Conheça 14 carros automáticos e automatizados que custam até R$ 50.000 e dê férias para o seu pé esquerdo!

cambio-automatico-transmissao-automatizada

Depois de muito tempo, o consumidor brasileiro passou a aceitar melhor o câmbio automático, que traz mais conforto e comodidade ao motorista. Percebendo essa mudança de comportamento, as montadoras passaram a oferecer essa opção de transmissão para os seus veículos mais requintados. Mas, nos últimos anos, automóveis mais baratos passaram a ser equipados com câmbios automáticos ou automatizados. Pensando nisso, montei uma lista com 14 carros que custam até R$ 50.000 e que podem dar férias para o seu pé esquerdo!

Para facilitar a organização dos modelos, separei os carros em duas categorias: hatches e sedãs. É importante dizer que, nas duas listas, estão veículos equipados com câmbio automático tradicional e com a transmissão manual automatizada, que nada mais é do que um câmbio manual, sem o pedal da embreagem, que tem um “robozinho” que faz as trocas de marcha. Esse sistema exige praticamente os mesmos cuidados (manutenção) de uma transmissão manual.

A ordem dos carros abaixo está por preço, começando pelo mais baixo e descendo para o mais alto. Todos eles têm pintura sólida (mais barata). A cotação de preço foi feita no dia 07/12/2013 no site de cada marca.

Como todos os carros da lista são equipados de série com airbag duplo frontal e freios com sistema ABS, acrescentei sempre ar-condicionado e direção hidráulica nos modelos em que esses equipamentos são opcionais – afinal, se você comprar um carro automático/automatizado sem esses dois itens, terá um “mico de mercado” na garagem.

Vamos lá!

HATCHES

Volkswagen-Gol-I-Motion-automatizado-2014

Volkswagen Gol 1.6 I-Motion – R$ 37.130
O líder de vendas no Brasil é o mais barato das duas listas que montei. Equipado com motor 1.6 flex (101/104 cv), ele vem com câmbio manual automatizado I-Motion, um dos melhores desse tipo. Além disso, o hatch alemão tem como destaque o valor inicial. Pelo preço acima, o Gol vem pouco equipado: duas portas, abertura elétrica do porta-malas, banco do motorista com regulagem de altura, coluna de direção com ajuste de altura e profundidade, tomada 12V, conta-giros; limpador, lavador e desembaçador traseiro; travamento elétrico das portas, vidros dianteiros elétricos, airbag duplo dianteiro e freios ABS com EBD.

Ar-condicionado e direção hidráulica? Só pagando mais R$ 4.958 (escolhendo o kit I-Trend - 4 alto-falantes e 2 tweeters, aerofólio traseiro, antena no teto, bancos dianteiros com cobertura lateral, bolsa porta-revista nos encostos dianteiros, chave canivete sem controle remoto (reserva simples), faróis duplos com máscara negra, frisos laterais externos, grade dianteira pintada em preto ninja; I-System; iluminação no porta-malas, luz interna com interruptor nas portas, moldura do espelho retrovisor externo na cor do veículo; pneus 195/55 R15 (rodas 6J x 15), revestimentos dos bancos em tecido; sistema de som com rádio AM/FM, CD-player bluetooth, MP3 player e entradas USB e aux-in; “supercalotas” e volante de direção multifuncional) que faz o preço final subir para R$ 41.758.

Volkswagen-Fox-I-Motion-automatizado-2014

Volkswagen Fox 1.6 I-Motion – R$ 39.280
Assim como o irmão Gol, o Fox também vem equipado com motor 1.6 8V e câmbio manual automatizado I-Motion. Embora não seja mais um grande diferencial, seu espaço interno continua sendo um de seus principais atrativos.

De acordo com a Volkswagen, por sugeridos R$ 39.280, os principais equipamentos de série são 4 portas, direção hidráulica, roda aço 15″, 17 porta-objetos, gaveta sob o banco do motorista, faróis com máscara negra, refletores no para-choque traseiro, porta-revistas nos bancos dianteiros; limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro, tomada 12V, banco do motorista com ajuste de altura, chave canivete sem controle remoto (reserva simples), airbag duplo dianteiro e freios ABS com EBD. O ar-condicionado custa R$ 2.820 e eleva o preço do Fox para R$ 41.200.

Fiat-Palio-Essence-automatizado-Dualogic-Plus-2014

Fiat Palio Essence 1.6 Dualogic Plus – R$ 41.385
O Palio conta com motor 1.6 16V flex E.TorQ (115/117 cv) e com o câmbio manual automatizado Dualogic Plus (segunda geração dessa caixa, que recebeu boas melhorias quando foi lançada). Seu destaque é o custo/benefício: seu preço sugerido é inferior ao do Gol quando o Volkswagen está equipado com ar-condicionado e direção hidráulica. Uma pena que a versão 2014 do Palio tenha trazido poucas novidades.

Os principais itens de série do hatch da Fiat são 3 apoios de cabeça traseiros rebaixados e com regulagem de altura, ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, banco traseiro rebatível com 2 posições para o encosto, bolsa porta-objetos nas portas dianteiras e traseiras, brake light, chave canivete com telecomando para abertura das portas, vidros e porta-malas; computador de bordo; conta-giros; limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro; direção hidráulica; faróis biparábola, faróis de neblina; airbag duplo dianteiro e ABS com EBD; My Car Fiat (personaliza várias funções do carro); para-choques, maçanetas externas e retrovisores na cor do veículo; rodas de aço estampado 6.0 x 15″ (Pneus 185/60 R15 com baixa resistência a rolagem), tomada 12V, travas elétricas + trava automática das portas a 20 km/h; vidros elétricos dianteiros com one touch e antiesmagamento, volante com regulagem de altura, piloto automático, entre outros.

Kia-Picanto-flex-Brasil-automatico

Kia Picanto 1.0 – R$ 41.900
O pequeno coreano vinha sofrendo constantes variações de preço por causa dos impostos. Agora que, finalmente, a Kia decidiu participar do Inovar-Auto, os preços de seus carros ficarão mais competitivos, como o do Picanto que, com câmbio automático de quatro marchas e motor 1.0 12V flex (77/80 cv), custa menos de R$ 42.000.

Os principais equipamentos de série da versão J.368 (intermediária) automática são airbag duplo frontal, vidros elétricos nas quatro portas; retrovisores elétricos; rádio CD/MP3 player com entrada auxiliar USB e para iPod; controles de áudio no volante; faróis de neblina; rodas de liga leve de aro 14″; direção elétrica; travamento central elétrico para portas e porta-malas; ar-condicionado; indicador de condução econômica – ‘Eco Driving’; direção elétrica, freios ABS, lanternas dianteiras e traseiras com led; banco do motorista com regulagem de altura; banco traseiro rebatível e bipartido (60/40); revestimento de couro no volante e na alavanca de câmbio; limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro e volante com regulagem de altura.

Chevrolet-Onix-LT-LTZ-cambio-automatico-Brasil-2014

Chevrolet Onix LT 1.4 – R$ 43.990
Muito mais moderno do que seu irmão Agile, o Onix é um carro que tem como destaque nessa versão LT (intermediária) com todos os opcionais o visual, o sistema MyLink e o câmbio automático de seis marchas, um dos mais avançados de todos desse post. Seu motor 1.4 8V (98/106 cv) foi atualizado andar mais e beber menos.

Seu preço poderia ser mais baixo, mas a Chevrolet prefere sempre aumentá-lo. O Onix LT completo tem como principais equipamentos de série airbag duplo frontal, freios ABS com EBD, desembaçador e limpador do vidro traseiro, rodas de aço aro 15” com calotas integrais, maçanetas externas e cobertura dos retrovisores externos na cor do veículo; antena, banco do motorista com ajuste de altura; direção hidráulica; coluna de direção com ajuste de altura; travas elétricas das portas e porta-malas; vidros dianteiros elétricos, alarme, chave canivete, faróis com máscara negra e lanternas escurecidas, ar-condicionado, MyLink e controle automático de velocidade (cruise control).

Chevrolet-Agile-LTZ-2014-Brasil-Easytronic-flex-visual-dianteiro

Chevrolet Agile LTZ 1.4 Easytronic – R$ 45.690
As mudanças visuais da linha 2014 fizeram bem ao Agile, mas o projeto antigo não ajuda. Embora tenha um espaço interno interessante, seu conjunto já está ultrapassado. Prova disso é que nem a Chevrolet parece acreditar no carro, já que manteve o motor 1.4 8V Econo.Flex (97/102 cv – não o atualizou para o SPE/4) o equipou com o câmbio manual automatizado Easytronic (geração 2), o pior de todos desse post. Vale muito mais pagar menos e levar o Onix acima.

Pelo menos o Agile tem como principais equipamentos de série ar-condicionado, direção hidráulica, airbag duplo frontal, freios ABS com EBD e BAS, volante com controle de audio, telefone e controlador de velocidade de cruzeiro; computador de bordo, acendimento automático dos faróis, rodas alumínio 16” com pneus 195/55 R16; chave principal dobrável tipo canivete; faróis e lanterna de neblina; ajuste altura banco motorista; banco traseiro com encosto dividido 1/3 e 2/3 rebatível; limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro; travas elétricas das portas; vidros elétricos dianteiro e traseiro; alarme com ultrasom; espelhos retrovisores externos elétricos e rádio com CD/MP3 player, USB e Bluetooth.

Fiat-Punto-Essence-automatizado-Dualogic-Plus-2014

Fiat Punto Essence 1.6 Dualogic Plus – R$ 45.995
O compacto premium da Fiat conta com o mesmo conjunto mecânico do Palio: motor 1.6 16V e câmbio manual automatizado Dualogic Plus. Seu destaque é a boa posição de dirigir, além do visual (ainda atrativo). Sua linha 2014 ganhou poucas novidades para enfrentar a concorrência.

Por quase R$ 46.000, o Punto Essence vem equipado de série com piloto automático, 3 apoios de cabeça traseiros rebaixados e com regulagem de altura, ar-condicionado + para-brisas degradê; banco do motorista com regulagem de altura, bolsa porta-revistas no encosto dos bancos dianteiros, brake light, chave canivete com telecomando para abertura das portas, vidros e porta-malas (abertura manual pela porta do motorista); comando interno de abertura da tampa do tanque de combustível, computador de bordo; limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro; direção hidráulica, faróis de neblina, Fiat Code 2ª geração, Follow me home, airbag duplo frontal, freio ABS com EBD; iluminação do porta-malas; lanternas traseiras com iluminação a led; Logo Push (sistema de abertura elétrica do porta-malas); My Car Fiat (personaliza várias funções do carro); para-choques, maçanetas externas e retrovisores na cor do veículo; retrovisores externos elétricos; rodas de aço estampado 6.0 x 15″ (pneus 195/60 R15 com baixa resistência a rolagem); sistema de gerenciamento elétrico e eletrônico NANO-FLORENCE; tomada 12V; travas elétricas + trava automática das portas a 20 km/h; vidros elétricos dianteiros com one touch e antiesmagamento; volante com regulagem de altura e profundidade, entre outros.

Fiat-500-Cinquecento-Cult-automatizado-Dualogic-2014

Fiat 500 Cult 1.4 Dualogic – R$ 46.150
O Fiat 500 tem o visual como o seu maior atrativo. Se o motor 1.4 8V flex não é muito potente (85/88 cv), e se o seu câmbio manual automatizado Dualogic ainda não tenha recebido a atualização “Plus”, o simpático hatch italiano tem uma boa lista de equipamentos de série. Os principais são controle de tração (ASR), ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, banco traseiro bipartido, chave canivete com telecomando para abertura e fechamento das portas, comando elétrico de abertura do porta-malas e da tampa do tanque de combustível, computador de bordo, Dual drive – direção elétrica com dois programas de condução; freios ABS com EBD, ESS e BAS; controle de tração (ASR) e controle eletrônico de estabilidade(ESP); faróis com regulagem elétrica de altura; Fiat Code 2ª geração; Follow me home; gancho universal para fixação cadeira criança (Isofix); airbag duplo frontal; Hill Holder (sistema ativo freio com controle eletrônico que auxilia nas arrancadas do veículo em subida); limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro, maçanetas externas cromadas; My Car Fiat (personaliza várias funções do carro); pára-choques na cor do veículo; ponteira de escapamento cromada; retrovisores externos elétricos na cor do veículo; rodas de liga leve 6.0 x 15″ (pneus 185/55 R15); rádio CD MP3 com RDS e entrada auxiliar; travas elétricas + trava automática das portas a 20 km/h; vidros elétricos dianteiros com one-touch (descida) lado motorista e passageiro; e volante com regulagem de altura.

Renault-Sandero-Privilege-2014-automatico

Renault Sandero Privilège 1.6 16V – R$ 46.600
O Sandero é um dos carros de maior sucesso da Renault no Brasil. Embora tenha ficado mais caro na linha 2014, seu custo/benefício associado a um espaço interno interessante são os maiores atrativos do carro. A lista de equipamentos também é boa. O que pode melhorar é o refinamento do carro: acabamento, isolamento acústico etc. Isso irá acontecer no ano que vem, quando o novo Sandero for lançado.

Até lá, o consumidor poderá comprar a versão topo de linha Privilège equipada com motor 1.6 16V flex (107/112 cv) e câmbio automático de quatro marchas (superado). Os principais equipamentos de série são volante revestido em couro, bancos traseiros rebatíveis 1/3 – 2/3; conta-giros; airbag duplo frontal, freios ABS, faróis de neblina; sistema CAR – travamento automático a 6 km/h; alarme perimétrico; 3 apoios de cabeça traseiro; limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro; brake light; bloqueio de ignição por “Transponder”; computador de bordo; ar-condicionado; volante com regulagem de altura; banco do motorista com regulagem de altura; vidros elétricos dianteiros e traseiros; comando de abertura das portas por radiofrequência e trava elétrica; direção hidráulica; retrovisores externos elétricos e na cor da carroceria, ; rodas de liga leve 15″; faróis e lanternas com máscara negra; rádio CD Player 2DIN, MP3, USB, entrada auxiliar / IPOD e Bluetooth.

Hyundai-HB20-2014-Comfort-Style-automatico

Hyundai HB20 Comfort Style 1.6 – R$ 47.595
Sucesso de vendas da Hyundai no Brasil, o compacto HB20 tem como destaque o visual, os cinco anos de garantia e a boa força do motor 1.6 16V (122/128 cv). A parte mecânica também sem sido bastante elogiada. Por outro lado, o pós-venda mediano e o câmbio automático de apenas quatro marchas poderiam melhorar, assim como o preço – muito alto para um carro dessa categoria que não tem nenhum grande diferencial.

Os principais equipamentos de série são freios ABS com EBD; airbag duplo frontal; ajuste de altura do banco do motorista; alarme; ar-condicionado; rádio 2 DIN com função MP3 player, Bluetooth com audio streaming, conexões USB/AUX frontal, comando de áudio e Bluetooth no volante, 4 alto-falantes e micro-antena no teto; computador de bordo; limpador, lavador e desembaçador traseiro; direção hidráulica; faróis de neblina; farol com moldura negra; fixação ISOFIX; gaveta sob o banco do motorista; retrovisores com ajuste elétrico; roda de liga leve “Octus” R14; sistema keyless com chave canivete; travamento central das portas e porta-malas; vidros elétricos dianteiros e traseiros (descida automática para motorista) e volante com regulagem de altura e profundidade.

SEDÃS

Volkswagen-Voyage-I-Motion-automatizado-2014

Volkswagen Voyage 1.6 I-Motion – R$ 41.390
Assim com seu irmão “sem bunda”, o Voyage é o mais barato da lista de sedãs, sempre com motor 1.6 8V (101/104 cv) e câmbio manual automatizado I-Motion (caixa ASG). Seu destaque, assim como o Gol, é o preço básico inicial. Mas o sedã da Volkswagen vem com uma lista de equipamentos de série bem limitada: 4 portas, abertura elétrica do porta-malas, desembaçador traseiro, para-choques na cor do veículo, travamento elétrico das portas, vidros elétricos dianteiros, direção hidráulica, airbag duplo dianteiro e freios ABS com EBD. Pagando R$ 44.160 (mais R$ 2.770), você leva ar-condicionado.

Fiat-Grand-Siena-Essence-automatizado-Dualogic-Plus-2014

Fiat Grand Siena Essence 1.6 Dualogic Plus – R$ 45.465
O Siena cresceu em espaço interno quando virou “Grand”, o que fez muito bem a ele – embora esse espaço seja bem parecido com o dos principais concorrentes. Além disso, seu ótimo porta-malas ficou ainda maior: 520 litros. Pena que a linha 2014 tenha trazido poucas novidades. Com motor 1.6 16V (115/117 cv) e câmbio manual automatizado Dualogic Plus, o Grand Siena tem preço um pouco acima do Voyage com ar-condicionado, mas vem com uma lista de equipamentos um pouco mais recheada:

piloto automático, 3 apoios de cabeça traseiros rebaixados e com regulagem de altura, ar-condicionado, banco do motorista com regulagem de altura, bolsa porta-objetos nas portas dianteiras e traseiras, brake light, chave canivete com telecomando para abertura das portas, vidros e porta-malas; comando interno de abertura da tampa do tanque de combustível; computador de bordo, conta-giros; desembaçador do vidro traseiro; direção hidráulica, faróis de neblina, Fiat Code 2ª geração, Follow me home, airbag duplo frontal, freios ABS com EBD; iluminação do porta-malas, Logo Push (sistema de abertura elétrica do porta-malas), minissaias laterais na cor preta; My Car Fiat (personaliza várias funções do carro); para-choques, maçanetas externas e retrovisores na cor do veículo; retrovisores externos com comando interno mecânico; rodas de liga leve 6.0 x 16″ (pneus 195/55 R16 com baixa resistência a rolagem); tomada 12V; travas elétricas + trava automática das portas a 20 km/h; vidros elétricos dianteiros com one touch e antiesmagamento; volante com regulagem de altura, entre outros.

Chevrolet-Prisma LT-LTZ-2014-automatico-Brasil

Chevrolet Prisma LT 1.4 – R$ 47.090
Com visual interessante e motor 1.4 atualizado, o Prisma tem espaço interno e capacidade do porta-malas compatíveis com a categoria. Seu destaque vai para o câmbio automático de seis marchas. Mas, assim como o Onix e o Cobalt, seu preço poderia ser bem mais baixo.

A lista dos principais equipamentos de série da versão LT é composta por airbag duplo frontal, freios ABS com EBD, sensor de estacionamento traseiro, desembaçador do vidro traseiro, rodas de aço aro 15” com calotas integrais, maçanetas externas e cobertura dos retrovisores externos na cor do veículo, antena, banco do motorista com ajuste de altura, direção hidráulica, coluna de direção com ajuste de altura, travas elétricas das portas e porta-malas, vidros dianteiros elétricos, alarme, chave canivete, faróis com máscara negra e lanternas escurecidas; adesivo preto da coluna B (exceto veículos na cor preto); ar-condicionado, MyLink e controle automático de velocidade (cruise control).

Chevrolet-Cobalt-1.8-LT-LTZ-Brasil-lateral-traseira

Chevrolet Cobalt LT 1.8 – R$ 48.590
Se o Prisma agrada pelo visual, o Cobalt, que é feio, agrada pelo ótimo espaço interno. Seu desempenho também é melhor do que o do irmão menor graças ao torque do motor 1.8 (16,4/17,1 kgfm), já que a diferença de potência entre os propulsores é bem pequena: 106/108 cv do 1.8 X 98/106 do 1.4 SPE/4. Seu câmbio automático de seis marchas é um dos melhores desse post.

A versão intermediária LT tem como principais equipamentos de série direção hidráulica, ar-condicionado, travas elétricas das portas e porta-malas; chave tipo canivete com controle remoto de destravamento das portas e abertura do porta-malas; banco do motorista com regulagem em altura; banco traseiro bipartido 60/40 e rebatível; rodas de aço com calotas integrais de 15″ (pneus 195/65 R15); vidros elétricos nas portas dianteiras; alarme com acionamento por controle remoto; coluna de direção com regulagem em altura; cobertura dos retrovisores externos e maçanetas externas das portas na cor do veículo; grade dianteira integrada ao pára-choque com detalhes cromados; cobertura da coluna “B” das portas na cor preta; interior com acabamento em dois tons; airbag duplo frontal e freios ABS com EBD; luz de leitura traseira; aerofólio; computador de bordo controle de velocidade de cruzeiro (cruise control) e volante revestido em couro.

ELIMINADOS

Hyundai HB20S, Honda Fit e City, Ford New Fiesta hatch e sedã, Peugeot 208, Citroën C3 e o Chevrolet Sonic hatch são alguns exemplos de modelos que ficaram de fora porque custam, infelizmente, acima de R$ 50.000 quando equipados com câmbio automático ou automatizado (Ford, no caso de duas embreagens – Powershift). O pior de tudo é que eles não devem ficar mais baratos.

CENAS DOS PRÓXIMOS CAPÍTULOS

Em 2014, alguns veículos entraram na disputa desse post. Posso citar o Renault Logan, que mudou radicalmente nesse ano, mas que ainda não recebeu a versão automática, e os Toyota Etios hatch e sedã, que deverão sair de fábrica no ano que vem com motor 1.5 e câmbio automático. Espero que o painel mude junto.

OBS: As fotos acima nem sempre se referem às versões descritas no texto.

Comentários (25)

  1. Olha na boa com esses preços ai não vale a pena por um simples detalhe os carros brasileiros são fracos e é só lata e plásticos dá pior qualidade digo mais só aki nesses país fdddddd que se produz carro com caixa de macha manual é um absurdo isso mas.. quem financia o governo e as montadoras de veículos ai por outro lado as fabricas tem total apoio de fabricar aki carros da pior qualidade. Se forem fazer teste lá fora de segurança vão todos tomar bomba. Carros Brasileiro e mtooo aperto constrói carros aki pra criança so pode carros brasileiro é os Piores carros do Planeta.

  2. concordo plenamente, que existem alguns carros que não são confiáveis.,
    Mas temos que admitir, já progredimos muito, é desastroso o preço de um
    veiculo zero, mesmo sendo popular é um absurdo pagarmos tão caro
    por vários pedados de plastico reciclado e lataria recuperada.
    por outro lado os motorista continuam sem competência para conduzir
    seus veículos.

    • Concordo e não é só não saber conduzir, brasileiro não tem costume de dar manutenção, usa até o carro parar pra aí então querer arrumar !! trocas periódicas, peças de desgaste nada é trocada até que estrague !! Aí o povo diz que prefere carro manual porque a manutenção é mais barata !!!

  3. Pura palhaçada.
    Sinceramente, já passou da hora do Brasileiro parar de comprar carro novo (Especialmente financiado) e partir pra os usados. As fábricas precisam aprender a reduzir a margem de lucro absurda aplicada nos produtos, e o governo reduzir a carga tributária. Só assim, até lá, neeeeeeeeeeeem pensar.

    • Também penso assim ! Porem estamos no Brasil, então se o povo começa a comprar usado, o preço do usado vai la no alto porque os fominhas vão aumentar o preço até chegar a quase a preço do zero e ai volta o ciclo que vai ser mais barato o carro zero, o usado cai e ai……..Isso só funcionaria se o mercado mantivesse os preços dos usados mesmo com grande procura !

  4. Aqui é Brasil, aonde infelizmente a maioria da população não pensa, são facilmente manipulados.
    Carros como estes descritos na matéria; nos USA e Europa, jamais seriam comercializados que pelo alto preço, ai a população consciente destes países não comprariam e pela insegurança destes carros, os governos(legislação) não permitiriam sua vendas. País sem consciência e educação é País explorado, quer pelo próprio governantes quer pelas multinacionais. Acorda Brasil!

  5. Poiz é…achei tudo bem explicadinho…quero compra carro altomatico com som pra hovi musica sertaneja e fank, mais eu gosto de musica sertaneja e rodeio, mais eu gosto mais de muie, ne. Altomatizado tem menos qualidade né?
    Viva a internet, viva o Brazil!

  6. As dicas são válidas. Somente gostaria de dar maior ênfase à qualidade sofrível do pós-venda da Hyundai, pois sou proprietário de uma Vera Cruz (maior espaço da categoria) e só não me arrependi porque o carro é excelente.

  7. Dai pessoal, tive a infelicidade de comprar um Ford Focus Hatch 2009/2009, 2.0 automatico 4 marchas, o carro simplesmente não tem pique, não consigo ultrapassar nem um carro 1.0 em uma subidinha. Pior foi que troquei um Astra Sedan CD 2.0 manual por este negocio.

  8. ola pablo vc que tinham este focus e nao andava estava com problema n o cambio amigo; pos tenho um corsa automatico e anda muito bem. eu tambem acho caro aki no brasil um roubo das mntadoras pois na europa e nos estados unidos que o pvo sao realmente ricos carros nao e assim tao caro e relmente os carro brasileiro sao fragio por demais pois meu irmao tem um importado japones e um senhor carro bem feito

    • Oi Jussara. O carro automático é mais fácil de dirigir, pois você não precisa pisar na embreagem e fazer as trocas. Ele tornaria a sua vida mais prática.

      Entretanto, na minha opinião, vale muito passar pela experiência de ter e dirigir por mais tempo um carro manual, pois ganhamos muito “jogo de cintura automotivo”. Mas cada um tem a sua experiência.

      Um abraço.

  9. Bom tenho toda documentação pronta para carro com isenção de IPI e ICMS. Para pessoa com problemas fisícos; acreditem não consigo adquerir um carro Zero pois não cabe mais no meu orçamento uma carro zero. Interesse é (Prisma, Cobalt, SpaceFox ou New Fiesta Hacht). Quero financiar 100% o carro, além disso quero dar no negocio o meu carro Corsa Sedan Classic ano 2008/2009.

  10. olá,
    Sou habilitada, mas morro de medo de dirigir, será que é melhor comprar um manual ou automático usado até que eu pegue prática, pois novo é caro e por conta da minha falta de experiência pode quebrar. O que vocês me indicam amigos?

    Abraço

    • É interessante que vc. perca o medo de dirigir antes para não colocar sua vida e de outras pessoas em risco. Onde vc mora? Posso ajudá-la.

  11. Adorei a lista, queria mesmo saber quais eram as opções de carros semi/automáticos, penso em comprar um carro assim para minha mãe que adora dirigir e já esta com 64 anos, acho q a facilidade do cambio automático vai ser um conforto a mais para ela.
    Obrigado.
    Cley

  12. GRAÇA, ACHO QUE VOÇÊ PODE COMPRAR UM USADO DE CAMBIO MANUAL, VOÇÊ VAI PEGANDO OS MACETES, QUANDO ESTIVER BOA, VOÇÊ COMPRA UM NOVO COM CAMBIO AUTOMÁTICO AI SO DIRIGIR SEM MEDO DE SER FELIZ

  13. O problema principal do Brasil e a malandragem pra todo lado da hora que você vai na panificadora comprar o pãozinho até a hora que vai dormir , vou dar um exemplo paguei caro pra retificar o motor de uma moto,mal tirei a moto da oficina começou da problema , voltei na oficina o mecânico que e meu conhecido disse e me mostrou as engrenagens velhas toda aranhada e disse que o patrão disse, não ta boa da pra aproveitar.resumindo malandragem

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>