Duelo: Chevrolet Onix X Chevrolet Agile

Com a chegada do Sonic e, especialmente, do Onix, uma pergunta começou a ser feita pelos consumidores e até pela própria Chevrolet: o que vai acontecer com o Agile? Seu irmão mais novo, que recentemente enfrentou o HB20 aqui no De 0 a 100, é mais bonito, moderno, barato e conta com a evolução mecânica do motor 1.4, sem contar que, num futuro próximo, será equipado com o câmbio automático de seis marchas (conforme anuncio já feito pela marca).

Já o Agile passou a ser equipado com a transmissão manual automatizada Easytronic há pouco tempo e, neste ano, poderá receber um “upgrade” no propulsor 1.4. Isso será suficiente para elevá-lo a um patamar mais atraente? Não! Por isso, para a linha 2014, a Chevrolet também prepara a primeira reestilização do modelo – primeira e última, já que, até o momento, não existe planos para termos uma nova geração do Agile no nosso mercado (o modelo morreria até o final de 2015).

Enquanto isso não acontece, Agile e Onix travam um Duelo especial dentro do quintal da GM. Quem será o “queridinho” da família?

Chevrolet Onix X Hyundai HB20
Ford EcoSport X Renault Duster
Nissan Versa X Chevrolet Cobalt
Nissan Versa X Renault Logan 
Nissan Versa X Renault Symbol
Nissan Versa X Fiat Grand Siena
Peugeot 308 X Ford Focus

Preço e equipamentos

Por R$ 29.990, a versão LS 1.0 do Onix vem equipada de série com direção hidráulica, pneus 175/70 R14, freios ABS com EBD, airbags frontais, alça dianteira retrátil do teto do passageiro, ar quente, desembaçador e limpador traseiro, brake light, cintos de segurança dianteiros com ajuste de altura e cintos dianteiros e traseiros de três pontos, para-choques dianteiro e traseiro na cor do veículo, além de sistema para abertura da tampa de combustível pela chave.

Desconsidere a LS e parta já para os R$ 31.690 do Onix LT, que vem equipado com os itens do LS, com a adição de pneus 185/65 R14, alavanca de transmissão cromada, abertura elétrica do porta-malas pela chave, travas e vidros dianteiros elétricos, alarme anti-furto, antena, banco do motorista com regulagem de altura, banco traseiro bi-partido (60/40), chave do tipo canivete com fechamento de portas e vidros, controle de luminosidade do painel de instrumentos e controles de ventilação cromados;  luz de cortesia no porta-luvas e porta-malas, maçanetas das portas na cor do veículo; moldura da grade do radiador e das saídas de ar cromadas; painel das portas com acabamento em tecido; para-choques dianteiros e traseiros com acabamento preto fosco; protetor de carter, puxadores internos das portas cromados, e volante com regulagem de altura e acabamento de pintura metalizada.

Com sistema MyLink e ar-condicionado, O Onix LT 1.0 sai R$ 34.990.

1.4

Passando para as versões do Onix que mais interessam neste duelo, as 1.4 (já que o Agile só tem este motor), a LT 1.4 tem os itens da 1.0, além de faróis dianteiros com máscara negra e lente decorativa Ice Blue, pneus 185/65 R15, lanternas traseiras com lentes escurecidas e saia lateral com acabamento em preto. Seu preço: R$ 35.290. Quando equipada com sistema MyLink e ar-condicionado, a versão LT 1.4 custa R$ 38.490.

O Agile de entrada, LT 1.4, custa sugeridos R$ 39.690 e vem equipado com ajuste altura banco motorista e do volante, direção hidráulica; limpador, lavador e desembaçador vidro traseiro; piloto automático; computador de bordo; acendimento automático dos faróis; rodas de aço de 15″ com calotas integrais; molduras laterais na cor preta; travas e vidros dianteiros (com sistema um toque) elétricos; alarme; banco traseiro com encosto dividido 1/3 e 2/3 rebatível; banco dianteiro do passageiro com encosto rebatível; travamento automático das portas ao atingir 15 km/h; trava de segurança suplementar nas portas traseiras (trava para crianças); sistema de luz “leve-me” (as luzes externas do carro se acendem automaticamente ao destravamento das portas pelo controle remoto) e “siga-me” (faróis permanecem acesos por um período de tempo após o desligamento do motor e fechamento/travamento das portas); airbag duplo frontal; rádio com MP3 Player, Bluetooth, Leitor USB e entrada auxiliar frontal; e ar-condicionado. Lamentavelmente o sistema ABS de freios ficou de fora da versão LT.

Traseira passa, mas coluna lateral tem solução muito feia

Por R$ 41.990, a versão LTZ 1.4 do Chevrolet Onix, a topo de linha, além dos itens encontrados na versão LT, oferece ainda pneus 185/70 R15, acionamento elétrico dos vidros traseiros, ar-condicionado, computador de bordo, conexão Bluetooth para celulares, conjunto de alto-falantes (2 dianteiros e 2 traseiros), entrada USB, espelhos retrovisores com controle elétrico, faróis de neblina, rodas de alumínio com acabamento diamantado e sistema multimídia MyLink. A pintura metálica custa R$ 850.

Já o Agile LTZ 1.4 tem preço sugerido de R$ 41.590 e vem equipado de série com itens do LT, além de faróis de neblina; luz de neblina traseira acoplada à lanterna traseira – lado do motorista; vidros traseiros elétricos; sistema ABS de freios com distribuição eletrônico de frenagem (EBD); moldura cromada das grades dianteiras e molduras de proteção nas laterais na cor do veículo; rodas de liga leve 6J x 15″ com face usinada e fundo na cor cinza argentio, pneus 185/60 R15; controle remoto elétrico dos espelhos retrovisores externos; e rádio AM / FM stereo com informações enviadas das estações sintonizadas, CD/MP3/WMA player, Bluetooth, reconhecimento de voz e discagem automática do celular, entrada auxiliar frontal e leitor USB.

No Agile, o câmbio pode ser manual automatizado Easytronic

O único opcional da versão LTZ é o câmbio manual automatizado Easytronic da segunda geração (com Dual BAS – Sensor de liberação do acelerador ao se pisar no freio – e Auto start – Sistema de ignição do motor com somente um toque no giro da chave), que custa R$ 2.200, elevando o valor final para R$ 43.790. A pintura metálica custa R$ 854.

Com ABS, ar-condicionado e sistema MyLink, o valor do Onix LT 1.4 completo é R$ 1.200 inferior ao do Agile LT 1.4. Ponto para o Onix.

Nas versões topo de linha, LTZ 1.4, o nível de equipamentos é semelhante. O Onix é R$ 400 mais caro, mas conta com o sistema MyLink e com outra diferença que o faz vencer com tranquilidade o Agile no quesito avaliado: tem 3 anos de garantia, contra 1 do “jovem veterano”.

No Onix, câmbio será automático de seis marchas, como no Cruze

Chevrolet Onix LS 1.0 – R$ 29.990
Chevrolet Onix LT 1.0 – R$ 31.690
Chevrolet Onix LT 1.0 + MyLink – R$ 32.890
Chevrolet Onix LT 1.0 + ar-condicionado – R$ 33.790
Chevrolet Onix LT 1.0 + MyLink e ar-condicionado – R$ 34.990
Chevrolet Onix LT 1.4 – R$ 35.290
Chevrolet Onix LT 1.4 + MyLink – R$ 36.490
Chevrolet Onix LT 1.4 + ar-condicionado – R$ 37.290
Chevrolet Onix LT 1.4 + MyLink e ar-condicionado – R$ 38.490
Chevrolet Onix LTZ 1.4 – R$ 41.990
X
Chevrolet Agile LT 1.4 – R$ 39.690
Chevrolet Agile LTZ 1.4 – R$ 41.590
Chevrolet Agile LTZ 1.4 Easytronic – R$ 43.790

Preços: 31/12/2012

Resultado: Chevrolet Onix 1 x 0 Chevrolet Agile

Desempenho

Os dois carros são parecidos em desempenho e comportamento – claro, pois são irmãos e têm praticamente o mesmo motor 1.4 (Econo.Flex X sua evolução, o SPE/4). Mas o Onix é sempre um pouco melhor. Na hora de acelerar, ele é mais rápido, assim como nas retomadas. O acerto do câmbio é mais eficiente e os poucos quilos a menos e cavalos a mais também ajudam um pouco.

MyLink é um dos destaques do Onix

Se isso não bastasse, o Onix é mais silencioso e bebe menos. O único ponto favorável ao Agile que notei foi na hora de frear. Por incrível que pareça, ainda mais por ser um carro com sistema de freios bastante questionado logo que começou a ser vendido, em 2009, o “veterano” passou mais segurança – ambos com ABS.

Neste quesito, mais uma vitória do Onix, embora precise melhorar nas frenagens, o que deve acontecer com a evolução da fabricação do modelo.

Chevrolet Onix
Potência 1.0 8V: 78/80 cv (g/e) a 6.400 rpm
Torque 1.0 8V: 9,5/9,8 mkgf (g/e) a 5.200 rpm
Potência 1.4 8V: 98/106 cv (g/e) a 6.000 rpm
Torque 1.4 8V: 13/13,9 mkgf (g/e) a 4.800 rpm
Comprimento: 3,930 m
Largura: 1,705 m (1,964 m com retrovisores laterais)
Altura: 1,484 m
Entre-eixos: 2,528 m
Porta-malas: 280 litros
Tanque: 54 litros
Peso: 1.012 kg (LS 1.0), 1.019 kg (LT 1.0), 1.018 (LT 1.4) e 1.067 kg (LTZ)
Consumo 1.0 (etanol): 7,6 km/l na cidade e 11,2 km/l na estrada (Quatro Rodas 636)
Consumo 1.4 (etanol): 7,9 km/l na cidade e 10,9 km/l na estrada (Quatro Rodas 636)

Chevrolet Agile
Potência 1.4 8V: 97/102 cv (g/e) a 6.000 rpm
Torque 1.4 8V: 13,2/13,5 mkgf (g/e) a 3.200 rpm
Comprimento: 3,996 m
Largura: 1,683 m (1,918 m com retrovisores laterais)
Altura: 1,539 m
Entre-eixos: 2,543 m
Porta-malas: 327 litros
Tanque: 54 litros
Peso: 1.055 (LT) e 1.063 kg (LTZ)
Consumo 1.4 (etanol): 7,5 km/l na cidade e 9,7 km/l na estrada (Quatro Rodas 638)

Resultado: Chevrolet Onix 2 x 0 Chevrolet Agile

Espaço, acabamento e conforto

Mesmo mais comprido e com distância entre-eixos um pouco maior, o Agile não leva vantagem nítida no espaço interno. Ambos levam seus ocupantes com espaço semelhante, com a sensação de mais “aconchego” no Onix. Mas o Agile tem o porta-malas 47 litros maior, o que pode ser um fator importante na hora da compra.

Onix

Em termos de acabamento e conforto, assim como aconteceu com o desempenho, o Onix é sempre um pouco melhor. Embora o interior dos dois seja muito semelhante em termos de materiais, o novo Chevrolet leva vantagem – mas os dois deixam um pouco a desejar na qualidade geral dos materiais empregados.

Fruto de uma plataforma mais nova, o Onix compartilha diversos pontos com seus irmãos maiores e mais novos – como o volante, por exemplo, que vem do Cruze (assim como o futuro câmbio automático de seis marchas). Já o Agile tem aspectos que remetem aos Chevrolet mais antigos, como a chave, igual a do Astra, e o câmbio Easytronic, que vem do Meriva (um pouco melhorado) – sem contar detalhes de Vectra e Zafira.

Ao olhar o painel, notamos como o Agile ficou para trás: ponteiros tradicionais, números minimalistas e sistema de som pequeno (sigle din) e meio escondido. O Onix tem painel com velocímetro digital (um pouco melhor do que o “moto” do Sonic”), números maiores e sistema MyLink, que dispensa novos comentários. Mas o marcador de combustível do Agile, analógico, é melhor do que o do Onix, digital.

Agile

Em termos de ergonomia, embora ofereçam ajuste de altura do banco e da coluna de direção, ambos ficam devendo o ajuste de profundidade do volante. O Onix poderia melhorar também no puxador da porta, que é baixo e recuado.

Resultado: Chevrolet Onix 3 x 0 Chevrolet Agile

Visual

Este é um aspecto subjetivo e, por isso, não vale nota. Na minha opinião, vitória fácil do Onix. As linhas do Agile deixam bastante a desejar. A enorme e feia dianteira e a aceitável traseira brigaram pouco antes do lançamento e até hoje não se gostam, enquanto a lateral, que poderia não se comprometer, se deu mal por causa da coluna traseira – uma das soluções mais feias do mercado nacional.

Onix tem velocímetro digital

Depois de colocar no mercado carros não muito bonitos, como o Cobalt, e veículos feios, como o Spin, a Chevrolet mostra que aprendeu com os erros e provou que pode lançar um carro mais acessível bonito e que segue linha mundial de design mundial da marca. O Onix tem visual mais agradável. Sua dianteira é proporcional para o seu tamanho, enquanto sua traseira, inspirada no Volkswagen Gol, não compromete.

Resumo da obra

O Agile é um carro legal, mas que nasceu exatamente no meio da transição entre a velha e a nova Chevrolet. Por isso, ele tem aspectos antigos e novos ao mesmo tempo, o que o torna um produto inferior ao seu adversário.

Painel do Agile é, no mínimo, curioso

O Onix é mais moderno, tem melhor desempenho e consumo, oferece ABS em todas as versões, é mais barato e mais equipado na versão LT (e superior nos detalhes na versão LTZ) e têm três anos de garantia, contra um do “veterano”. Realmente, um veículo muito superior. Além disso, o Onix receberá o câmbio automático de seis marchas e uma versão sedã, o que garante uma vida longa – diferente do Agile, que, sem lugar “dentro de casa” e perspectivas, deve morrer até 2015.

Vitória tranquila do Onix.

Fotos: Chevrolet/Divulgação

Atualização (07/01/2013)
Vejam os preços sugeridos pela Chevrolet com a volta parcial do IPI:
 
Chevrolet Onix LS 1.0 – R$ 30.790
Chevrolet Onix LT 1.0 – R$ 32.590
Chevrolet Onix LT 1.0 + MyLink – R$ 33.890
Chevrolet Onix LT 1.0 + ar-condicionado – R$ 34.790
Chevrolet Onix LT 1.0 + MyLink e ar-condicionado – R$ 36.090
Chevrolet Onix LT 1.4 – R$ 36.190
Chevrolet Onix LT 1.4 + MyLink – R$ 37.490
Chevrolet Onix LT 1.4 + ar-condicionado – R$ 38.190
Chevrolet Onix LT 1.4 + MyLink e ar-condicionado – R$ 39.490
Chevrolet Onix LTZ 1.4 – R$ 43.090
X
Chevrolet Agile LT 1.4 – R$ 40.320
Chevrolet Agile LTZ 1.4 – R$ 42.320
Chevrolet Agile LTZ 1.4 Easytronic – R$ 44.920

Comentários (26)

  1. Matéria com precisão cirúrgica!
    Vamos as vendas da primeira quinzena de dezembro/12 desses dois carros:
    Onix (6.031), Agile (1608).
    Acho que o consumidor concorda com o Parizzi.

  2. Parizzi, vc acha q foi boa a ideia da Chevrolet de lançar o Agile Easytronic?

    Sobre os dois, sem dúvida o Onix vale mais a pena. Se que precisar de porta-malas maior, compro um sedã.

  3. Muito obrigado Celestino!

    Bruno, com toda sinceridade, acho que foi um grande erro estratégico de mercado (e até uma sacanagem com o próprio Agile) que a Chevrolet tenha lançado o câmbio Easytronic para o modelo.

    No meu ponto de vista, teria sido melhor equipar todos os modelos com o câmbio automático de seis marchas, ganhando em escala de produção (que deveria reduzir os preços) e oferta de peças de reposição.

    Comprar um Agile Easytronic, na fase mais decadente da história do veículo desde o seu lançamento em 2009, não parece mesmo uma boa ideia…

  4. Oi César. Chance existe, mas ainda é incerto o que vai acontecer. Na Argentina, o Spark é mais caro que o Agile e mais barato do que o Sonic hatch.

    Se ele fosse virar o nosso Celta, ele precisaria ser depenado para custar cerca de R$ 25.000.

  5. Sem dúvida. O Spark é bem compacto com um entre-eixos de 2,38m. O preço de entrada teria que ser esse que vc sugeriu, chegando aos R$32k completíssimo (My Link, ar, direção, trio elétrico, rodas, alarme, etc).
    Vou torcer, afinal, o Celta vende bem mas já está na hora de aposentar.

  6. Valeu Parizzi!
    A GM vem se esforçando para renovar seus veículos por aqui mas o Celta, o Classic e o Agile já merecem se aposentar. Para 2013, a chegada do novo Prisma 2014, da Tracker e do Malibu poderão melhorar mais um pouco a grade da GM por aqui, desde que venham com preços competitivos. Mas ainda faltará um carro pequeno moderno para competir com o UP, o novo Ka, o J2, etc.

  7. Parece que sou a única satisfeita com o Agile por aqui.. Um ótimo carro! Ótimo custo benefício. Conforto, espaço, segurança, desempenho, baixa manutenção.. Talvez o Onix ganhe em consumo.. talvez.. Afinal, consumo tem muito a ver com a pisada do condutor. Sei que ainda não vi um motor 1.4 fazer a marca que o Agile faz com o desempenho que ele tem na estrada. Acho uma sacanagem retirá-lo do mercado. Mas isso é coisa da Chevrolet ( a exemplo, o Sonic!) e não problemas com o carro. Não vejo nada de mais no Onix, que tem um pacote básico que todo carro tem e muitas falsas vantagens, como por exemplo os 3 anos de garantia só servem mesmo para se gastar mais com revisões obrigatórias salgadas nas montadoras.. Vou ficar mesmo é com meu carrinho, o ligeirinho das pistas!

  8. Parizzi, li essa materia e agora fiquei numa duvida cruel … desejo comprar um seminovo : agile,onix,prisma ?
    A partir dessa materia e sua experiencia qual seria mais vantagem ?

    • Vinicius, escolha aquele que vai te deixar mais feliz e satisfeito. Se fosse eu, iria de Onix ou Prisma, deixando o já aposentado Agile de fora. Onix e Prisma são dois carros que deram certo – foram bem aceitos no mercado brasileiro (diferente do Agile). Além disso, o Onix é a evolução natural do Agile. Logo, na hora de escolher, veja se você precisa de porta-malas (Prisma vale mais). Caso contrário, opte pelo Onix. Sempre optando pelas versões 1.4. Um abraço!

    • Vinicius pesquisa no reclame aqui quem tem mais reclamações, O agile ou o onix ? o onix apesar de ser bem mais novo no mercado esta com muito mais reclamações.

  9. Opa queria saber se mais pra frente quando meu motor econoflex 1.4 der PAL compensa eu colokar um motor de agile? Sera q da adaptação pro prisma antigo? Queria dar mais potência nele!! Obrigado e ate mais

    • Por que os motores de corsa e agile tem mais torque e achei q como o prisma e mais leve (versão 2009 ) poderia ganhar bem mais potencia !! Obrigado de novo galera

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *