Kia Stonic agrada e inaugura uma nova Kia no Brasil

Foto do Kia Stonic
Pré-venda do Kia Stonic começa na primeira quinzena de novembro

Finalmente o lançamento do Kia Stonic foi anunciado no Brasil! Ele é muito esperado (por mim) porque (re)inaugura a marca sul-coreana por aqui, incluindo a nova logomarca, e, principalmente, porque é um híbrido!

O veículo chegará na primeira quinzena de novembro por R$ 149.990 – a pré-venda já está rolando. Poderia custar menos? Sim! Mas, com os valores absurdos dos carros no Brasil hoje, ele não assusta tanto.

Kia Stonic híbrido
Kia Stonic híbrido

Diferencial do Kia Stonic

O principal atributo da versão do Stonic destinada ao mercado brasileiro é o seu motor Kappa, já conhecido aqui nas linhas HB20 e Creta, da marca irmã Hyundai, mas com algumas diferenças importantes.

Ele tem os mesmo 3 cilindros, 1.0 turbo GDI (injeção direta), mas roda somente à gasolina (nada de flex ainda) e conta com sistema híbrido MHEV 48V (Mild Hybrid Electric Vehicle), capaz de gerar 120 cv de potência e torque de 20,5 kgfm.

Na versão bicombustível, o propulsor desenvolve 120 cv de potência e 17,5 mkgf de torque, com gasolina, etanol ou com a mistura dos dois combustíveis – isso no novo Creta.

Foto do novo Kia Stonic
Novo Stonic parte de R$ 149.990

Híbrido

Infelizmente, o Stonic ainda não será flex quando chegar por aqui, como a Toyota já faz com o Corolla e o Corolla Cross – conjunto mecânico ideal para os tempos atuais: híbrido flex (abastecido com etanol).

Como de costume nessa tecnologia, o auxilio do propulsor 1.0 turbo vem da bateria, que é recarregada, por exemplo, em descidas e em frenagens. O motor elétrico garante força extra em ultrapassagens e em subidas pesadas, além de auxiliar no start-stop do carro.

Lateral do Stonic - não, não é o Rio
Lateral do Stonic – não, não é o Rio

Importante: o Kia Stonic não pode ser conectado à tomada elétrica.

“O Stonic será o primeiro SUV híbrido compacto do mercado brasileiro. E trata-se de um dos modelos Kia rumo à liderança do mercado global de veículos híbridos e elétricos”, afirma José Luiz Gandini, presidente da Kia Brasil.

Foto da traseira do novo Stonic, da Kia
Traseira do novo Stonic, agrada bem mais do que a do Rio

Visual

Seguindo a tendência de muitas marcas, o Stonic é “Rio inspired“, só que “anabolizado” para ter o estilo SUV. A dianteira realmente lembra muito à do hatch, enquanto a traseira é uma evolução à do seu irmão.

O conjunto me agradou. Em termos de design, sempre achei a Kia mais interessante do que a Hyundai.

painel do Kia Stonic
Painel do Kia Stonic

Dimensões e equipamentos

O novo Stonic mede 4,14 m de comprimento, 1,52 m de altura, 1,76 m de altura e tem 2,58 m de distância entre-eixos. Seu porta-malas 352 litros de volume.

Entre os equipamentos de série, destaque para os assistentes de colisões frontais (FCA), de permanência na faixa e de partida em rampa; seis aribags; controles de tração e estabilidade; farol alto automático, câmera traseira; central multimídia de 8″ com Android Auto e Apple CarPlay e entrada USB; ar-condicionado digital, entre outros.

espaço interno do Kia Stonic
Espaço interno do novo Kia parece razoável

Nova logo

O Stonic marca também a chegada da novíssima logomarca da Kia, que representa as “ambições da marca de estabelecer uma posição de liderança global na indústria de mobilidade, ao propor a renovação completa dos pilares de seu negócio”.

Imagem da novo logomarca (new logo) da Kia
Novo logomarca da Kia

Ela lembra uma assinatura manuscrita e ficou bem bacana!

ACOMPANHE O DE 0 A 100 TAMBÉM PELO:

Comentários

    • Deixe uma resposta

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *