Nissan aumenta vendas em 19% em 2021 na América do Sul

Novo Nissan Kicks Exclusive 2022
Nissan Kicks faz sucesso na América do Sul

Se a Ford é cada vez mais uma marca coadjuvante no Brasil, para atender a um nicho de mercado, em 2021, a Nissan, na América do Sul, deu sinais importantes de estabilização e, também, de expansão, crescendo 19% nas vendas em 2021, com aumento de 0,3 ponto percentual em sua participação de mercado, em relação a 2020.

Objetivo

“Nosso objetivo é claro: queremos estar no top 3 das marcas automotivas da América do Sul e ser o aliado preferido de nossos clientes. Temos um plano estratégico sólido e estamos no caminho certo para alcançá-lo. Estamos orgulhosos dos números obtidos regionalmente e continuaremos avançando no crescimento do negócio, de nossos parceiros e fornecedores, enquanto continuamos a construir uma cultura organizacional sustentável, diversa e inclusiva”, disse Guy Rodríguez, presidente e diretor geral da Nissan América do Sul.

A marca obteve aumento nas vendas em cada uma de suas quatro subsidiárias.

Argentina

A Argentina alcançou 26% de crescimento comercial em relação a 2020, posicionando-se em dezembro com 6,7% de participação de mercado –  maior da história da marca no país.

Por sua vez, os modelos Kicks, Versa, Frontier e Sentra obtiveram excelentes resultados com 11,5%, 5,5%, 7,8% e 6,3% de participação em seus respectivos segmentos.

Brasil

No Brasil, a Nissan colocou quase 65 mil unidades no mercado, 6,4% a mais que no ano anterior, aumentando sua participação de mercado em 0,2 ponto percentual. O ano de 2021 também marcou o melhor ano completo da 12ª geração da picape Frontier: 11.821 unidades vendidas no país, superando em 46% o melhor resultado anual, obtido em 2019.

Chile

Por sua vez, no mercado chileno a marca cresceu 36% em vendas e obteve um importante posicionamento de produto em julho, ocupando o segundo lugar no ranking dos veículos mais comercializados, segundo a Associação Nacional Automotiva do Chile (ANAC).

Peru

Já a subsidiária no Peru obteve um crescimento de 78,6% nas vendas e fechou o ano com 5,6% de market share, 1,2 ponto percentual acima de 2020. Além disso, fortaleceu sua presença no país com a abertura de três novos revendedores, expandindo sua rede para 20 lojas em todo o país.

ACOMPANHE O DE 0 A 100 TAMBÉM PELO:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *