Duelo especial: Honda Fit 2015 X Honda Fit 2014

Duelo-Honda-Fit-2015-2014-Brasil

A nova geração do Honda Fit acaba de ser lançada no Brasil. Maior e mais moderno, o modelo tem novo visual e recebeu outras alterações e evoluções em relação ao Fit anterior, que dá adeus ao nosso mercado. Mas será que o Fit 2015 é mesmo melhor do que o Fit 2014? Muita gente, especialmente na internet, garante que não é! Veja as principais diferenças entre ambos nesse Duelo especial e tire as suas próprias conclusões!

De acordo com a Honda, o novo Honda Fit 2015, que começou a ser vendido ontem, “apresenta uma evolução em seus principais atributos como espaço interno aprimorado, versatilidade dos bancos traseiros, economia no consumo de combustível e design totalmente renovado e arrojado com uma inspiração esportiva – além das vantagens de uma motorização mais eficiente”.

Honda-Fit-DX-LX-EX-EXL-Brasil-2015-CVT

Honda Fit 2015

2015 ataca

Traduzindo: em relação ao Fit 2014, o 2015 ficou um pouco maior por dentro e por fora; ganhou visual mais moderno e masculino, sem perder as características que conquistaram as mulheres (estilo, visibilidade, posição de dirigir, direção leve, espaço interno).

O modelo 2015 ficou mais leve e também passou a sair de fábrica unicamente com a versão melhorada do motor 1.5 16V, que tem a mesma potência, mas ganhou mais torque, melhor consumo de combustível e perdeu o tanquinho auxiliar de partida a frio. Some a isso o retorno do velho conhecido e sempre lembrado câmbio automático CVT (continuamente variável), uma das estrelas da primeira geração do veículo, que, agora na sua versão evoluída, garante melhor desempenho e menor gasto de gasolina ou etanol se comparado à tradicional transmissão automática de apenas cinco marchas do 2014.

Honda-Fit-EX-EXL-Brasil-2015-CVT-painel

Honda Fit 2015

Se isso não fosse o suficiente, a Honda evoluiu o sistema de bancos ULT, agora chamado de ULTRa SEAT; adicionou airbags laterais à versão topo de linha do modelo (EXL); passou a oferecer tela sensível ao toque com várias funções nos acabamentos mais caros (EX e EXL); e manteve os preços do Fit 2015 praticamente idênticos aos da linha 2014 (veja abaixo), o que é muito bem-vindo, afinal, o Fit, infelizmente, sempre foi um carro caro.

2014 contra-ataca

Com melhor desempenho, consumo, mais espaço interno, visual mais moderno e câmbio CVT, você deve então pensar que o Fit 2015 dominou o 2014 em todos os sentidos, mas não é bem assim. Mesmo com três modos de condução (D – Drive, S – Sport e L – reduzida), o câmbio CVT, lamentavelmente, perdeu as borboletas (paddle shifts) atrás do volante – itens que tornavam a condução do Fit 2014 bem mais divertida, esportiva e econômica (digo isso por experiência própria).

Honda-Fit-CX-2014-Brasil-flex

Honda Fit 2014

A nova geração do monovolume também ficou, de forma absurda, sem alguns equipamentos básicos que deveriam ser de série desde a versão de entrada, DX: computador de bordo, ajuste de altura do banco do motorista e de profundidade do volante; iluminação interna do porta-malas; bancos traseiros reclináveis, bipartidos (60/40); e vidros com função um toque (pelo menos para o motorista).

Outro equipamento que deu adeus ao novo Fit é o ar-condicionado automático digital, mesmo na versão EXL, que foi substituído pelo tradicional em todas as versões. Pelo visto, o pacote de “cortes” foi a solução encontrada pela Honda para manter os preços do Fit mais atraentes e semelhantes aos da linha 2014.

Honda-Fit-EX-Brasil-2014-automatico-painel

Honda Fit 2014

Para fechar, em termos de espaço, por mais que o Fit 2015 leve seus ocupantes com mais conforto (graças ao entre-eixos mais longo), o Fit 2014 levava mais combustível (47 l x 45,7 l), bagagem (384 l x 363 l) e tinha freio a disco nas quatro rodas na versão topo de linha (EX) – o novo conta com freio traseiro a tambor para todas as versões.

Linha 2015

Honda Fit DX 1.5 – R$ 49.900 / R$ 54.500 (CVT)

A versão de entrada vem equipada com antena, brake light; limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro; maçanetas na cor do veículo; abertura do bocal de abastecimento com alavanca interna; vidros verdes com filtro UV; ar-condicionado; cinto de segurança de três pontos e encosto de cabeça para todos; coluna de direção regulável em altura; pára-sois com espelho para motorista e passageiro; porta-objetos nas portas dianteiras; tomada 12 volts; vidros elétricos; aviso sonoro do cinto de segurança para motorista; console central com porta-copos; abertura do bocal de abastecimento com alavanca interna; airbag duplo frontal; barras de proteção lateral; chave com controle de travas das portas; freios dianteiros a disco e traseiros a tambor; sistema ABS e EBD; sistema Immobilizer; trava de segurança central dos vidros dos passageiros; trava de segurança na portas traseiras; travas elétricas com travamento automático acima de 15 km/h; entre outros.

Honda-Fit-EXL-Brasil-2015-CVT

Honda Fit 2015

Honda Fit LX 1.5 – R$ 54.200 / R$ 58.800 (CVT)

A versão LX, que deveria ser a de entrada, vem equipada com os itens da DX além de retrovisores elétricos na cor do veículo; audio 2DIN (AM-FM/USB/bluetooth); alto-falantes – dois dianteiros e dois traseiros; banco do motorista com regulagem de altura; iluminação interna do porta-malas; bancos traseiros reclináveis, bipartidos (60/40) – com sistema ULTRa SEAT; vidro do motorista com função 1 toque (subida e descida) e anti-esmagamento e alarme.

Honda Fit EX 1.5 – R$ 62.900 (CVT)

O Honda Fit EX tem os equipamentos da LX com a adição de câmera de ré multivisão; faróis de neblina; grade frontal com acabamento blackpiano; áudio com visor LCD de 5 polegadas (CD/AM-FM/USB/P2/bluetooth com comando HFT no volante); porta-revistas atrás do banco dianteiro do passageiro; ajuste de altura e profundidade da coluna de direção; e chave tipo canivete.

Honda-Fit-EXL-Brasil-2015-CVT-traseira

Honda Fit 2015

Honda Fit EXL 1.5 – R$ 65.900 (CVT)

A versão topo de linha, EXL, vem com os equipamentos da EX além de retrovisores elétricos na cor do veículo com luz indicadora de direção; painel com computador de bordo multifunções (Bluemeter); piloto automático (cruise control); bancos revestidos em couro; volante com acabamento em couro com detalhes das portas e maçanetas na cor prata; e airbag lateral para motorista e passageiro dianteiro.

Honda FIT 1.5 16V – 2014 FIT 1.5 16V – 2015
Potência 115/116 cv a 6.000 rpm 115/116 cv a 6.000 rpm
Torque 14,8 mkgf a 4.800 rpm 15,2/15,3 mkgf a 4.800 rpm
Comprimento (m) 3,900 3,998
Largura (m) 1,695 1,694
Altura (m) 1,535 1,535
Entre-eixos (m) 2,500 2,530
Porta-malas (l) 384 363
Tanque (l) 47 45,7
Peso (kg) 1.096 (1.4: CX e LX MT)
1.130 (1.4: CX e LX AT)
1.160 (1.5: EX AT)
1.052 (DX MT)
1.072 (DX CVT)
1.060 (LX MT)
1.080 (LX CVT)
1.099 (EX CVT)
1.101 (EXL CVT)
Consumo (km/l)* 1.4 MT – cidade: 8,1/11,8 (e/g)
1.4 MT – estrada: 9,2/13,3 (e/g)
1.4 AT – cidade: 6,6/11,0 (e/g)
1.4 AT – estrada: 8,5/12,5 (e/g)
1.5 AT – cidade: 6,8/10,5 (e/g)
1.5 AT – estrada: 8,2/12,2 (e/g)
1.5 MT – cidade: 8,25/11,65 (e/g)
1.5 MT – estrada: 9,49/13,55 (e/g)
1.5 CVT – cidade: 8,34/12,27 (e/g)
1.5 CVT – estrada: 9,9/14,14 (e/g)
Preços (R$) 1.4 CX MT: 49.900
1.4 CX AT: 53.900
1.4 LX MT: 52.890
1.4 LX AT: 56.890
1.5 EX AT: 63.590
1.4 DX MT: 47.930**
1.5 DX MT: 49.900
1.5 DX CVT: 54.500
1.5 LX MT: 54.200
1.5 LX CVT: 58.800
1.5 EX CVT: 62.900
1.5 EXL CVT: 65.900
Cores Sólidas: Vermelho Rally e Branco Taffeta;
Metlálicas (R$ 990): Cinza Paladium, Cinza Iridium e Prata Global;
Perolizada (R$ 990): Preto Cristal
Sólidas: Vermelho Rally e Branco Taffeta;
Metlálicas (R$ 990): Azul Netuno, Cinza Barium, Cinza Iridium, Prata Global;
Perolizada (R$ 990): Preto Cristal

Preços das linhas 2014 e 2015 cotados no site da Honda no dia 04/05/2014.
*: Números fornecidos pela própria Honda.
**: Preço da versão DX 2014 contado no dia 07/08/2013.

Linha 2014

Honda-Fit-EX-Brasil-2014-automatico-visual

Honda Fit 2014

Honda Fit CX 1.4 – R$ 49.900 / 53.900 (AT)

A versão de entrada vem equipada com antena no teto; brake light; grade frontal colmeia; farol com máscara negra e lanterna translúcidas escurecidas; maçanetas externas na cor do veículo; pára-choques na cor do veículo; retrovisores elétricos na cor do veículo; sensor de estacionamento; vidros verdes com filtro UV; abertura interna do compartimento de gasolina da partida a frio; ar-condicionado; banco do motorista com regulagem altura; bancos traseiros reclináveis, bi-partidos (60/40) com sistema ULT; chave com abertura/fechamento das portas e alarme antifurto; coluna de direção ajustável em altura e profundidade; computador de bordo multifunções no painel; desembaçador, lavador e limpador do vidro traseiro; cinto de três pontos e encosto de cabeça para todos os ocupantes; iluminação interna individual e central; painel “Black-out” com controle de luminosidade; pára-sois com espelho de vaidade para motorista e passageiro; porta malas com dois ganchos para sacolas e cobertura; porta-luvas duplo; porta-objetos nas 4 portas; revestimento dos bancos em tecido; tomada auxiliar 12 volts; travamento elétrico do bocal de abastecimento; travas elétricas com travamento automático acima de 15 km/h; vidro motorista com função 1 toque (subida/descida) com anti-esmagamento; vidros elétricos com temporizador; airbag frontal para motorista e passageiro; aviso sonoro do cinto de segurança para motorista; barras de proteção lateral; cintos de segurança dianteiros de 3 pontos com pré-tensionador e limitador de força com regulagem de altura; sistema ABS e EBD; sistema Immobilizer; trava de segurança central dos vidros dos passageiros; trava de segurança na portas traseiras; entre outros.

Honda-Fit-EX-Brasil-2014

Honda Fit 2014

Honda Fit LX 1.4 – R$ 52.890 / R$ 56.890 (AT)

A versão intermediária, LX, tem os itens da CX com a adição de grade frontal cromada; friso lateral na cor do veículo; pára-brisa degradê; quatro alto-falantes – dois dianteiros e dois traseiros; porta-revistas atrás do banco do passageiro; rádio 2DIN AM/FM e CD Player MP3/WMA com tomada auxiliar P2 e tomada auxiliar para USB para o sistema de som (MP3 Player/iPod).

Honda Fit EX 1.5 – R$ 63.590 (AT)

A versão topo de linha, EX, vem com os equipamentos da LX com o acréscimo de retrovisores com luz indicadora de direção; acabamento do volante em couro com controles de áudio; acionamento automático do limpador traseiro quando engatado a marcha ré; ar-condicionado digital; controle de velocidade de cruzeiro com comandos no volante; descansa-braço individual para motorista; rádio AM/FM CD MP3/WMA com SVC e tomada auxiliar P2 integrado no painel; e freio a disco nas quatro rodas.

Resumo da obra

Acho que a noiva geração do Honda Fit evoluiu em relação à sua antecessora. Digo isso com tranquilidade, pois o Fit 2015 superou o “concorrente” em espaço e versatilidade interna, beleza (aspecto subjetivo), desempenho, consumo e no funcionamento câmbio automático CVT. Além disso, recebeu itens bem vindos, como airbags laterais e tela no painel.

Honda-Fit-EXL-Brasil-2015-CVT-dianteira

Honda Fit 2015

Tudo bem que, em relação ao Fit 2014, o 2015 perdeu espaço no tanque e no porta-malas; ficou sem freio a disco na traseira e, estranhamente, ficou sem equipamentos de série tanto na versão DX (ex: computador de bordo, ajuste de altura do banco do motorista e de profundidade do volante), quanto na EXL (ar-condicionado digital), além da perda dos paddle shifts atrás do volante.

O lado bom é que a Honda pode, a partir do Fit 2016, ir corrigindo essas bobagens, especialmente em relação aos equipamentos – de preferência sem aumentar os preços. Dessa forma, a marca pode, enfim, tornar o Fit o “carro definitivo” – o que os japoneses já tentaram e falharam antes.

Comentários (68)

  1. depois q eu vi a versao de entrada DX de perto confesso q nao gostei nem um pouco, alem de caro, entre 50mil e quase 55mil, tem um exterior e principalmente interior muito simples, nao tem som, nao tem nenhum botao no volante e o acabamento e todo uniforme em cor alem de no exterior nao ter farol de neblina, nao tem retrovisor pintado na cor do carro e tem calota

    • Pois é! O DX 2014 dá um banho no DX 2015. O DX 2014 ou 2013/2014 é completo com retrovisore seletricos, compurador de bordo e tudo mais. E o 1.4 é bem mais economico do que essas marcas do artigo.

      • algumas coisas que vce falou concordo, quanto a economia duvido eu digo em relação ao cambio do automático , eu tenho um 2008 e faz 12 e acredito que com o retorno do cambio..deve ou faz a mesma coisa…e não tem para ninguém este carro…..

          • Comprei o EX 2015 e estou gostando muito. Só achei caro demais para não ter itens básicos de conforto, como o computador de bordo e o ar digital. O câmbio CVT é show, e o consumo é excelente: 12 Km/l na cidade. Ainda não testei na estrada. Estou satisfeita!

      • Pobreza desse carros dos Japas .não dá pra saber porque tanta economia de conforto nesses carro s novos da honda.o que é o ganância! !!

    • Sou fã do fit, mas, não gostei da propaganda. Nela foi esculhambada uma música brasileira que pode se dizer um hino nacional. Falta de criatividade.

    • Tenho um FIT EX 2013 completo com bancos em couro. Estou acompanhando o lançamento do modelo 2015 estou ficando frustrado, pois estava esperando mais. Exatamente pelo motivo que pretendia adquirir o novo fit. O meu modelo é muito mais arrojado, pois é mais esportivo com cambio borboleta com acabamento muito mais bonito no volante. O sistema de freio é de disco nas quatro rodas o porta copo junto a saida de ar do lado do passageiro sumiu. Eu esperava também um motor hibrido o qual traria um atrativo enorme, mas não é o que estou vendo. Por este motivo estou estudando um corola em vez de um fit.

      • Sendo um feliz proprietário de um Fit EX 2008 CVT, vinha acompanhando o lançamento da nova geração e nunca me empolguei nem com as novas versões. Acho que com a chegada do City e agora do HRV a Honda reposicionou o Fit, mas mantiveram o preço, pq brasileiro paga qualquer preço sem estudar o que o carro oferece. Acabei indo atrás de um EX modelo 2014 que dá um banho nestas novas versões.

    • Estava aguardando o lançamento p comprar e desisti pois o freio a disco traseiro faz uma grande diferença no espaço de frenagem, questao de segurança mesmo. E o ar digital da muito mais conforto ao uso, princ em viagens. Vou aguardar…

  2. Eu adoro a linha Fit e gosto muito da marca Honda. Acho quo o Fit DX é o melhor custo-beneficio porque o acabamento e nível de conforto do DX era praticamente o mesmo de um Fit top, o que muda seria opção de motorização e cambio (borboletas, etc).
    Na linha 2015 no entanto, o DX e LX são inferiores no acabamento com relação aos mais tops. E pior, o acabamento do DX 2015 é claramente inferior ao DX 2013/2014, a começar por detalhes como painel e volante. E o porta-malas ainda reduziu 20 litros! No novo modelo é possível deitar o banco dianteiro 100%, mas… para que isso? Eu dirijo sentado e não deitado.
    Fiquei meio decepcionado, o que está salvando é o 1.5 melhorado e mais silencioso. Eu vou aguradar uns dois anos para pensar nesse carro, porque até alé acredito que o acabamento irá se igualar entre os modelos (painel, etc). Até lá, penso que um Fit 2014 seminovo seja muito melhor negócio.

  3. Para quem está pensando na compra: não deixe de sentar num Fit 2014 e depois faça o mesmo num Fit 2015. O “tesômetro” no 2014 é outro, você tem aquela sensação de estar num Honda “japonês”. Já no 2015, você tem a sensação de estar num Honda, digamos, “brasileiro”. Bom, falo da linha DX, que eu comparei em detalhes pois tive a sorte de achar um ao lado do outro em uma concessionária. Mas mesmo no top, tb vai dar falta de borboletas no volante, ac digital, etc, etc, etc…

    • Tenho um 2011 e estava aguardando para ver esse novo.
      Quando fui ver o 2015, achei que estava dentro de um Gol, Uno, Palio…Não falo HB20 e Onix porque são melhores que o Fit 2015.
      Realmente, pra quem tem um DX, sabe que a diferença entre o DX e as versões mais tops não era exagerada como está agora.

  4. tenho um fit 1,5 2012 automático,já tive um 1,4 mecanico2010,não tive problema nenhum com os fit,e estava aguardando o novo fit 2015,gostei do carro por fora lindão,mas por dentro ficou pobre coitado, ar condicionado comum, painel não gostei do material,acabamento de portas pobre,freio traseiro de tambor brincadeira, vou esperar o 2016 pra ver se melhora,caso contrario vou mudar de carro.

  5. No meu DX 1.4 2013/2014, faço FÁCIL 15 km/l na estrada (gasolina) com carro com cinco adultos e carregado em rodovia “plana” como a Dom Pedro I. Sendo que oscila entre 13 Km/la até a faixa de 17 km/l e 18 km/l.

  6. Compreendo a boa vontade do autor da reportagem, mas ficou evidente que o novo Fit não pode ser considerado uma evolução do anterior. Itens como ar condicionado digital, freio trazeiro a disco e GPS não podem estar ausentes de uma versão top. Não é aceitável como explicação que aumentariam o custo do produto, pois são tecnologias banais nos dias de hoje, presentes em carros de categoria inferior.
    Mesmo o câmbio CVT, cuja volta certamente é bemvinda, não pode pode ser considerado uma evolução, posto que já equipava o Fit brasileiro na primeira geração. O chamado CVT-7, com 7 marchas simuladas com troca por borboletas ao volante, foi lançado em 2002 nos modelos americanos, europeus e outros mais.
    Agora entendo o que a Honda queria dizer quando, ao lançar o modelo anterior com câmbio automático de 5 marchas, se ouviu rumores de que o câmbio CVT seria destinado a um modelo inferior, a ser fabricado também no Brasil. Eis que ele foi lançado!
    E, na época, a gente ainda tinha que ouvir nas concessionárias que o câmbio CVT teve que ser abandonado por ser incompatível com o sistema flex!!!
    Eu estava ansioso pela chegada do novo Fit com câmbio CVT para eu poder trocar o meu FIT EX 2008. Mas desse jeito, estou repensando seriamente se troco. Esse novo Fit não acrescenta nada com relação ao meu EX 2008, somente 100.000 km a menos!

  7. Tinha um New Fit 2010 LX mecânico e estava na hora de trocar, aguardei o lançamento do Novo Fit e fui até a concessionária pensando em um outro LX, como em um comentário anterior fica difícil comparar. Optei por um EX para ficar próximo ao LX que tinha com o Up do câmbio CVT, peguei o carro na sexta 16/05 e não tive oportunidade de desenvolver muito com ele. Até o momento agradou, marcou uma média de 13km/l urbana, achei firme nas curvas, um bom sistema de som, senti falta de alguns detalhes. A opção pelo novo modelo foi exclusivamente pela confiança na marca, o bom atendimento da assistência e claro o design me agradou, se tivesse um pouco mais de tempo aguardaria para ver novas evoluções ou resgates de itens como a compra deveria ser imediata, optei por apostar. Vou postando novas impressões a medida que for utilizando.

  8. Confesso que fiquei desapontado. Estava esperando esse carro, mas com essa pobreza interna, e nesse preço, está difícil.
    Estou vendo opções de outras marcas na mesma faixa de preço, que vem muito mais completos…

    • EU VI: O novo Ford Fiesta tem potencia, acabamento melhor, mais opcionais, mas muito mais e preço muito mais baixo,cambio automatico de ultima geração, alem de ser moderno e bonito tambem; então perdi o tesão do FIT e vou partir para um Ford que no Brasil o mercado caminha para usados desvalorização tremenda em qualquer marca como nos paises de primeiro mundo.

      • A diferença de ter um honda é que Honda é Honda sem comparação. Tenho um honda 2010 lx mecanico com 65 mil e até agora é só trocar oleo e filtros. Nem bateria e pneu troquei. Completei 4 anos e já pequei um novo automatico. Quem reclama de um HONDA é porque não conhece o carro. Já tive três.

        • Honda é Honda não é bem assim: Honda ERA Honda. O Fit 2014 era O CARRO, porém, como podem piorar a qualidade, retirar o ar digital, tirar o freio a disco traseiro, aumentar o preço? Sabe porque fazem isso? Porque tem trouxa que compra. Eu vou de New Fiesta, sem chance. O Titanium 1.6 tem mais motor, mais itens de série, ar digital, assistente de rampa, entre outras coisas, e neste caso, nao ligo de pagar uma bica para um carro que pelo menos vale isso.

      • sem dúvida. O new fiesta titanium tem 7 (sete) air bags, controle de tração e estabilidade e bom acabamento. Não tem barulho de plástico batendo dentro do carro.

  9. Carro definitivamente para enganar os bobos brasileiros. Pelaram o carro todo.
    Bonito por fora e acabamento horrível por dentro. Os antigos dão um banho nesse 2015.

  10. Tenho um EXL 2010 e estava ansioso pelo novo FIT, imaginava ignição sem chave como no japão, controle de tração e estabilidade etc.

    Que decepção! cosneguiram capar o carro e colocar um painel muito inferior. Ainda tiveram a cara de pau de me pedir 69,000.00 no EXL, um aburdo! por esse valor prefiro mil vezes pegar o Novo Focus que dá banho no FIT em conforto e tecnologia. Rodei com o Focus por 15 dias nos Estados Unidos, quando voltei para o FIT fiquei com a sensação de ter um carro muito inferior.

    Bola fora da Honda, tomara que não venda nada.

  11. Estou pensando em pegar um fit Lx e acrescentar 2 itens…farol de neblina e sensor de estacionamento. ….espero que até 2015 abaixem os preços. ..pq mto dinheiro pra pouco carro

  12. Depois do que vi, vou mudar para um sedan médio na versão mais básica que vem bem mais completo que esse Fit. E dependendo pego um usado 2012 bem mais completo mas vou esperar até 2015 mesmo. Os pátios das montadoras estão bem cheios e com o aumento de IPI essa situação vai se agravar. Não caiam em falsas promoções ou em matérias compradas pelas montadoras.

  13. Quer dizer que o preço do 2014 e 2015 por exemplo de um fit dx seria o mesmo, é por isso então que os empresários brasileiros da honda diminiu a qualidade, por causa do preço igual do ano passado digamos assim.
    Esse país é uma farra total. Tem muita propaganda enganosa nesse país. É só comparar. Quando se fala em abs, simplesmente são as quatro rodas.

  14. o novo fit 2015 no banco trazeiro e so para anão porque sentei atrás e minha cabeça pegou no tedo o anrigo pode sentar pessoa de 200 metros que não pega banco não tem oconforto do 2014

  15. Eu tinha um Idea Adventure. Comprei um Fit EX CVT 2015 há quase 1 mês. Confesso que estou satisfeita, embora sinta falta da posição de dirigir que o Idea me proporcionava. O carro também não é cheio de firulas. Fiquei decepcionada, por exemplo, com o ar condicionado, que não é digital. Paguei R$ 64.000 no meu Fit, por causa da pintura metálica, mas estou satisfeita com o desempenho e com o conforto (apesar dos cortes). A força da marca também foi um diferencial para a escolha. Espero não me decepcionar.

    • Karla
      Seu comentário foi importante para eu adquirir um Fit EX CVT 2014. Paguei 62 K. Não comprei Golf, Cruze por causa do consumo e, especialmente, preço do seguro.

      Tinha um New Fiesta 2010/2011 que levei até os 59 mil km, e me decepcionei com consumo elevado e volante esfarelado. Isso me afastou da troca do Fiesta por um Focus também.

      • Fá bio, vc foi esperto. Não esqueça que HONDA é HONDA. Já tive golf e audi a3, sempre dando manutenção e com valor caro. Tenho HONDA desde 2008 e comprei agora outro. Não tem como comparar. O preço vale a pena!!! só não gosta quem não tem 62 mil para pagar…….

        • Gilmar, Karla e demais internautas.

          Completo agora 4 meses com o Fit EX, com exatos 4000 km. Estou surpreso por não ter do que reclamar dele. Atual, econômico, espaçoso e valorizado por ter posto banco de couro. O câmbio é excelente.

          • Oi pessoal!
            Vocês que têm o Fit EX 2010 a 2014 poderiam traduzir o consumo em números? É meu sonho, mas receio pelo consumo, do qual alguns reclamam. O meu é o CVT antigo.

    • Voltando a esse forum, atesto consumo de 13,5 km/l com etanol na estrada e ar condicionado ligado 100% do tempo. Na cidade, 9 km/l, também com ar condicionado. Completo agora 8 meses com o carro, sem ter gasto NENHUM CENTAVO com manutenção. Nesse fim de semana fiz trajeto São Paulo / Indaiatuba com etanol e, dessa vez, “esgoelando” o Fit na Bandeirantes. O barulho do motor incomoda um pouco nas acelerações, mas o desempenho e o consumo estão condizentes para um caro 1.5.

      • Fit com 22 mil km. Duas revisões a preços razoáveis e nenhum centavo extra gasto com conserto. Consumo nos mesmos níveis anteriores. Deveria ter pegado um EXL na época, mas ainda bem que o meu tem banco de couro. Não me animei muito com o preço do HR-V, então talvez espere o lançamento do WR-V para pensar na troca.

  16. Uso um honda fit há mais de seis anos. Acho que o unico defeito que tem é a altura do solo. Acredito que se fosse pelo menos uns três centimetros mais alto, aumentaria consideravelmente as suas vendas. Obrigado pela oportunidade de externar a minha insatisfação.

  17. Fui ver o Fit 2015 e fiquei pasmo, o que a Honda fez com esse carro, me senti em um carro popular só que com preço de importado, lindo por fora e por dentro nada legal, por isso decidi por comprar um EX 2014 com o preço do DX.

  18. Eu tenho um lx 2011 e estava esperando p comprar o top, fiquei decepcionado pois quero um com ar digital como é no civic muito bom. Nao suporto ter que ficar ligando e desligando o ar cond. Vou esperar pro ano que vem, ver se vai melhorar senão vou ver as outras opções do mercado, comprar esse ai não dá, vou me sentir um otário todo dia quando entrar no carro…

  19. …os carros da Honda e toyota não são mais os mesmos de outrora aqui no Brasil, ele “ganharam” a confiança dos brasileiros e agora nos tratam da mesma forma que a volkswagem, ford, fiat e principalmente a GM, ou seja : otários, consumidores de lixos automotores.

  20. Um monte de gente falando ,falando mais mal do que bem, eu tenho um 2014 em estado de okm e nao tenho o que falar um carro maravilhoso ,ágil

  21. Sempre sonhei em ter um Fit. Esse ano fui pesquisar para comprar, e vendo essa matéria vou repensar o 2015. Até porque, quando vejo o 2014 passar na rua, fico apaixonada! Eu não sabia que a estrutura interna tinha caído tanto. Uma pena. Acho que vou partir para o Étios e guardar a grana para comprar o 2016 caso melhore e eu acredito que vai! Pois é muita reclamação com o lançamento!

  22. Nunca tive um FIT! Lendo os comentários aqui eu deveria fugir correndo do 2015. Meu último carro foi um FOX 1.6 .Em nove anos esse carro nunca me deixou na mão. Logo, questiono muito qdo falam que “Honda não quebra”. Meu velho FOX tb nunca quebrou. Minha dúvida cruel é se parto para o FIT LX Mecânico somado com alguns acessórios que não abro mão (farol de milha, troca do som -o LX não tem entrada para CD!!!- , frisos laterais, sensor de estacionamento, bandeijinha no porta malas) ou volto para o novo FOX 1.6 Highline 2015 com motor novo de 16v (120 CC) que já vem com tudo de série…além de sensor de estacionamento dianteiro e controle de tração. O único gasto a mais com o FOX novo seria pela cor . Fiz as contas comparando os dois modelos (FIT LX mecânico X FOX 1.6 Highline mecânico) e deu uma diferença de cerca de 9 mil reais a menos pelo FOX!!!! Estou em dúvida….FIT LX (pelado) mecânico vale 9 mil a mais que o FOX completo ??? abs

  23. Alguma voz sensata ai para me responder a pergunta que fiz a cima: FIT LX 2015(pelado) mecânico ou FOX 1.6 2015 Highline com 120 cv e completinho e 9 mil a menos que o FIT ??? Não vale responder que “Honda é HONDA” pois aqui não é um encontro de publicitários…!!! abs

  24. Honda é Honda sim Eduardo P. Podemos dizer isso com segurança depois de 3 civics e 3 fits (1a geração e 2015). A confiabilidade e o respeito são os pontos altos. Minha esposa comprou um Focus 2012 Titanium (zero) com todos os recursos que se possam pensar e está insatisfeita. As peças soltam, a bateria já foi trocada, nem todas as concessionárias estão preparadas para lidar com tanta tecnologia (o carro já chegou a ficar parado por mais de 7 dias porque não conseguiam resolver um problema eletrônico) e principalmente o absurdo de as revisões terem ser feitas de 6 em 6 meses ou 10mil km. Já pararam para ver o que isso significa para quem roda esta quilometragem em cerca de 1 ano?
    Esta depenada no Fit 2015 será ajustada nos próximos anos. Agora o consumo elevado, baixa qualidade das peças, fraca confiabilidade e competência das concessionárias das outras marcas não terá conserto.
    Finalizando só entende um Fit quem já teve um, apenas olhar de fora não é suficiente e com o cambio CVT então é outra estória.

  25. Caro Cesar. Obrigado pelas dicas. Mas estou a cada dia mais balançando para o FOX….(são 9 mil a menos!) Imagine vc que o som do FIT LX não tem entrada para CD! Logo, além do gasto extra com o novo som, fico exposto a roubo do mesmo pois ladrões não curtem muito o som original dos veículos (tem pouca revenda!!!). Se as concessionárias da HONDA ainda oferecessem um sugestivo desconto! Mas são duros na queda!!!! Quanto ao câmbio CVT…ainda não chegou minha vez de gastar cerca de 5 mil a mais por esse requinte….Só vou comprar carro com câmbio automático qdo o veículo tiver ao menos mais de 130 cv e qdo e principalmente, os fabricantes aqui não cobrarem uma fortuna por isso! abs

  26. Tive um Voyage 2012 modelo 13 I-motion por 2 anos, não posso dizer que dessa fonte nunca mais bebereis, mas fiquei traumatizado com os soluços na troca de marcha, principalmente nas subidas e ultrapassagens, e nada desse papo que a gente aprende a dirigir o semi automático e os soluços somem isso é papo furado, melhora um pouco no modo sport(estica a rotação que é uma blz), mas o consumo estica tb. Pagar uma fortuna pelo novo fox com esse tipo de cambio é difícil de engolir.

  27. Tive um Voyage 2012 modelo 13 I-motion por 2 anos, não posso dizer que dessa fonte nunca mais bebereis, mas fiquei traumatizado com os soluços na troca de marcha, principalmente nas subidas e ultrapassagens, e nada desse papo que a gente aprende a dirigir o semi automático e os soluços somem isso é papo furado, melhora um pouco no modo sport(estica a rotação que é uma blz), mas o consumo estica tb. Pagar uma fortuna pelo novo fox com esse tipo de cambio é difícil de engolir….

  28. Olá pessoal!
    Tenho um Fit CVT 2005, que super econômico.
    Gostaria que me ajudassem a decidir na troca por um mais novo. Poderiam, por favor, me falar do consumo urbano do FIT Automático de 2009 a 2014?
    Agradeço a colaboração.

  29. Tenho um fit ex 2007 cvt automático. Quatro anos de uso e pouca manutenção. Excelente custo benefício e funcionalidade. Baixa desvalorização.Consumo a cidade 12,5 km/l na cidade e na estrada 16,5 km/l. Pontos negativos: barulho incômodo ao engatar a marcha ré. Vários consumidores do site fit club reportaram o mesmo sintoma. Na concessionária dizem que é normal, nas oficinas querem cobrar um escândalo só para desmontar o câmbio. O carro continua andando sem problemas, mas o barulho está ali.
    Minha esposa tem um fit 2012 ex automático. 01 ano de uso e sem qualquer problema. Consumo na cidade 10,5km/l e na estrada 14 km/l. Tem as mesmas características do antigo, sendo mais moderno e bonito, além disso é um carro melhor para quem pega muita estrada, pois o ar digital e o piloto automático reduzem a carga de trabalho do motorista consideravelmente. Ponto negativo: é um carro caro.
    O que penso sobre o fit 2015: já o vi em showroom pelo menos 3 vezes e fiz um test drive. Resposta do chassi e do cvt… Pasmem… É como se estivesse dirigindo o meu 2007. Não mudou em nada e pelo que vi de algumas especializadas o consumo piorou, não sei o porque ainda. Quanto ao acabamento e acessórios, perdeu em muito tanto em relação ao 2007/2008 quanto para o 2009/2014. Muito plástico, barulho interno e o pior de tudo é o acabamento do teto, que “enruga” com uma leve pressão da sua mão, péssima qualidade.
    Sugiro os interessados a aguardarem o modelo 2016, caso não haja evolução, melhor partir para AUDI A1 (quem não precisa de espaço) ou BMW X1 ( maior espaço). Escolhi esses carros porque mesmo sendo de outras categorias, o honda fit não se enquadra em nenhuma e fica difícil comparar concorrentes, dependendo muito do gosto do freguês.
    Saudações a todos.

    • Estou no mesmo time que você. Primeiro ensaiei trocar meu EX 2008 CVT com 60 mil KM pelo modelo 2015. O carro não me empolgou, senti que a Honda rebaixou o carro de categoria. Estava esperando o modelo 2016 ser lançado mas definitivamente o carro não me empolga. Fui atrás de um EX Modelo 2014 seminovo, único dono e não me arrependo. Este sim, um carro de categoria superior e não este monte de plásticos que a honda transformou o novo fit. Está nítido que com o lançamento do City aguns anos atrás e agora com a chegada da HRV, a honda reposicionou o Fit, mas não mecheu no preço, pois vai vender do mesmo jeito.

      • Eutinha um fluence dinamik 2013 flex troquei por um fit ex 1.5 2014 nao me arrependo carro muito bom economico e cnfortavel e agil paquei 50 k com 22000 klm. muito satisfeito 18 km por litro a 100 ate 120 klm com ar ligado com gas.

  30. Tenho um Fox 2012 PRIME IMOTION já rodou 83000km sem nenhum problema,exceto a maquina do vidro elétrico que já deu problema,fui ver o FIT 2015,preço muito alto pela tecnologia que oferece, um absurdo um carro de R$66000,00 não vem com vidros automaticos que sobem quando o carro é travado, ar codicionado comum não digital, o meu velho FOX que custou praticamente a metade do preço tem 3 anos de uso, tem até itens de conforto que o FIT não tem.

  31. Este eh meu terceiro fit. Agora um lx. Mais torque,mais econômico e mais bonito. Durante um ano tive um hb20 automático. Carro muito bom ,honesto no que promete, mais recursos do que o fit. Mas quando vi o novo fit 2015 o coração vacilou. Hoje 11/03/2015 chegou o meu. Branco lindo e agora com cara de “macho” rsrsrs
    Coisas do coração. Abraço a todos

  32. Um Fit 2014 oferece muito mais itens de série. Falando em novos o New Fiest Titanium oferece muito mais por menor preço que o Fit 2015 e 2016. É impressionante como a Honda capou itens das novas versões e ainda aumentou o preço, pois brasileiro compra do mesmo jeito. Acho que o modelo novo só pra impressionar o vizinho ou os colegas de trabalho.

  33. Caros consumidores brasileiros, pelo que nos oferecem pagamos muito caro. É triste constatar que os outros paises da América Latina tem muito mais escolhas e com mais qualidade do que nós como por exemplo motores que chegam a fazer 20 km/l gasolina ou diesel que poluem menos que gasolina, etc, etc, etc

  34. Sempre usava Volkswagen até dirigir, por acaso, um FIT. Tenho um 2010. Carro ótimo!! Já rodei 58.000 km e, além de nunca ter me dado dor de cabeça, as revisões nas concessionárias HONDA são bem mais baratas comparadas aos Polos ou Gols da VW. Estava pensando em trocá-lo pelo modelo 2015, mas sinceramente, não dá. Quando fui ver o 2015, tive a sensação de algo parecido com o Gol, Uno, Palio.

    Imagina!!! Como bem disse o texto acima, o modelo 2015 perdeu: “computador de bordo, ajuste de altura do banco do motorista e de profundidade do volante; iluminação interna do porta-malas; bancos traseiros reclináveis, bipartidos (60/40); e vidros com função um toque (pelo menos para o motorista). Outro equipamento que deu adeus ao novo Fit é o ar-condicionado automático digital, mesmo na versão EXL, que foi substituído pelo tradicional em todas as versões…” Além disso, o para-choque traseiro com aquelas coisas parecendo caixas de som, ficou ridículo!! Bem, então, vou continuar com o meu FIT 2010 que estou superfeliz com ele. É mais carro, é mais bonito, é mais tudo. Vamos para os 100.000 km!!!

  35. bom dia comprei meu carro fit ex cvt fiquei muito feliz com , mas estou muito chateada pois onde abre o porta mola esta quebrada no local , levei na Faberge de mogi- das cruzes ele alegou mau uso mas o carro so eu que uso , levei na revisaõ naõ reparei na hora , voltei falei com eles meu carro está na garantia eles disse isso naõ tem garantia espero uma resposta de voçes obg

  36. Comprei um Honda FIT ELX2015 estou curtindo bastante esse carro.
    Gostoso de dirigir, econômico, bastante ágil no trânsito urbano.
    O bacana da Honda que na hora da revenda o carro tem força de venda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *