1.3 turbo flex.

Preços:

  • Renault Captur Zen 2022: R$ 124.490
  • Renault Captur Intense 2022: R$ 129.490
  • Renault Captur Iconic 2022: R$ 138.490

Desconsiderando os preços, que estão altíssimos para todos os carros vendidos no Brasil, sem exceção, considero quatro motivos principais (e um extra) que me fizeram ter essa percepção de que o novo Renault Captur é o carro mais legal da marca.

Foto do motor 1.3 turbo flex TCe do Renault Captur
Motor 1.3 turbo flex TCe é a estrela do Captur

1. Motor

O primeiro motivo, como não poderia ser diferente, é o novo motor turbo TCe (Turbo Control Effiency) 1.3 16V flex, de quatro cilindros, injeção direta de combustível e duplo comando de válvulas variável (admissão e escape).

Ele que gera 162 cv de potência com gasolina e 170 cv com etanol, entre 5.500 rpm e 6.000 rpm. O torque máximo é de 27,5 kgfm com qualquer combustível, alcançado entre 1.600 giros e 3.750 giros – o maior do segmento, segundo a Renault.

É uma evolução e tanto em relação ao valente 1.6 16V SCe e ao antigo 2.0 16V.

Renault Captur Iconic 2022, com motor TCe
Todas as versões do Renault Captur 2022 têm o motor 1.3 turbo TCe

Câmbio

O Captur 2022 também chega com a nova transmissão automática da família Xtronic, que simula oito marchas virtuais e que permite trocas manuais pela alavanca de câmbio.

O conjunto motor e câmbio permite que o modelo seja acelerado De 0 a 100 km/h em 9,2 s (e) e 9,5 s (g), atingindo velocidade máxima de 190 km/h, não importando o combustível (dados de fábrica) – Captur pesa 1.366 kg.

Consumo

Como de costume para os carros da Renault e da Nissan (Mitsubishi, infelizmente, nunca consegui testar), a média de consumo com gasolina é consideravelmente melhor do que a média com etanol.

De acordo com a a marca francesa, o números do novo Captur são:

  • Estrada: 12 km/l com gasolina e 8,3 km/l com etanol
  • Cidade: 11,1 km/l com gasolina e 7,5 km/l com etanol

O renovado SUV franco brasileiro conta com o sistema Start&Stop, que desliga o automóvel automaticamente em semáforo ou outras paradas prolongadas. Este sistema, que fez a sua estreia em carros fabricados no Brasil no Fiat Uno, permite uma economia de até 5% de combustível no trânsito urbano.

Dianteira do novo Captur
Dianteira do novo Captur

2. Design

O segundo motivo é o visual. O Captur sempre teve no design um de seus principais diferenciais, tanto aqui, quanto na Europa. Obviamente, a linha 2022 não causa o mesmo impacto do lançamento, mas sua atualização manteve o modelo moderno e muito bonito.

Dianteira

As principais alterações estão na dianteira, que ficou mais “leve” e moderna. A grade superior está mais larga e ganhou detalhe cromado, enquanto o renovado para-choque traz a nova luz de circulação diurna (DRL) em LED (formato de C), que emoldura os faróis de neblina (também em LED), que contam com a função cornering – auxilia em curvas.

Os faróis passam a ser full LED na versão topo de linha Iconic, com até 75% de melhoria na eficiência da iluminação, segundo a marca.

Foto da lateral do Captur 2022
Lateral do Captur 2022 talvez seja o seu ângulo mais bonito

Laterais

Nas laterais, há um grafismo cromado na parte inferior das portas (prefiro preto) e as rodas de 17″, um infeliz padrão da indústria brasileira para SUVS (pois nossos pisos são péssimos para elas, sem considerar que elas não são muito indicadas para a terra), disponíveis em dois desenhos e acabamentos diferentes, também são novas.

Traseira

A traseira praticamente não mudou e traz LEDS na identidade visual das lanternas, ponteira do escapamento cromada e agora a régua da tampa do porta-malas, onde está o nome Captur, passa a ser na mesma cor da carroceria, o que me agradou.

E a sigla TCe, em alusão ao motor turbo  flex, está estampada na tampa do porta-malas, mas a versão do modelo não aparece em nenhum lugar.

Foto da traseira do Renault Captur Iconic 2022
Traseira do Captur 2022 mudou pouco

Cores

A pintura do novo Renault Captur é oferecidas em oito combinações de cores, incluindo seis combinações em dois tons. O teto pode ser preto ou prata. A carroceria ganhou duas novas cores: bronze Sable e azul Iron, que se somam às cores branco Glacier, vermelho Fogo, prata Etoile e cinza Cassiopée.

Na prática

Na prática, as mudanças visuais foram leves e mantiveram o Captur atual e, do meu ponto de vista, um dos SUVs mais bonitos do mercado.

3. Evoluções de conforto e tecnologia

O terceiro motivo é a renovação do interior, que, aparentemente, deu ao Captur, finalmente, o acabamento que ele merece.

O modelo tem materiais suaves ao toque e a  versão topo de linha ganhou ainda a opção em dois tons com a combinação da cor marrom Castanyera. O acabamento interno mistura detalhes em black piano com cromados, como ao redor do sistema multimídia e das saídas de ar.

Foto do painel do Renault Captur Iconic
Painel do Renault Captur Iconic

Central multimídia

O primo de primeiro grau, Nissan Kicks, parece ter ajudado o Captur em algumas evoluções. A primeira é a nova central multimídia Easylink, com tela de 8″, mais rápida e intuitiva, com espelhamento de smartphones Apple CarPlay e Android Auto, e sistema Multiview, com quatro câmeras – como o Kicks.

O sistema permite o cadastro de até cinco perfis, que podem personalizar funções sem interferir nos outros perfis cadastrados. Por ele é possível:

  • Escolher um nome e uma foto de capa;
  • Definir um layout personalizado da tela;
  • Salvar suas preferências de configuração de som e rádio;
  • Salvar até nove estações de rádio na memória do sistema;
  • Habilitar ou desabilitar o destravamento de portas sem a chave;
  • Personalizar uma sequência de boas-vindas, incluindo avisos sonoros para o momento de abertura de portas e entrada no veículo;
  • Personalizar o som das teclas.
Foto da central multimídia Easylink do novo Renault Captur
Central multimídia Easylink do novo Renault Captur tem 8″

Outra novidade é a possibilidade de parear até seis celulares simultaneamente via Bluetooth, sendo possível realizar duas chamadas pelo sistema ao mesmo tempo. Também existe a opção de acessar o sistema como convidado, sem entrar como uma das cinco contas já configuradas.

Ajuste de profundidade – ALELUIA

A direção é, finalmente, elétrica e traz o novo volante com ajustes de altura e – ALELUIA – profundidade. Esta ausência me fazia nunca considerar o Captur para a minha garagem, o que muda agora.

O volante tem ainda comandos iluminados do cruise control e do comando de voz. A versão topo de linha Iconic traz como opcional o sistema de som premium Bose, com seis alto-falantes de alta fidelidade, subwoofer no porta-malas e amplificador digital.

O apoio de braço agora é integrado ao console, que foi redesenhado e ganhou novos porta-copos. Os passageiros do banco de trás passam a ter duas saídas USB.

Partida à distância

O Captur também traz novos itens de tecnologia e segurança, como a interessante opção de partida do motor à distância com a nova chave hands free, que permite climatizar o interior antes mesmo de entrar no veículo, além de sensor de ponto cego nos retrovisores (como o Kicks), que indica, por exemplo, a presença de uma motocicleta ou automóvel fora do campo de visão do motorista.

Segurança

A segurança é boa, mas poderia ser melhor, pois, inexplicavelmente, o Captur 2022 tem apenas quatro airbags (frontais e laterais) em todas as versões.

Pelo menos ele conta com freios ABS com EBD, controles de estabilidade (ESP) e tração (TCS), assistente de partida em rampas (HSA), apoio de cabeça e cinto de três pontos para todos os ocupantes e dois pontos Isofix nos bancos traseiros para a fixação de cadeirinhas infantis.

Interior e banco traseiro do Renault Captur Zen 2018
Banco traseiro tem bom espaço (versão Zen na foto)

4. Mesmo espaço e porta-malas

O quarto motivo foi a boa estratégia da Renault de manter as medidas do Captur, que acomoda bem cinco passageiros. O modelo tem 4,379 m de comprimento, 1,813 m de largura (sem retrovisores), 1,619 m de altura e 2,673 m de entre-eixos. O porta-malas tem capacidade para 437 litros.

Comprimento

LarguraAlturaEntre-eixosPorta-malasTanque

Peso

Renault Captur

4,379 m

1,813 m1,619 m2,673 m437 l50 l

1.336 kg

Renault Duster

4,376 m

1,832 m1,693 m2,673 m475 l50 l

1.279 kg

Toyota Corolla Cross

4,460 m

1,825 m1,620 m2,640 m440 l47 l

1.420 kg

Toyota RAV4

4,600 m

1,855 m1,685 m2,690 m580 l55 l

1.755 kg

Jeep Compass

4.404 m

1,819 m1,625 m2,636 m476 l60 l

1.589 kg

Jeep Renegade

4,232 m

1,805 m1,686 m2,570 m320 l60 l

1.527 kg

Chevrolet Tracker

4,270 m

1,791 m1,624 m2,570 m393 l44 l

1.248 kg

Chevrolet Equinox

4,652 m

1,843 m1,697 m2,725 m468 l59 l

1.673 kg

Nissan Kicks

4,310 m1,760 m1,610 m2,620 m432 l41 l

1.139 kg

Volkswagen Taos

4,461 m

2,097 m1,626 m2,680 m498 l51 l

1.420 kg

Volkswagen T-Cross

4,199 m

1,760 m1,570 m2,651 m373 l52 l

1.335 kg

Volkswagen Nivus

4,266 m

1,757 m1,493 m2,566 m415 l52 l

1.199 kg

Honda WR-V

4,068 m

1,734 m1,599 m2,555 m363 l45 l

1.138 kg

Honda HR-V

4,329 m

1,772 m1,602 m2,610 m437 l50 l

1.380 kg

Honda CR-V

4,631 m

1,855 m1,689 m2,660 m522 l57 l

1.629 kg

Hyundai Creta

4,290 m

1,780 m1,625 m2,590 m431 l55 l

1.399 kg

Peugeot 2008

4,159 m

1,739 m1,583 m2,542 m402 l55 l

1.246 kg

Peugeot 3008

4,447 m

1,906 m1,625 m2,675 m520 l53 l

1.587 kg

Citroën C4 Cactus

4,170 m

1,714 m1,563 m2,600 m320 l55 l

1.214 kg

*: Não considero que todos os veículos da lista sejam SUVs. Todos os dados foram levantados nos sites das montadoras no dia 11/07/2021.

5. Extra – pneu

Um motivo extra é que o novo Renault Captur conta com pneus Michelin – o meu favorito.

Porta-malas do Renault Captur
Porta-malas do Renault Captur: 437 litros

Preços e equipamentos

Renault Captur Zen – R$ 124.490

  • Multimídia Easylink de 8” com espelhamento de smartphones Android Auto e Apple Carplay
  • Volante com comandos integrados e ajustes de profundidade e altura
  • 4 airbags (dois dianteiros e dois laterais)
  • Câmera e sensores de estacionamento traseiros
  • Sistema de freio com ABS e EBD
  • Controles de estabilidade (ESP) e tração (ASR)
  • Assistente de partida em rampa (HSA)
  • Luzes de circulação diurna (DRL) em LED
  • Sensor de pressão dos pneus
  • Chave-cartão
  • Sistema Start&Stop
  • Cruise control (regulador e limitador de velocidade)
  • Rodas de 17″
  • Ar-condicionado
  • Direção elétrica
  • Trava, vidros e retrovisores elétricos

Opcional: pintura em dois tons.

Renault Captur Intense – R$ 129.490

Intense, os equipamentos da Zen mais:

  • Ar-condicionado automático
  • Luzes de neblina em LED com função “cornering”, auxiliar em curvas
  • Sensor crepuscular
  • Sensor de chuva
  • Duas saídas USB para o banco traseiro
  • Função “Follow me home” nos faróis

Opcionais: pintura em dois tons e revestimento interno premium.

Renault Captur Iconic – R$ 138.490

Todos os itens da Intense com adição de:

  • Faróis com tecnologia full LED
  • Sensor de ponto cego
  • Sistema Multiview, com quatro câmeras
  • Sistema de partida remota do motor
  • Revestimento interno premium

Opcionais: pintura em dois tons e sistema de áudio BOSE com seis alto-falantes, subwoofer no porta-malas e equalizador digital exclusivo.

Renault Captur turbo Iconic 2022
Renault Captur turbo Iconic 2022

Resumo da obra

O novo Captur definitivamente assumirá seu papel de SUV de referência da Renault, entregando mais desempenho, refinamento, tecnologia e segurança para os clientes.

Estas características fazem dele o carro mais legal da marca no Brasil e permitirão que ele enfrente os adversários com motor turbo, como Volkswagen T-Cross, Honda HR-V e Chevrolet Tracker e, também, incomode outros concorrentes mais “refinados”, como o Jeep Compass, o Volkswagen Taos e o Toyota Corolla Cross.

As brigas serão ótimas! Não vejo a hora de testar o novo Captur!

ACOMPANHE O DE 0 A 100 TAMBÉM PELO:

Comentários

    • Renato Parizzi disse:

      Sim! Sempre gostei do visual e do espaço, mas não ter ajuste de profundidade do volante era inaceitável no meu caso por causa da ergonomia, o que me desanimava muito em comprar. Eu também sentia falta de uma “pimenta”, que chega agora com o turbo.

  • Opa, finalmente a direção elétrica e com regulagem de altura e profundidade vai ficar muito bom.
    A despeito, compraria também, gostei bastante do desenho do carro, espaço interno e porta-malas.
    Espero que venha também alguma modelo Cross para ter maior robustez em nossas ruas e avenidas tão maltratadas.
    Poxa um 1.300 com 162 CV. Esse turbo deve ser muito bom mesmo!!

    • Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *