Duelo: Ford EcoSport X Renault Duster

Desde o seu lançamento, em 2003, o Ford EcoSport reinou absoluto na categoria que ele ajudou a criar no Brasil. Várias tentativas de concorrentes diretos apareceram, com pequeno destaque para o Fiat Palio Weekend Adventure (Locker) e para o Chevrolet Tracker. Mas, apenas com a chegada do Renault Duster, em outubro de 2011, o SUV da Ford passou a ter um adversário de peso pela ponta do segmento.

O atraso para encontrar um rival, obviamente, foi bom para a Ford, que ganhou mercado e preparou o lançamento da segunda geração do EcoSport, que aconteceu em agosto de 2012, depois de inúmeros flagrantes (aqui), especulações (aqui e aqui), enquete (aqui) e divulgações de informações (aqui, aqui e aqui).

Renault-Duster-Brasil

O tempo de espera também foi bom para a Renault, que preparou um adversário a altura para as duas gerações do EcoSport. E até mais “munição” já foi dada ao Duster, que recebeu uma linha de acessórios em março deste ano.

Agora, novo EcoSport e Duster se enfrentam aqui no (antecipado) Duelo do De 0 a 100 em igualdade de condições, ambos como linha 2013. Quem leva a melhor?


Chevrolet Onix X Chevrolet Agile
Chevrolet Onix X Hyundai HB20
Nissan Versa X Chevrolet Cobalt
Nissan Versa X Renault Logan 
Nissan Versa X Renault Symbol
Nissan Versa X Fiat Grand Siena
Peugeot 308 X Ford Focus
Nissan Versa X Nissan Tiida Sedan

Preço e equipamentos

Logo no primeiro contato com as tabelas dos dois carros, já é possível notar que o Duster é visivelmente mais barato do que o EcoSport. Por outro lado, o Ford é bem mais equipado que o Renault.

Renault-Duster-Brasil-1.6-16V
Duster 1.6 16V de entrada não deveria existir

1.6 16V

O Duster 1.6 16V parte de R$ 48.300 equipado, de série, com banco traseiro com encosto rebatível 1/1, limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro; tomada 12 volts; sistema CAR (travamento automático a 6 km/h), cintos de segurança dianteiros retráteis com regulagem em altura, ar-condicionado, travas e vidros dianteiros elétricos, direção hidráulica, volante com regulagem de altura; retrovisores, para-choques e maçanetas externas na cor preto; e rodas de ferro aro 16″.

Investindo R$ 2.150 a mais, é possível levar o Duster Expression 1.6 16V (versão intermediária), que tem os equipamentos da versão de entrada, além de airbag duplo, alarme, banco do motorista com regulagem de altura, vidros traseiros elétricos; para-choque superior na cor da carroceria; barras de teto longitudinais na cor preta e rodas de aço aro 16″. Bem que a marca francesa poderia reduzir o valor da Expression de R$ 50.450 para os R$ 48.300 e passar a vendê-la como a versão de entrada.

Renault-Duster-Expression-Brasil
Duster Expression deveria ser a versão de entrada

Com o preço de R$ 53.490, a versão de entrada do EcoSport, S 1.6 16V, é mais cara e mais equipada do que o Duster intermediário. O Ford vem equipado com faróis com LED, para-choques na cor do veículo, direção com assistência elétrica, ar-condicionado; vidros dianteiros, travas e retrovisores elétricos; airbag duplo; freios com sistema ABS, rodas de aço de 15″, abertura elétrica do porta-malas; grade do radiador na cor cinza midgrey; ajuste de altura e profundidade da coluna de direção, ajuste manual de altura do banco do motorista, assento do banco traseiro rebatível, banco traseiro reclinável e com assento e encosto bipartido (60/40); compartimento porta-objetos embaixo do banco do passageiro; fixadores laterais traseiros (2 posições) para cadeiras de crianças (ISOFIX); lavador, limpador e desembaçador do vidro traseiro; porta-luvas climatizado; controle de rádio e comandos configuráveis no volante; Sync Media System com comandos de voz em português (para funções de áudio e telefone) e bluetooth; CD Player com MP3, conexão Bluetooth, entrada USB e entrada auxiliar; tela de 3.5 polegadas no painel central, entre outros itens de série.

EcoSport é mais caro e equipado

O valor do EcoSport S é um pouco inferior ao do Duster Dynamique. Com o preço sugerido de R$ 54.200, a versão topo de linha do Renault tem os itens da Expression, além de bancos traseiros rebatíveis 1/3 – 2/3, volante com revestimento em couro, freios com sistema ABS, faróis de neblina, apoios de cabeça traseiros (3) reguláveis em altura, computador de bordo, retrovisores elétricos, iluminação no porta-malas, retrovisores exteriores cromados, barras de teto longitudinais na cor alumínio, rodas de alumínio aro R16″, para-choque inferior na cor da carroceria; comando satélite de áudio e celular na coluna da direção; e radio CD Player MP3 com 4 alto-falantes, conexão USB/iPod, bluetooth e auxiliar.

Renault-Duster-Dynamique-Brasil
Topo de linha, Duster Dynamique é a melhor versão do Renault

A Ford contra-ataca com a versão intermediária SE 1.6 do EcoSport, que custa sugeridos R$ 56.490 e tem os itens da S além de vidros traseiros elétricos, faróis de neblina, rack (bagageiro) no teto, rodas de aço de 15″ estilizadas e grade do radiador na cor light finish/satin aluminuim. Na minha opinião, a versão SE deveria perder o rack (que viraria acessório, já que não é todo mundo que gosta) e virar a versão de entrada, por R$ 53.490.

Pagando R$ 59.990, é possível levar o sucesso de vendas da Ford, a versão FreeStyle do EcoSport 1.6 16V. Além dos itens da SE, tem ainda 6 alto-falantes, abertura e fechamento global das portas e vidros, acendimento automático das luzes de emergência após frenagem brusca, AdvanceTrac com ESC – Controle eletrônico de estabilidade e tração; ajuste lombar do banco do motorista, alarme volumétrico anti-furto, bagageiro de teto na cor cinza london, computador de bordo, descansa braço do lado do motorista, espelhos retrovisores externos elétricos, na cor cinza london, com pisca integrado, grade do radiador na cor cinza london, assistência de partida em rampas (HLA); manopla de câmbio com acabamento em couro, maçanetas externas das portas na cor cinza midgrey, rodas de liga-leve aro 16″ com Pneus 205/60, ponto de força 12V extra no banco traseiro, sensor de estacionamento traseiro, vidros elétricos dianteiros/traseiros com 1 toque cima/baixo e anti-esmagamento.

EcoSport FreeStyle é a versão que mais vende do Ford

Por R$ 63.690, você leva o FreeStyle completo, com 6 airbags (dianteiro/ laterais e cortinas) e bancos revestidos parcialmente em couro.

A versão mais completa do EcoSport 1.6 16V é a Titanium, que tem preço sugerido de R$ 63.990 e vem com quase todos os itens da FreeStyle, somando acendimento automático dos faróis, acesso Inteligente – sistema de destravamento das portas por sensor de proximidade na chave, ar-condicionado digital, bagageiro de teto na cor prata, espelho retrovisor interno eletrocrômico, espelhos retrovisores externos na cor do veículo, Ford Power – partida sem chave; grade do radiador cromada, limpador do para-brisa com sensor de chuva e maçanetas externas das portas na cor do veículo.

Com motores 1.6 16V e 2.0 16V, EcoSport Titanium é a versão topo de linha

Com 6 airbags (dianteiros/laterais e cortinas) e bancos revestidos parcialmente em couro, o EcoSport Titanium 1.6 custa R$ 67.690.

2.0 16V

Se você gostou do Duster Dynamique, mas acha o motor 1.6 fraco, saiba que, por R$ 57.850, é possível levar a mesma versão, mas com propulsor 2.0 16V. Os itens de série são iguais. O mesmo acontece com o EcoSport FreeStyle 2.0, que custa a partir de R$ 62.490 e tem os mesmos equipamentos do 1.6 16V. Com todos os opcionais, o valor se eleva para R$ 66.190.

A Ford repete a dose com a versão Titanium 2.0, que vem com os itens da 1.6, mas com o preço sugerido de R$ 66.490. Com os únicos opcionais disponíveis do FreeStyle, 6 airbags e bancos revestidos parcialmente em couro, o preço vai para R$ 70.190.

Renault-Duster-4WD-4x4-Brasil
Renault Duster 4WD

Passando agora para os diferenciais das versões 2.0, se você precisar de mais conforto, a versão Dynamique 2.0 do Duster pode ser equipada com câmbio automático de quatro marchas, com o preço de R$ 61.550. Os equipamentos de série são os mesmos da versão Dynamique manual. Caso a sua necessidade seja por mais desempenho no fora de estrada, leve o Duster Dynamique 2.0 4×4 manual, que tem os mesmos itens do 4×2 mecânico e preço sugerido de R$ 62.050 – mas vem com visual diferenciado: rodas de alumínio aro 16″ na cor cinza inox, faróis dianteiros com máscara negra, para-choque inferior na cor preta e soleiras externas na cor da carroceria com a face superior na cor preta.

Com o novo EcoSport, a Ford manteve a mesma proposta da primeira geração do modelo, mas fez evoluções consideráveis, especialmente com câmbio automático. Sai de cena a ultrapassada transmissão de quatro velocidades e entra a moderna caixa manual automatizada de dupla embreagem Powershift, que possui seis marchas. Mantendo os mesmos equipamentos de série das respectivas versões, o EcoSport Powershift custa R$ 63.390 (SE 2.0) e R$ 70.890 (Titanium 2.0 – R$ 74.590 com 6 airbags e bancos parcialmente revestidos em couro).

Ford EcoSport 4WD

Já o EcoSport 2.0 4WD está disponível apenas na versão FreeStyle, com o preço sugerido de R$ 66.090. Completo, com 6 airbags e bancos revestidos em couro, o valor sobe para R$ 69.790. Permanente, a tração nas quatro rodas tem a mesma tecnologia do Ford Escape, com controle inteligente de torque (ITCC) e transmissão manual de seis marchas.

Logo…

Sem dúvidas o EcoSport tem uma lista de equipamentos bem mais atraente do que a do Duster, que não é mal equipado apenas na versão Dynamique. Digo isso porque as versões 1.6 e Expression 1.6 ficam devendo, especialmente em segurança, aspecto que sempre levo muito em consideração. Nesse ponto, o Ford leva muita vantagem.

Por outro lado, o Renault é bem mais barato, não importando a versão. Com a diferença de preço entre as versões 4×4, por exemplo, provavelmente seria possível pagar o IPVA, o emplacamento e, quem sabe, até o seguro.

Com três anos de garantia para ambos, o primeiro quesito avaliado neste Duelo terminou empatado.

EcoSport S 1.6 16V – R$ 53.490
EcoSport SE 1.6 16V – R$ 56.490
EcoSport FreeStyle 1.6 16V – R$ 59.990 (R$ 63.690 completo)
EcoSport Titanium 1.6 16V – R$ 63.990 (R$ 67.690 completo)
EcoSport SE 2.0 16V Powershift – R$ 63.390
EcoSport FreeStyle 2.0 16V – R$ 62.490 (R$ 66.190 completo)
EcoSport FreeStyle 2.0 16V 4WD – R$ 66.090 (R$ 69.790 completo)
EcoSport Titanium 2.0 16V – R$ 66.490 (R$ 70.190 completo)
EcoSport Titanium 2.0 16V Powershift – R$ 70.890 (R$ 74.590 completo)
X
Duster 1.6 16V – R$ 48.300
Duster Expression 1.6 16V – R$ 50.450
Duster Dynamique 1.6 16V – R$ 54.200
Duster Dynamique 2.0 16V 4×2 Manual – R$ 57.850
Duster Dynamique 2.0 16V 4×2 Automático – R$ 61.550
Duster Dynamique 2.0 16V 4×4 Manual – R$ 62.050

Resultado: Ford EcoSport 1 x 1 Renault Duster

Renault-Duster-2.0-Brasil
Duster 2.0 tem 138/142 cv de potência

Desempenho

O Renault Duster possui três opções de câmbio: manual de cinco marchas (1.6), manual de seis marchas (2.0 e 2.0 4×4) e automático de quatro marchas (2.0). Quase igual ao Ford EcoSport: manual de cinco marchas (1.6 e 2.0), manual de seis marchas (2.0 4WD) e manual automatizado de seis marchas (2.0 Powershift).

1.6 16V

Duster e EcoSport possuem a mesma potência com motor 1.6 16V, mas o Ford leva vantagem no torque: 0,5 mkgf maior com gasolina e 0,4 mkgf superior com etanol. Entretanto, o Renault atinge o torque máximo com giro a 500 rpm mais baixo. Os pesos são próximos entre dos dois.

EcoSport 2.0 tem 140,5/147 cv de potência

Na prática, o EcoSport é superior ao Duster em desempenho e consumo, fruto, especialmente, de um projeto mais novo associado a um motor mais moderno, o Sigma 1.6 16V. Mas não pense que o Ford anda muito mais. Pelo contrário, ele vence, mas o Duster não faz feio, embora pudesse fazer bem melhor.

2.0 16V manual

Com motor 2.0 16V, o EcoSport entrega 2,5 cv a mais com gasolina e 5 cv a mais com etanol. Mas o Duster atinge a potência máxima 750 rpm antes. Além disso, o Renault tem mais torque (0,8 mkgf com gasolina e 1,2 mkgf com etanol), que chega 500 rpm com o giro do mais baixo.

Renault-Duster-4x2-Brasil
Com tração 4×2, Duster leva bons 475 litros no porta-malas – Auto Esporte/Reprodução

No dia a dia com o propulsor 2.0, a disputa é mais acirrada do que o 1.6. O Duster Dynamique tem praticamente o mesmo peso do EcoSport Titanium e é 19 kg mais pesado do que o FreeStyle. Entretanto, seu câmbio manual com seis marchas aproveita melhor a força que a motorização 2.0 16V entrega. Pelo lado da Ford, os cavalinhos extras do velho conhecido propulsor Duratec 2.0 16V ajudam um pouco a compensar a falta da sexta marcha no câmbio do EcoSport.

2.0 16V manual 4×4

Se os dois andam praticamente lado a lado com câmbio manual e tração 4×2, com ligeira vantagem para o Renault, o mesmo acontece quando Duster e EcoSport têm tração 4×4. Os 51 kg extras de peso atrapalharam um pouco o Ford. O Renault tem 3 modos para o acionamento da tração: 4×2 (força nas rodas dianteiras), Auto (um sensor analisa quais rodas precisam de mais força e faz a distribuição automática) e Lock (torna o 4×4 mais “sensível”, já que o motorista “avisou” o carro que o terreno é mais complicado, como areia e lama, ao acionar o botão).

EcoSport tem apenas 362 litros de espaço no porta-malas – Auto Esporte/Reprodução

Já o EcoSport possui tração nas quatro rodas permanente. O sistema capta informações dos sensores numa frequência de 60 vezes por segundo e distribui o torque automaticamente para as rodas que mais precisam, com velocidade de resposta de 1 décimo de segundo.

2.0 16V automático X automatizado

Quando emparelhamos as versões sem o pedal da esquerda, vitória folgada do EcoSport. Seu câmbio manual automatizado, de dupla embreagem e seis marchas, garante desempenho e consumo superior ao ultrapassado conjunto do Duster, com transmissão automática convencional de apenas quatro velocidades – mesmo que o Duster seja um pouco mais leve.

Renault-Duster-automático-tranmissão-câmbio-Brasil
Câmbio automático do Duster tem apenas quatro marchas, mas trocas sequenciais são mais legais

O Ford fica devendo nas trocas sequenciais, feitas por botões ridículos na própria alavanca do câmbio – paddle shifts seriam muito melhores! Já o Duster permite que as quatro marchas sejam trocadas em modo manual “cambiando” pela própria alavanca – que é mais divertido do que o concorrente.

O quesito desempenho poderia terminar empatado, já que o EcoSport venceu com motor 1.6 16V e com o 2.0 automatizado, enquanto o Duster levou a melhor com propulsor 2.0 4×2 e 4×4. Mas a vitória fica com o Ford por causa da média de consumo. Infelizmente não consegui fazer as minhas próprias medições. Mas, de maneira geral, analisando os testes dos colegas da imprensa, o EcoSport bebe menos.  

Moderno, câmbio do EcoSport tem dupla embreagem e seis marchas, mas trocas sequeniciais são ruins – iG/Reprodução

Ford EcoSport

Potência 1.6 16V: 110/115 cv (g/e) a 6.500/5.500 rpm
Torque 1.6 16V: 15,6/15,9 mkgf (g/e) a 4.250/4.750 rpm
Potência 2.0 16V: 140,5/147 cv (g/e) a 6.250 rpm
Torque 2.0 16V: 18,9/19,7 mkgf (g/e) a 4.250 rpm
Comprimento: 4,241 m
Largura: 1,765 m (2,057 m com retrovisores)
Altura: 1,672 m (1.696 m – Powershift // 1.701 m – 4WD)
Entre-eixos: 2,521 m
Porta-malas: 362 litros
Tanque: 52 litros
Peso 1.6: 1.228 kg (S); 1.249 (SE); 1.243 kg (FreeStyle)
Peso 2.0: 1.302 kg (SE Powershift); 1.275 kg (FreeStyle); 1.404 kg (FreeStyle 4WD); 1.297 kg (Titanium); 1.316 kg (Titanium Powershift);
Consumo 1.6 (etanol): 7,9 km/l na cidade e 10,8 km/l na estrada (Quatro Rodas 633)
Consumo 1.6 (etanol): 8,2 km/l na cidade e 10,6 km/l na estrada (Auto Esporte 08/2012)
Consumo 2.0 man (etanol): 6,7 km/l na cidade e 8,9 km/l na estrada (Quatro Rodas 634)
Consumo 2.0 aut (etanol): 7,9 km/l na cidade e 10,4 km/l na estrada (Quatro Rodas 637)

Renault Duster

Potência 1.6 16V: 110/115 cv (g/e) a 5.750 rpm
Torque 1.6 16V: 15,1/15,5 mkgf (g/e) a 3.750 rpm
Potência 2.0 16V: 138/142 cv (g/e) a 5.500 rpm
Torque 2.0 16V: 19,7/20,9 mkgf (g/e) a 3.750 rpm
Comprimento: 4,315 m
Largura: 1,822 m
Altura: 1,660 m (1,700 m com barras no teto)
Entre-eixos: 2,673 m
Porta-malas: 475 litros (400 litros 4×4)
Tanque: 50 litros
Peso 1.6: 1.202 kg (1.6 16V); 1.258 (Expression); 1.258 kg (Dynamique)
Peso 2.0: 1.294 kg (Dynamique), e 1.276 kg (Dynamique aut); 1.353 kg (Dynamique 4×4)
Consumo 1.6 (etanol): 6,4 km/l na cidade e 8,3 km/l na estrada (Quatro Rodas 622)
Consumo 1.6 (etanol): 6,4 km/l na cidade e 8,1 km/l na estrada (Auto Esporte 08/2012)
Consumo 2.0 4×4 (etanol): 5,7 km/l na cidade e 8,2 km/l na estrada (Quatro Rodas 622)
Consumo 2.0 4×4 (etanol): 7 km/l na cidade e 7,8 km/l na estrada (Auto Esporte 11/2011)

Resultado: Ford EcoSport 2 x 1 Renault Duster

Renault-Duster-interior-painel-Brasil
Duster tem acabamento e painel simples…

Espaço, acabamento e conforto

Em termos de espaço interno e para bagagem, o Duster leva a melhor. Cinco adultos podem viajar tranquilos graças às proporções maiores do Renault, que é 7 cm mais comprido, 6 cm mais largo e tem entre-eixos 15 cm mais longo! No porta-malas, as versões 4×2 do Duster comportam bons 475 litros, enquanto a 4×4 leva 400 litros – números superiores aos medianos 362 litros do EcoSport.

Por outro lado, o acabamento do Ford é superior. Não é preciso nem muito esforço para notar. Basta entrar em um e, em seguida, no outro para ver. O Duster é muito simples e precisa evoluir. Seu painel é idêntico ao do Logan e do Sandero – tudo para cortar gastos.

Renault-Duster-interior-espaço-Brasil
… mas entrega espaço interno superior

O EcoSport também tem bancos mais confortáveis e uma posição de dirigir muito mais agradável, graças aos ajustes de altura do banco e de altura e profundidade do volante. No Renault, banco e coluna de direção só ajustam em altura. Achei o volante do Duster muito perto do painel, problema que seria resolvido com um ajuste de profundidade. Mas entendo que sou muito alto, por isso não levem tanto em consideração esta minha reclamação.

Banco, posição de dirigir e acabamento do EcoSport são melhores…

Rodando, o ajuste de suspensão torna o Duster mais confortável, mas o volante, com auxilio hidráulico, é mais pesado. No Ford, as imperfeições do piso (infelizmente muito comuns no Brasil) são mais sentidas no volante, que é mais leve por causa da assistência elétrica.

Mais um empate entre os dois. 

Resultado: Ford EcoSport 3 x 2 Renault Duster

… mas espaço interno é inferior, especialmente no banco traseiro

Visual

Este quesito não vale nota, mas o EcoSport é superior. Suas linhas são mais modernas e atraentes, mostrando que a Ford fez bem o dever de casa. O pneu na tampa traseira e a dianteira com uma grade enorme servem para aumentar a robustez do modelo.

Renault-Duster-Brasil

E robustez pode ser a melhor palavra para descrever “o que o Duster passa” ao consumidor. Suas linhas simples, com traços mais retos e “musculosos”, são bem “parrudas”, mas ficaram um pouco antigas ao lado do novo EcoSport. Ficou evidente que o Renault poderia ter o design mais inspirado.

Para fechar este quesito, conversei com quatro mulheres e cinco homens, mostrando três fotos de cada carro, sendo uma da dianteira, uma da traseira e outra do painel. Curiosamente, o único ponto unânime entre os nove foi: o Renault passa a sensação de ser um carro bem mais masculino, enquanto o EcoSport é unissex.

Resumo da Obra

O Renault Duster é maior, mais espaçoso para os ocupantes e para bagagem, além de ser mais barato. Já o Ford EcoSport é bem mais equipado, seguro, com melhor acabamento, e com desempenho e consumo superiores (fazendo uma média geral).

Não foi fácil, mas, pelo conjunto da obra, o EcoSport vence o Duster.

Os pontos que precisam de melhora para o Renault são o acabamento, a segurança, a ergonomia e o consumo, enquanto o Ford precisa ter preços mais baixos, mais espaço para os passageiros (especialmente atrás) e para bagagem e tornar as trocas sequenciais do câmbio mais eficientes e divertidas – o botão na alavanca de câmbio realmente é um atraso.

Renault-Duster-4WD-4x4-Brasil

Se eu fosse escolher um para a minha garagem, seria o EcoSport, principalmente pela posição de dirigir e pela segurança. Mas não gosto do estepe externo, nem preso na tampa do porta-malas (EcoSport), nem abaixo do porta-malas (Duster) – o pneu precisa ficar dentro do carro. Se o Duster tivesse ajuste de profundidade do volante, provavelmente ele teria mais chances de ser o meu carro.

Enquete

Com a pergunta “Qual dos dois é a melhor compra do Brasil?”, a enquete do De 0 a 100 mostrou que a disputa entre Duster e EcoSport é mesmo acirrada. Mas, diferente do resultado final desde Duelo, na pesquisa o Renault levou a melhor, embora eu possa considerar um empate técnico.

Qual dos dois é a melhor compra do Brasil?
1. Renault Duster – 50 votos (50,50%)
2. Ford EcoSport – 49 votos (49,49%)
Total: 99 votos

Nota do editor

Fazer o levantamento de informações do EcoSport deu um trabalho extra. O site da Ford e os dados de imprensa possuem diferenças que não deveriam existir. Vou citar apenas algumas, como o comprimento do veículo (4,239 m x 4,241 m), equipamentos de série (versão SE tem rodas de aço num lugar e de liga-leve em outro), e assim vai. Mas valeu o esforço.

Fotos: EcoSport: Ford/Divulgação // Duster: Renault/Divulgação

Comentários (41)

  1. Me deixou mais confuso… achei que o ecosport ia dar lavada… mas na minha opinião ficou em empate, mas gosto do design da Ford e ele é meu preferido… tb por causa da segurança, afinal, pra mim é o mais importante..

  2. Oi Renato.
    Como vc descreveu que alguns dados tinham diferenças fiquei c/ dúvidas: Conforme descrito, o consumo do EcoSport 2.0(4Rodas)ambos são AT ? E quanto ao consumo do Duster ? Na descrição do consumo do Duster 2.0(4Rodas e AE) um seria AT? Para ambos, o AT bebe menos ?
    Márcio Moreira.

  3. Márcio, os numeros de consumo que consegui são do Duster 1.6 (AE e QR), Duster 2.0 4×4 (AE e QR); EcoSport 1.6 (AE e QR), EcoSport 2.0 manual (QR) e EcoSport 2.0 Powershift (QR).

    Coloquei um “Man” para manual na ficha técnica para facilitar.

    Eu prefiro colocar os dados das revistas do que os divulgados pelos fabricantes. Infelizmente, ainda não recebi nenhuma média de consumo do novo EcoSport e do Duster para acrescentar no Consumo Real.

  4. Após vc acrescentar o “Man” ficou claro que a QR “concluiu” então que o Powershift é mais econômico que o manual. OK!
    Quem tiver Duster ou novo EcoSport, contribua, por favor, com o “Consumo Real” para compararmos melhor.
    Um abç a tds.
    Márcio Moreira.

  5. Renato,
    Estou com a seguinte dúvida: Ecosport FreeStyle 1.6 Zero Km ou Corolla Xei 2.0 AT ano 2011? Levando em consideração que o carro será usado basicamente para viagens a traballho. Qual você levaria?

    Quem quiser opinar tb fiquem a vontade.

  6. Fabio, são dois carros com propostas diferentes. O Corolla entrega mais espaço e conforto. Mesmo automático, seu desempenho com motor 2.0 deve ser superior ao EcoSport 1.6 16V.

    Vale dirigir os dois carros e ver qual deles você gosta mais. Como eu sempre digo, escolha aquele vai te deixar mais feliz e satisfeito, ainda entre duas boas opções do mercado nacional.

    Um abraço!

  7. Boa, Renato!
    Parabéns pela isenção na avaliação e pela sinceridade!
    Depois de muito pesquisar sobre os dois veículos, optei por adquirir o Duster Dynamique 1.6. Tive muitas dúvidas, pois gostei muito dos dois carros.
    Para mim, a vantagem do Duster se deu no espaço interno, na capacidade do porta malas, no jeitão mais parrudo e (mais importante) na diferença absurda de preço do Eco Free 1.6.
    Sou gordo e a posição de dirigir no Duster ficou melhor para mim.
    De qualquer forma, são dois carros muito bons e acho que os detalhes levarão cada um à sua escolha.
    Abraço a todos!

    Carlos Andrade

  8. Tenho um EcoSport PowerShif Titanium.. No manual do proprietário consta que antes dos 1600km o consumo não deve ser considerado. A minha está com +ou – 2300 km atualmente, rodo 40% cidade e 60% estrada. Usei 3 tanques de alcool desde zero e agora estou no terceiro de gasolina.. as médias são:
    Alcool: 7,5 km/L
    Gasolina: 10,38 km/L
    Essas médias eu auferi manualmente, pois no computador de bordo, ele marca 0,8 km/L a mais do real..

    Realmente espero que melhore.. ainda mais depois do aumento da gasolina, que na bomba, já chega a R$ 0,20 por litro! 🙁

  9. Viúva, com dois filhos maiores, genrinho e norinha para carregar.Rodo muito pouco nas estradas, não estou procurando beleza mas, preço e durabilidade… estou pensando no Duster. adorei seus comentários, agradeço, Maria Tereza de Goiânia

  10. Pastor, usando o meu ex e o meu atual carro como referências, depois de rodar de 5 mil a 10 mil km, o consumo de combustível melhorou um pouco. Não é nada espetacular, mas pude notar nas médias.

    Meu atual fazia 6,8 km/l na cidade com gasolina e passou a fazer entre 7,1 km/l e 7,4 km/l. Já o meu antigo, um Chevrolet Astra, na estada fazia 12 km/l e passou a fazer entre 13,5 e 14 km/l depois de certa quilometragem. Estes números foram alcançados sempre com gasolina comum e com o mesmo motorista (eu).

  11. Oi Renato
    Excelente reportagem………….não tenho nenhum dos dois carros………..curto sedãns………..mas passados 5 meses de Ecosport na concorrência, é fato:……….nas ruas vemos de cada 10, sete/oito Duster e dois ou três Ecosport. Acredito q a Ford fez mistério demais com o lançamento e acabou não colocando um carro superior no mercado……….colocou sim um similar em todos os aspectos………e esta vendendo bem o de menor preço e maior espaço interno. Os compradores estão começando a pensar. Isso é bom. Abraço.

  12. Simples, se o carro é para voce, é o Duster, se é para sua mulher é a EcoSport, eu comprei há 9 meses o Duster TechRoad 1.6 e só trocaria pelo 4×4, é espetacular!!!

  13. Weslei, ambos possuem sistemas 4×4 parecidos. Nenhum deles enfrenta um offroad muito pesado, mas ambos se saem bem em trilhas e superfícies relativamente acidentadas. Aí é só avaliar em qual terreno vai rodar e qual dos carros mais te agrada.

    Um abraço

  14. Colega Renato, preciso discordar quanto ao funcionamento do 4×4. No Duster, há a distribuição equitativa do torque para as 4 rodas, quando acionado o 4×4. No novo Ecosport, a distribuição para as rodas traseiras é de apenas 25% do torque, ficando 75% para as dianteiras.

    Logo, quem vai andar muito em areias de praia, lamaçal etc., o duster parece ser um pouco mais adequado. ABs.

    • Walter, o Duster tem espaço interno melhor. Confesso que, nesse exato momento, não me lembro especificamente do espaço para a cabeça. Mas o melhor que você pode fazer é ir com calma às concessionárias da Renault e da Ford para ajustar o banco do motorista do jeito que mais te agrada. Aí você vai poder comparar.

      Um detalhe importante, que comentei acima: o EcoSport tem bancos mais confortáveis e uma posição de dirigir muito mais agradável, graças aos ajustes de altura do banco e de altura e profundidade do volante. No Renault, banco e coluna de direção só ajustam em altura.

      Um abraço!

  15. Renato, Gostaria que você falasse um pouco sobre os pneus da EcoSport e do Duster. Tem pneus diferentes para cidade e campo (estrada de chão)?

    • Arsenio, as marcas costumam trabalhar com pneus normais e com pneus de uso misto – 90% asfalto e 10% terra. Esse pneu de uso misto melhora o comportamento geral do veículo em estradas de terra, colaborando com a aderência. Mas, no asfalto, eles costumam ser um pouco mais ruidosos em relação a um pneu normal.

      Consegui te ajudar? Um abraço.

  16. Excelente trabalho, Parizzi. Parabéns!
    Só um comentário: minha mulher não gostou do Duster. Achou feinho. Ela adorou o Ecosport. Aí, fui lá e comprei. Como eu só faço o que ela manda, amei o Ecosport também! Abraço a todos.

  17. acredito que num futuro próximo a Renault deva fazer algumas mudanças para concorrer mais próximo com a Ford principalmente no quesito segurança e tbm do volante mais longe do painel ai quem sabe troco meu eco pelo duster quem sabe tbm tira o pneu da porta porque tenho uma leve impressão que numa subida ele pesa um pouco por isso.tbm diferença de preço e muito grande.

  18. Já tive 4 Ecosport e atualmente tenho um Duster posso dizer que ambos são otimos veiculos. Se o mesmo for de uso compartilhado( marido e mulher ) sugiro a Eco, pois o Duster passa a sensação que foi projetado especialmente para o publico masculino.

  19. Eu so queria dizer que tenho uma duster 1.6 dynamique e estou muito contente com o consumo: 12.5 na estrada e 11 na cidade eu não esperava

  20. O Duster é muito maior do que o Ecosport. + 30 centímetros! Incomparável. O Duster é muito melhor, mais útil, melhor para famill, recreação, habilidade de atravessar, e R-link.

  21. Já fiz test drive nos dois e fiquei em dúvida, pois gostei de ambos. Creio que a posição de dirigir da eco é melhor, porém este item é subjetivo, ou seja, o que é bom pra mim pode não ser pra vc . Porém pra que busca espaço a Suster ganha de lavada. Enfim, pra uma pessoa solteira ou pra um casal sem filhos ou no máximo com um filho, sugiro a Eco, agora pra uma família maior e se os filhos forem já crescidos, sugiro a Duster. Enfim dois ótimos veículos!

  22. Antes de mais nada…vamos ser sincero…Ecosport é um fiesta disfarçado de SUV, por esses motivos é mais indicado para quem raramente vai colocar o carro em estrada de chão/areia…ou seja melhor no asfalto, direçaõ elétrica,..ou seja tudo como já disse um carro normal!
    Agora se você pretende colocar com frequencia em estrada ruim e/ou se gosta de se aventurar em estrada de chão/areia…daí a duster da um “banho” na Ecoesport…não tem nem comparação!!! não estou querendo dizer que a Duster é perfeita (longe disso), mas considerando custo/beneficio acho que ainda é o melhor SUV popular!!!
    OBS: trabalho em obras em que é necessário andar em estrada de chão e já fiquei muitos messes com os dois modelos !!!
    Abs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *