Por R$ 81.200, Hyundai Elantra tem freio a tambor

Hyundai/Divulgação

O grande internauta Pedro Fialho me chamou a atenção para um detalhe curioso sobre o Hyundai Elantra. Lendo uma matéria dos amigos do Carplace, ele reparou que o recém lançado Hyundai Elantra tem freios traseiros a tambor!

Carplace/Reprodução

Para um carro que custa entre R$ 68.700 e R$ 81.200, é de se estranhar a falta de discos nos freios de trás. O líder da categoria, Toyota Corolla, tem freios a disco ventilados na dianteira e freios a disco sólidos na traseira. Honda Civic e Chevrolet Cruze também têm freio a disco nas quatro rodas.

Carplace/Reprodução

Ter freios a tambor não significa que o carro seja ultrapassado ou que tenha problemas de segurança. A questão é que, com freios a disco, a frenagem costuma ser mais eficiente e, para um carro dessa categoria, era o mínimo esperado. Pelo menos ele tem ABS.

Comentários (28)

  1. Oi Parizzi,

    Aparentemente não só os freios a tambor estão presentes no Elantra. Se reparar bem, na última foto, a suspensão traseira parece ser do tipo eixo de torção. O i30 já usa multilink. Estão simplificando alguns carros (principalmente os Hyundai), vide o nosso Veloster capado.

  2. Mesmo vendo a foto, ainda assim custei a acreditar na informação… Hoje estava passando na frente da revenda e pelo movimento deveria ter alguma novidade e resolvi entrar: o Elantra chegara na loja.
    Isso confirma que o carro é VISIVELMENTE feito para ser POPULAR nos EUA! Moderno, bem construído, mas de construção simples para ser BARATO (embora duvide que nos EUA tenha freio a tambor). Assim como o Jetta também foi simplificado para ser mais popular lá fora. O carro é muito bonito e por isso ainda deve vender bem, mas quem realmente gosta de carro não vai pagar 80k pelo Elantra. Ah, e a suspensão traseira é mesmo eixo de torção.

  3. Enrico, infelizmente são. Na ficha técnica confirma-se que é mesmo eixo de torção. Podem não ser exatamente defeitos, mas não deixa de ser decepcionante… e os dois itens são bastante visíveis através da roda traseira. O carro é muito bonito, mas acho que perdeu parte do charme por ser menos sofisticado que esperava.

  4. E dólar disparando como vai ficar o preço do Elantra e das peças?, ainda prefiro os Hondas e o Toyotas que mesmo sendo caro vale cada centavo.

  5. Outra coisa, fazendo eu uma revisão do meu i30, tive a oportunidade de conhecer o elantra, que ainda não está disponível para teste drive, descobri o seguinte, além dessa informação de não haver ABS nas rodas traseiras, o rebatedor automático dos retrovisores, também não está disponível nem como opcional na versão top, segundo a vendedora… uma vergonha. Ou seja, eles estão retroagindo na qualidade e por outro lado, faturando mais com os preços lá na coréia !!!

  6. Talvez ninguém tenha explicado a vocês sobre a evolução dos freios… Freio a tambor é antigo e eficiente sim, tanto que os caminhões só usam tambor, e a tecnologia empregada no elantra é de 8.1 geração de ABS da Bosch, sendo que o corolla e o Civic são de 6.0 geração. O tambor do Elantra é blindado, selado, eliminando a possibilidade de entrada de água, o que atrapalha a performance dos freios. tanto que nos testes realizados nas revistas especializadas o elantra parou antes dos concorrentes. O freio traseiro funciona somente como “leme” numa freiada brusca, com o intuito de guiar o carro. O freio que pára o carro é o dianteiro, que é a disco, duplo e ventilado, de 16″ de tamanho. Os sensores usados no tambor são mais eficientes que no disco.
    RESUMINDO: “O ELANTRA FREIA MELHOR QUE SEU CIVIC, ANÔNIMO”!!!!!

    • Pois é amigo, até agora só vi criticas ao ver um carro com sistema de frenagem a tambor, já vi inúmeras matérias que provam que o freio a tambor é tão eficaz quanto a um a disco ventilado e digo por experiencia propiá que realmente o tambor tem a frenagem mais rápida que a disco! Você disse tudo a cima, parabéns!

  7. Senhor “Anonimo”, não sei de onde tirou a informação que o Elantra para antes dos concorrentes, em ordem

    Fluence > Jetta > Corolla > 408 > Cruze > Elantra > Civic.

    De 80 a 0, o Fluence precisava de apenas 23 metros, ja o Elantra…. 30…

    Existe uma vontade coletiva dos donos de um CAOA (não é um Hyundai de verdade) em defender a marca, mas é cada vez mais rídiculo o que a CAOA faz com os clientes.

  8. Um amigo não me ouviu. Saiu de um Fusion para o Elantra. Resumo the ópera: Tá mais arrependido que marido quando é pego traindo. Antes dos 3000km já foi 5 vezes pra concessionária pra tirar “barulhos”. Com o Fusion rodou 50.000 e só fez 2 revisões. Continuem comprando coisas “xing-ling”…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *