Duelo: Peugeot 308 x Ford Focus

Mal foi lançado e o novo Peugeot 308 já enfrenta seu principal rival com motor 1.6 e um dos principais adversários nas versões com motorização 2.0, o Ford Focus. O duelo é bem interessante e bastante equilibrado, com vitória ao mesmo tempo folgada e apertada de um deles.

Substituto do 307, o 308 tem tudo para fazer sucesso no Brasil. Bonito e moderno, ele foi lançado já com o visual do modelo vendido na Europa. Já o Focus é um dos melhores carros da Ford no mercado brasileiro. Seu custo/benefício já foi bem melhor. Um dos principais problemas do atual Focus é que o lançamento da nova geração se aproxima cada vez mais no Brasil (marcado para 2013). Ainda assim, o Focus é um baita carro.

Focus e 308 são semelhantes em diversos aspectos: possuem três versões, duas opções de motor 16V flex, duas opções de câmbio, transmissão automática ultrapassada, três anos de garantia e fabricação na Argentina. Mas qual deles leva a melhor nesse duelo?

Chevrolet Onix X Chevrolet Agile
Chevrolet Onix X Hyundai HB20
Ford EcoSport X Renault Duster
Nissan Versa X Chevrolet Cobalt
Nissan Versa X Renault Logan 
Nissan Versa X Renault Symbol
Nissan Versa X Fiat Grand Siena

Preços e equipamentos

Nesse quesito, vitória tranquila do Peugeot 308. Além de custar menos em todas as versões “adversárias diretas”, o modelo é mais equipado de série, especialmente nos acabamentos mais simples.

O Focus GL 1.6 16V custa a partir de R$ 55.120 e vem equipado, de série, com ar-condicionado, direção hidráulica, airbag duplo, rodas de liga leve 16″, CD player MP3, vidros elétricos dianteiros, alarme antifurto perimetral, espelho de cortesia (motorista/passageiro), entre outros itens.

Pagando os R$ 57.040 da versão GLX 1.6, o consumidor leva os itens da GL além de vidros dianteiros e traseiros elétricos com 1 toque para cima e para baixo e sensor antiesmagamento, abertura e fechamento global, porta-luvas refrigerado, faróis de neblina, alarme antifurto perimetral e volumétrico; aerofólio traseiro, retrovisores externos, régua do porta-malas e maçanetas externas na cor do veículo; console central com 2 porta-copos, descansa braços e porta-objetos; controle de intensidade da luz do painel e espelho de cortesia com iluminação (motorista/passageiro)
Traseira do 308 é moderna, mas saídas falsas de ar tem gosto duvidoso

Mas quem comprar um Focus GLX 1.6 básico estará fazendo um péssimo negócio. Melhor pagar R$ 1.030 a mais para levar o sistema ABS de freios com EBD – R$ 58.070.

O Peugeot 308, nas versões Active (R$ 53.990) e Allure (R$ 56.990), vem equipado, de série, com airbag duplo, ar-condicionado, direção eletro-hidráulica; freios ABS com REF e AFU, computador de bordo, para-brisa acústico, banco do motorista com regulagem de altura, volante em couro com regulagem de altura e profundidade, vidros elétricos dianteiros e traseiros com antiesmagamento; retrovisores elétricos, travamento elétrico centralizado das portas, WIP Sound Rádio CD Player MP3, comando do rádio na coluna de direção, roda em liga leve de16″ e porta-luvas refrigerado.

O Allure conta ainda com ar-condicionado automático digital bi-zone com saída de ar traseira; faróis de neblina dianteiros; WIP Plug – Conexão USB para iPod/MP3 Player e entrada AUX; WIP Bluetooth: conexão Bluetooth para celular (kit mãos livres) e audio streaming; acendimento automático dos faróis, limpador do para-brisa automático; grade do para-choque dianteiro com frisos cromados; iluminação “lead me to the car” e “follow me home” (acendimento dos faróis por um tempo determinado); retrovisor interno eletrocrômico e apoios de braço individuais nos bancos dianteiros.

Visual do Focus agrada, mas já dá os primeiros sinais de cansaço

Ford Focus GL 1.6 16V – R$ 55.120
Ford Focus GLX 1.6 16V – R$ 57.040
Ford Focus GLX 2.0 16V – R$ 60.940
Ford Focus GLX 2.0 16V aut – R$ 65.440
Ford Focus Titanium 2.0 16V – R$ 70.540
Ford Focus Titanium 2.0 16V aut – R$ 75.040
X
Peugeot 308 Active 1.6 16V – R$ 53.990
Peugeot 308 Allure 1.6 16V – R$ 56.990
Peugeot 308 Allure 2.0 16V – R$ 59.990
Peugeot 308 Allure 2.0 16V aut – R$ 63.990
Peugeot 308 Feline 2.0 16V aut – R$ 70.990

Se com motor 1.6 16V o 308 ganhou facilmente, quando mudamos para as versões 2.0, a disputa fica mais equilibrada.

O Focus GLX 2.0 tem praticamente os mesmos itens do 308 Allure 1.6. O Ford vem equipado com os itens da versão GLX 1.6 além de direção eletro-hidráulica, sistema de som MyConnection com comandos na coluna de direção, bluetooth, entradas USB e para iPod; freios ABS com EBD e CBC; Ford Power (partida sem chave), acendimento automático dos faróis, espelho retrovisor interno eletrocromico, sensor de chuva, entre outros itens de série. O preço é de R$ 60.940.

No 308 Feline, destaque para o GPS (opcional) integrado ao painel

Custando R$ 950 a menos (R$ 59.990), o 308 contra-ataca com a versão Allure 2.0, que vem equipada com os itens das versões 1.6 e ainda com rodas em liga leve de 17″ e regulador e limitador de velocidade.

Na briga entre os topo de linha, o Focus automático é consideravelmente mais caro do que o 308: R$ 75.040 x R$ 70.990. O Focus Titanium vem equipado com os equipamentos do GLX e faróis direcionais, teto solar elétrico, piloto automático, sensor de estacionamento traseiro e espelhos retrovisores aquecidos e com luz de aproximação; maçanetas internas das portas, moldura da grade do para-choque dianteiro e régua do porta-malas cromados; soleiras das portas dianteiras, ajuste elétrico de altura e ajuste lombar do banco do motorista, ar-condicionado automático e digital com controle individual de temperatura para motorista e passageiro; bancos revestidos em couro; comandos por voz – funções de audio, ar condicionado e telefone bluetooth; controle do piloto automático no volante; controles do rádio na coluna de direção; descansa braços traseiro com porta-copos integrado; iluminação do assoalho dianteiro e piloto automático.

No Focus Titanium, comando por voz (de série) é o destaque

O 308 Feline tem como armas os itens da versão Allure 2.0 além de alarme, bancos revestidos em couro, teto panorâmico de vidro CIELO, retrovisor externo rebatível eletricamente, luzes diurnas em LED, sensor de estacionamento traseiro; dois airbags laterais (proteção do tórax dos ocupantes dianteiros); dois airbags tipo cortina (proteção à cabeça dos passageiros dianteiros e traseiros); controle de estabilidade (ESP) e de tração (ASR); soleira em alumínio com inscrição Peugeot; e pedais em alumínio.

O Peugeot 308 é mais barato, mais equipado e mais seguro.

Resultado: Ford Focus 0 x 1 Peugeot 308

Desempenho

Se no quesito anterior a vitória do 308 foi até fácil, o mesmo não pode ser dito em desempenho. Por ter um carro excelente, com ótimo conjunto, a Ford conseguiu brigar de igual para igual com o recém lançado hatch da Peugeot.

De série na Feline e opcional na Allure, teto panorâmico CIELO chama a atenção no 308

Não importando a motorização, o 308 é mais potente. Comparando os propulsores 1.6 16V EC5 do francês com o 1.6 16V Sigma do americano, vemos que o Peugeot tem 6 cv a mais com gasolina e etanol. O torque é ligeiramente superior: 0,1 mkgf com qualquer combustível, mas alcançado a rotação do motor 250 rpm menor. O Focus contra-ataca com alguns quilos a menos, que não parecem muito, mas que podem fazer alguma diferença. Afinal, tire 20 kg de qualquer lugar que você notará que ficará mais leve.

Analisando os números divulgados pelos fabricantes, o 308 leva vantagem. Segundo a Peugeot, o modelo precisa de 11 segundos com gasolina e 10,3 s com etanol para ser acelerado de 0 a 100 km/h. A velocidade máxima é de 191 km/h com gasolina e 196 km/h com etanol. De acordo com a Ford, o Focus precisa de 13,3 s com gasolina e 12,5 s com etanol para ser acelerado de 0 a 100 km/h. A velocidade máxima do hatch é 183 km/h com gasolina e 189 km/h com etanol.

Partida sem chave “Ford Power” é de série desde o Focus GLX 2.0

Na prática, o Focus passa a impressão de ser mais pesado. Mas é só impressão. Os dois tem excelente comportamento dinâmico, com condução segura. A suspensão independente do Focus faz com que o carro grude no chão nas curvas. A impressão é que o 308 anda um pouco mais, mas nada muito superior. Isso se deve, principalmente, pelo sistema VVT associado ao câmbio mais bem escalonado.

Ford Focus

Potência 1.6: 109/116 cv (g/e) a 6.250/5.500 rpm
Torque 1.6: 15,4/16,3 mkgf (g/e) a 4.250 rpm
Potência 2.0: 143/148 cv (g/e) a 6.250 rpm
Torque 2.0: 18,8/19,5 mkgf (g/e) a 4.250/5.250 rpm
Comprimento: 4,351 m
Largura: 1,840 m
Altura: 1,497 m
Entre-eixos: 2,640 m
Porta-malas: 328 litros (VDA)
Tanque: 55 litros
Peso 1.6: 1.290kg (GL); 1.290 (GLX)
Peso 2.0: 1.338 kg (GLX); 1.353 kg (GLX automático); 1.347 kg (Titanium) e 1.371 kg (Titanium aut)

Peugeot 308

Potência 1.6: 115/122 cv (g/e) a 5.800/6.000 rpm
Torque 1.6: 15,5/16,4 mkgf (g/e) a 4.000 rpm
Potência 2.0: 143/151 cv (g/e) a 6.250/6.000 rpm
Torque 2.0: 20/22 mkgf (g/e) a 4.000 rpm
Comprimento: 4,276 m
Largura: 1,815 m
Altura: 1,498 m
Entre-eixos: 2,608 m
Porta-malas: 348 litros (VDA)
Tanque: 60 litros
Peso 1.6: 1.318 kg (Active); 1.320 (Allure)
Peso 2.0: 1.328 kg (Allure); 1.354 kg (Allure automático) e 1.387 kg (Feline)

Com as motorizações 2.0 16V, a disputa é mais emocionante porque os carros ficam bem mais divertidos. O 308 também tem mais potência (apenas 3 cv a mais com etanol) e torque (a maior diferença – 1,2 mkgf com gasolina e 2,5 mkgf com etanol). O peso dos dois veículos é semelhante, por isso não existe tanta diferença (o peso do Titanium automático precisa ser confirmado, pois a Ford não divulgou a informação nem na sala de imprensa nem no site oficial da marca).

Versão Feline do 308 peca pelo câmbio automático pouco eficiente

Com câmbio manual, a Peugeot divulga que o 308 (Allure) atinge a velocidade máxima de 210 km/h com gasolina e 213 km/h com etanol. Para ser acelerado de 0 a 100 km/h, o modelo precisa de 9,3 segundos com gasolina e 8,9 s com etanol.

Com câmbio automático, a Peugeot divulga que o 308 (Allure e Feline) atinge a velocidade máxima de 199 km/h com gasolina e 206 km/h com etanol. Para ser acelerado de 0 a 100 km/h, o modelo precisa de 10,5 segundos com gasolina e 9,9 s com etanol.

Já a Ford divulga que o Focus 2.0 Titanium manual atinge a velocidade máxima de 204 km/h com gasolina e 205 km/h com etanol. Para ser acelerado de 0 a 100 km/h, o modelo precisa de 10,5 segundos com gasolina e 10,4 s com etanol. Os números do automático, mais uma vez, não foram encontrados.

Focus GLX deveria ter ABS de série

Na prática, o 308 2.0 anda mais, principalmente pelo torque extra. Mas o Focus também tem ótimo desempenho.

Quando equipados com câmbio automático, tanto Focus quanto 308 deixam a desejar. As transmissões não são ruins, são apenas ultrapassadas, sacrificando o desempenho e o consumo. Ambos os carros mereciam caixas com seis marchas, como o Chevrolet Cruze.

Por ter desempenho melhor, tanto com motor 1.6 16V, quanto com o 2.0 16V, o 308 também leva a melhor nesse quesito. Mas é importante enfatizar que o Focus não faz feio, especialmente o 2.0.

Resultado: Ford Focus 0 x 2 Peugeot 308

Espaço, acabamento e conforto

Assim como no quesito anterior, a vitória do 308 foi apertada. O Focus é um carro muito bom, mas, no final das contas, o 308 é melhor.

O Focus é 7,5 cm mais longo, 2,5 cm mais largo e tem 3,2 cm a mais de entre-eixos. Mas nem por isso ele é mais espaçoso que o 308. Na dianteira, o 308 passa a impressão de ter mais espaço, muito por causa da posição do painel e da posição do extintor de incêndio do Ford, que roubam espaço. Na traseira, o Focus leva vantagem.

No espaço do porta-malas, a Peugeot divulga o impressionante número de 430 litros. Mas a medição usada pela marca, e também pela Citroën, não é o mais comum. Quando usamos a medida com blocos VDA, o valor cai para reais 348 litros, espaço muito bom para um hatch médio. O Focus leva 20 litros a menos: 328 l.

O acabamento do Focus é muito bem-feito, mas o do 308 passa a impressão de melhor qualidade. O que o Focus fica devendo em relação ao 308 é no número de porta-objetos. Muitos donos de Focus reclamam disso.

Um detalhe que me chamou a atenção nesse quesito foi o volante. O do 308 tem uma empunhadura muito superior ao do Focus, que me pareceu um pouco grande. Finalizando, mesmo fixo, o teto panorâmico Cielo é mais interessante do que o teto solar tradicional do Focus. Mas isso é um gosto pessoal e não pesou na pontuação.

Resultado: Ford Focus 0 x 3 Peugeot 308

Visual

Como este é um quesito subjetivo, não vale a nota. O Ford Focus é bonito, mas é inegável que o Peugeot 308 tenha visual mais moderno, ainda mais por adotar a reestilização aplicada no modelo europeu no ano passado.

Resumo da obra

O resultado de 3 a 0 do 308 sobre o Focus pode parecer uma goleada. Mas, para quem olhou apenas o final deste post, esse placar não refletiu a equilibrada disputa.

Apenas no “preços e equipamentos” o 308 venceu com facilidade. Isso porque, com o tempo, mesmo ganhando alguns equipamentos de série, o Ford Focus ficou caro demais. Se ele custasse de R$ 2.000 a R$ 3.500 mais barato (como recentemente aconteceu com a família New Fiesta no Brasil), provavelmente o Focus seria bem mais atraente. Ou a Ford mantêm esses preços e acrescenta ABS com EBD desde a versão GL, ar-condicionado automático e digital com controle individual de temperatura para motorista e passageiro na GLX e mais quatro airbags (laterais e do tipo cortina) para a versão Titanium.

Nos outros dois quesitos, o Focus deu uma canseira no 308. Os pequenos detalhes da modernidade do projeto e do conjunto motor/câmbio (1.6 e 2.0) fizeram a diferença para o Peugeot, que levou a melhor no final das contas.

Pela minha análise e respondendo à enquete, o Peugeot 308 é o melhor hatch médio com motor 1.6 do mercado nacional.

Atualização (26/02)

A enquete equilibrada mostrou como o Focus é realmente um bom carro. Mas que, de acordo com os internautas que votaram, o 308 é um veículo superior com motor 1.6.

O hatch médio da Ford ficou na frente durante 3/4 dos seis dias em que a enquete ficou no ar. Mas, com um arranque surpreendente, o modelo da marca do leão tomou a liderança e não largou mais.

Qual é o melhor hatch médio 1.6 do Brasil?
. Peugeot 308 – 88 votos (39,2%)
. Ford Focus – 76 votos (33,9%)
. Volkswagen Golf – 40 votos (17,8%)
. Citroën C4 – 20 votos (8,9%)
Total: 224 votos

(Fotos – 308: Peugeot/Divulgação // Focus: Ford/Divulgação)

Comentários (45)

  1. Particularmente acho o Focus mais carro em todos os questios do que os seus concorrentes diretos: 308, I30, Bravo etc. Porém, pagar 70 a 75K na versão 2.0 que é a mais interessante, fica muito puxado!!

  2. Adriano, concordo que o Focus é superior ao Bravo e i30 na maioria dos quesitos, mas o 308 é a nova referência da categoria ao analisarmos o “conjunto da obra”.
    O 308 é mais ágil, equipado e seguro, possui mais mimos, melhor acabamento e seu espaço interno é melhor aproveitado.

    Não estou puxando sardinha do 308. Pelo contrário, esse modelo francês deveria ter dado as caras no Brasil há muito tempo. O visual do 308 já não causa tanto impacto assim, e lá fora seu substituto já está bem desenvolvido.

    Como a Peugeot pretende lançar o 301 (substituto do 308) quase ao mesmo tempo no mundo todo, acredito que o ciclo de vida do 308 será tão ou mais curto que o do Focus atual.

  3. Adriano, eu tenho um Focus GLX 2.0 e adoro o carro. Mas ele (em todas as versões) é mais caro e menos equipado que o 308.

    Até setembro devo vender o meu Focus para evitar a desvalorização da chegada da nova geração. Acho que vou de 308 ou Cruze hatch.

  4. Os Hatchs não são minha opção de compra porém, o Ford Focus será vencedor nas vendas em relação ao 308, o Focus pode ter perdido a guerra mas não vai perder a batalha, é menos pior que o 308.

  5. Nunca pensei que diria isso, mas para mim, o francês é o melhor do segmento atualmente!
    Já que a Peugeot quer sair do buraco, deve ficar atenta e oferecer os equipamentos de segurança desde a versão mais barata, além disso modernizar o câmbio automático URGENTE!!
    Se o 308 tivesse o mesmo espaço interno do 408, seria o meu próximo carro.

  6. Tenho um focus titanium AT, e realmente devo admitir que a peugeot fez um otimo trabalho neste carro
    MAS valei lembrar que um carro não só números: Esse design do peugeot não me agrada tanto, a confiabilidade da marca no Brasil está prejudicada faz um tempinho já, e esse cambio AT tem muitas reclamações, que no focus, apesar do cambio tbm de 4 marchas, não há tantas reclamações.
    Se eu fosse comprar hoje um hatch médio denovo, seria bem dificil escolha.

    • Estou com uma duvida cruel, estou fazendo um teste com um 308, muito lindooo, muito gostos de dirigir, mais fico muito em duvida devido os problemas que a Peugeot, apresenta em todos os seus segmentos

      • Oi Thaissa. Não existe carro perfeito. Todos terão algum problema. No caso do 308, o principal problema é o pós-venda da Peugeot. Melhorou nos últimos anos, mas ainda está longe do ideal. Mas o carro é muito bom. Se você realmente gostar dele e conseguir um preço legal, vá fundo. Afinal, o melhor carro é aquele que a gente gosta.

  7. O Focus ainda é um grande carro. Apenas não vale mais a pena se não tiver um bom desconto, já que está para mudar. Mas neste momento, concordo que o 308 1.6 é o melhor pelo seu conjunto. Mas quando vierem o novo i30 e o Focus aí a balança vai mudar, afinal esses dois mudaram MUITO mais profundamente. Infelizmente acho que o 308 vai perder o brilho em 2013.

  8. Também tenho um Focus Titanium AT hatch como o Éder. Concordo inteiramente com ele. Comprei o meu há uns 6 meses e já rodei quase 10k km. Sem problemas, só diversão!

    Testei dois outros automáticos antes de comprar: C4 (4 marchas, câmbio lento nas trocas e segura demais nas descidas, o mesmo do 308) e Cruze LTZ (6 marchas, câmbio lento, indeciso e parece embaralhar as marchas hehe).

    Já o Focus transmite mais constância e não hesita em reduzir quando piso mais no acelerador. No início, levei bronca da minha mulher, ela se assustou com as reduzidas. rsrs O câmbio interpreta bem o que eu quero.

    No conjunto, o Focus tem mais personalidade. O 308 é um bom carro, sem dúvida, mas por fora já está manjado e por dentro segue o desenho padronizado da Peugeot. Pena.

  9. @ Félix

    É natural o carro perder o “encanto” com o lançamento de concorrentes de peso.

    @Mineirim

    O câmbio do 308 recebeu algumas melhorias e hoje está no nível ou um pouco acima do câmbio da Ford. No entanto, a transmissão do 308, do Focus, do i30 e outras de 4 marchas não deixam de ser ultrapassadas devem muito ao que já temos no mercado (CVT, DSG e afins). Quanto ao C4, o câmbio pode amarrar um pouco o veículo, mas o francês tem desempenho superior ao Ford, devido principalmente ao motor mais forte e a 100kg de peso a menos.

    O segmento dos hatches precisa urgentemente de um modelo com um bom câmbio automático. Todos devem neste quesito (exceto o Golf, que peca pelo motor).

  10. Focus = Argentino
    308 = Argentino

    City = modelo para mercados emergentes. Não sei quem é pior por esse seu pensamento.

    Vou copiar o comentário do outro post, pois parece que você não o viu:

    “Tenho um japonês legítimo na garagem. Modelo global da Mitsubishi, um ótimo carro. E, também, tenho um francês.

    A aquisição desse japonês, tido por muitos como uma referência, só aumentou a admiração que tenho pelo 307, pois pude comparar meu carro com um modelo elogiado pela imprensa.

    Se você estivesse se referindo a carros premium alemães, eu daria toda razão. Mas os japoneses tem lá seus problemas também.”

  11. Dentro do segmento, a FIAT deveria “calçar as sandálias da humildade” e baixar o preço do Bravo e deixando-o mais equipado na configuração inicial. Alguns opcionais e seus respectivos preços são ridículos.

  12. 308 com folga melhor carro da categoria, tanto 1.6 quanto 2.0. Não concordo quanto ao acabamento do Focus que só é decente na versão top; GL e GLX sempre tiveram críticas negativas.

    A versão intermediária do 308 é imbatível no custo benefício. O acabamento/nível de ruído é outro ponto que o 308 mata os concorrentes.

  13. Eae pessoal!

    Depois de andar em todos os modelos hatch disponíveis no mercado, optei por um 308 Feline 2.0 auto. É um carro bem equilibrado, confortável, mas sem perder o estilo esportivo. Muito completo, já vem com alarme, módulo para subir os vidros (coisas que tem que ser pagas à parte nos outros carros), um bom som, bom isolamento acústico. Quanto ao motor, é satisfatório para o tamanho do carro. O câmbio automático não é tão ruim, tem trocas suaves e resposta satisfatória. O pecado é ser 4 marchas, pois se fosse cinco, acredito que seria mais econômico e mais dinâmico.
    Apesar do carro estar somente com 700km, o consumo de gasolina me surpreendeu: 11km/l na cidade com ar ligado! Já com etanol, fica mais esperto, mas bebeu muito, fazendo 7,5km/l de média.
    Por fim, estou bem satisfeito com o carro e acho que atualmente é o melhor custo/benefício da categoria. Concordo que I30, Focus, C4 são ótimos carros, mas já estão com a imagem defasada e com preços muito salgados. Além disso, a peugeot ainda oferece as 3 primeiras revisões grátis e assistência de emergência em todo o país.
    Valeu!

  14. A FORD precisa tomar vergonha na cara e atualizar o Focus para a nova geração e não subir muito os preços. O estrago vai ser muito grande nos Coreanos, Japoneses e no Cruze.

  15. Sempre fui fã do Focus, desde seu lançamento. Aliás sou cliente assíduo da Ford desde o tempo do Corcel II. Tive um Focus 2008 e achei excelente. Meu filho tem um 2010 e está muito satisfeito, mas depois de experimentar o 308 resolvi que era hora de mudar de marca. Vou pegar o meu na próxima sexta feira, está fazendo a documentação.
    Há, o carro que troquei no Peugeot era uma Mitsubishi Pajero TR4, que apesar de japonês me deu muita dor de cabeça.

  16. 75 mil por um carro com teto com solar? Prefiro um Tiida SL, é muito carro por muito menos! E aposto que o motor deixa até 308 e Focus 2.0 na poeira!

  17. Pessoal, eu tenho os dois na garagem, e afirmo com certeza: O Focus 2.o automatico anda MUITO MAIS que o 308 2.0 automatico. Nao tem nem comparaçao. O 308 é lento para arrancar e lento nas retomadas, o torque no focus é infinitamente melhor, bem como a resposta do acelerador. Nao sei porque os numeros de fabrica sao parecidos, porque nao pratica quem ja dirigiu os dois sabe.
    Daniel

  18. Ahh para, testa os 2 e veja a diferença, se a pessoa gosta de pisar, nem da para compara, primeira curva ja fica explicito a superioridade do Focus. Testei ambos com chuva e falo, tem um universo entre os 2

  19. Tenho um Focus 2.0 16v e posso afirmar que na prática nenhum concorrente chega perto na relação motor e câmbio! anda muito e vamos combinarf que nem nossa mãe compraria da gente um peugeot.

  20. Nossa esse 308 como esse vidro traseiro ficou horrivel, sou muito mais o focus, ja vários desse 308 aqui nas ruas da minha cidade e não gostei, sem graça o carro!

  21. Boa tarde. MInha opinião.

    Quanto ao câmbio do 308, tem apenas 4 marchas, tudo bem. Contudo, vale dizer que o câmbio do Peugeot 308 é fabricado pela Porche. Aí vocês digam se é ultrapassdo ou não. O câmbio é preciso e não fica na dúvida. Diferente dos câmbios de 6 marchas.

    Quanto a aceleração, de 0-100km/h o Peugeot também leva vantagem. O 308 tem mais torque e mais cv.

    Agora, quanto ao acabamento, o Focus é superior. O Acabamento da Ford sempre foi seu ponto forte.

    Abraços!
    Marcos Marques

  22. O problema da Peugeot é a assistência técnica e a desvalorização do carro na revenda. As autorizadas francesas normalmente cospem no prato e são as que menos valorizam o produto delas mesmas na hora da troca. Franceses, estou fora!

    • Concordo plenamente. Tenho um Peugeot 307, Presence, super conservado, entretanto nas revendas Fiat ( na hora da troca ) o meu carro é mais valorizado do que na própria Peugeot. Realmente cospem no prato.

  23. Há anos sou proprietário de veículos peugeot… Já tive um peugeot 206, e hj em dia tenho um 207, portanto sei doq estou falando… os carros são espetaculares em todos os quesitos: design, acabamento, requinte, conforto, motorização, qualidade da construção… o único defeito da peugeot é o valor de revenda, porém ao pesquisar é fácil de se constatar que principalmente no segmento de hatches médios a desvalorização é alta em qualquer modelo de qualquer marca… e como compro carro pra usar por muito tempo, vou de 308 sem dúvidas que fiz a melhor escolha! conheço o focus, e por isso posso dizer, o 308 é superior ao focus fácil fácil…

  24. O problema é que o I30 novo virá somente com motor 1.6, freio traseiro com tambor e eixo traseiro rigido ( Igual ao Elantra ). Ou seja 2013 será entre o novo Focus e o 308

  25. BOM, Essa é minha humilde opinião, O focus é a melhor escolha, não to dizendo q é o melhor carro…
    o 308 tem muita variantes como a falta de assistência em todo brasil tipo sou do interior e la n tem assistência, falta de mercado de revenda, se vc falar q ta vendendo um focus vc arranja uns 3 compradores em menos de 2 semanas,lançamentos constante de novos modelos, lançam em menos de um anos uns 3 modelos atualizando o antigo. Por isso e outros motivos o Focus e melhor compra, e depois do lancamento do novo modelo do focus acredito q ele retomara o lugar de melhor da categoria

  26. Nunca andei de focus, mas o 308 eh show de bola d+, acho que a marca Peugeot, no Brasil, sofre um preconceito indevido, tive um 207 e agora tenho o 308, o 207 foi excepcional, de longe melhor que gol e palio, em quase tds os sentidos… assim como vejo 308 melhor que quase tds da sua categoria, enfim… acho que deveríamos ver melhor os carros dessa marca francesa, fazem 4 anos que estou com ela e momentaneamente não trocaria não.

  27. tive um peugeot 207 1.6 e atualmente um ford focus 1.6,,,prefiro o focus,pois a suspensão do peugeot é fraca,e o focus na estrada é mais carro e tem uma ótima dirigibilidade…se eu fosse escolher entre o 308 e o focus ainda iria de FOCUS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *