Principais novidades da linha 2015 do Fiat Weekend são a perda do nome Palio e o aumento de preço

Fiat-Palio-Weekend-Adventure-2015-Brasil

Líder do mercado brasileiro em 2014, a Fiat continua atualizando todos os seus carros para a linha 2015. Depois do Grand SienaIdea, Siena ELPalioLineaPunto e Strada (não necessariamente nessa ordem), agora é a vez da perua Palio Weekend receber algumas novidades. A mais importante delas é que o modelo passa a se chamar apenas Wekkend, abandonando de vez o nome Palio. Como esperado, a linha Weekend 2015 recebeu aumento de preço.

Na ponta do mercado de station wagons no Brasil em 2014 com 7.665 unidades emplacadas de janeiro a maio (média mensal de 1.533), segundo a Fenabrave (Volkswagen SpaceFox + SpaceCross vem em segundo com 4.056 unidades), o modelo da Fiat recebe em sua linha 2015 uma nova identidade estampada na tampa traseira de todas as suas versões: o nome Weekend.

Fiat-Palio-Weekend-Trekking-2015-Brasil

Fiat Weekend Trekking 2015

Suas três versões não mudaram de nomenclatura, nem de motorização: Attractive 1.4, Trekking 1.6 e Adventure 1.8. Todas têm agora um novo volante, novas cores no acabamento do pomo do freio de mão, comandos do painel e maçanetas das portas; e a cara versão Adventure recebeu, de série, rodas em liga leve de 16 polegadas e nova grafia para o quadro de instrumentos.

Como equipamentos opcionais, a versão Attractive passou a contar com sensor de estacionamento e as versões Adventure e Trekking ganharam o novo Kit Locker, composto pelo bloqueio eletrônico do diferencial, rodas de liga leve com pintura exclusiva (16” para a Adventure e 14” para a Trekking), faróis biparábola com máscara negra e rede porta-objetos no porta-malas do carro.

Fiat-Palio-Weekend-Adventure-2015-Brasil-painel-instrumentos

Painel do Fiat Weekend Adventure 2015

Outra novidade na linha 2015 é o Kit Urban para a versão Adventure. Esse novo Kit conta com pintura exclusiva nas rodas em liga leve 16” (incluindo o estepe); pneus de uso urbano 205/60 R16 (incluindo o estepe); faróis com máscara negra; e rede porta-objetos no porta-malas.

Em relação à linha 2014, o Fiat Weekend, infelizmente, ficou mais caro. Enquanto a versão Attractive subiu R$ 360, a Trekking ficou com valor R$ 380 mais elevado e a Adventure ficou R$ 550 mais salgada.

 Fiat Preço (R$) – 2014* Preço (R$) – 2015
Fiat (Palio) Weekend Attractive 45.190 45.550
Fiat (Palio) Weekend Trekking 47.220 47.600
Fiat (Palio) Weekend Adventure 56.110 56.660

*: Valor em 24/06/2014

O motor 1.4 8V Fire Flex desenvolve os mesmos (e poucos) 85 cv de potência e 12,4 kgfm de torque com gasolina e 86 cv e 12,5 kgfm com etanol. Já o propulsor 1.6 16V E.TorQ gera 115 cv e 16,2 kgfm com gasolina e 117 cv e 16,8 kgfm com etanol. A motorização 1.8 16V E.TorQ desenvolve 130 cv e 18,4 kgfm com o combustível fóssil e 132 cv e 18,9 kgfm com o derivado da cana-de-açúcar.

Fiat-Palio-Weekend-Attractive-2015-Brasil

Na única foto oficial divulgada pela Fiat que mostra a traseira do modelo, no caso um Weekend Attractive 2015, ainda vemos o nome Palio escrito na esquerda

Com a distância entre-eixos de 2,466 m, o Fiat Weekend continua com espaço interno limitado, especialmente no banco traseiro. Pelo menos seu porta-malas leva bons 460 litros de capacidade. O modelo mede 4,251 m de comprimento (Adventure: 4,310 m), 1,639 m de largura (Trekking: 1,659 m e Adventure: 1,721 m), 1,515 m de altura (Trekking: 1,587 m e Adventure: 1,643 m) e 13,5 cm de distância livre do solo (Trekking: 17 cm e Adventure: 19 cm). O tanque tem capacidade para 51 litros.

 Combustível

Etanol

Gasolina

 Circuito Cidade Estrada Cidade Estrada
Fiat Weekend Attractive 1.4 7,1 km/l 8,3 km/l 10,3 km/l 12,1 km/l
Fiat Weekend Trekking 1.6 6,8 km/l 7,7 km/l 9,9 km/l 11,2 km/l
Fiat Weekend Adventure 1.8 6,9 km/l 7,9 km/l 9,8 km/l 11,3 km/l
Fiat Weekend Adventure 1.8 Dualogic 7,0 km/l 8,1 km/l 10,2 km/l 11,7 km/l

Fonte: Inmetro

Sem mudanças visuais, e com os irmãos Palio e (Grand) Siena uma geração a frente, a família Weekend já dá sinais de cansaço, embora suas vendas estejam bem acima do concorrente direto. Assim como o Idea, não seria nada mal se a Fiat lançasse uma nova geração para a sua perua compacta.

Para fechar, no Brasil, não é a primeira vez que um sobrenome vira o nome de um carro. É o caso do Chevrolet Classic, que antes era chamado de Corsa Sedan, depois de Corsa Classic, até se chamar Classic em definitivo. Em relação ao modelo da Fiat, prefiro Palio Weekend – explora menos a língua inglesa, embora a Fiat tenha se tornado uma empresa bem americanizada depois de comprar a Chrysler.

Comentários (10)

  1. Uma pena que, para se ter um motor melhor, tenha-se que partir para a Trekking ou a Adventure, com aqueles plásticos medonhos.
    Outro sobrenome que virou nome é da finada, e ótima, Megané Grand Tour, que virou Grand Tour.

  2. Definitivamente a Fiat tem que retirar esse monte de plásticos dos seus carros, isso denota compromisso com os lucros da montadora em utilizar excesso de materiais baratos e horrorosos, mande esses plástico vagabundos para as fábricas de garrafas, chaveirinhos, brinquedos, potes e outras do tipo, mas tirem esses acabamentos que como diz o nome, acabam com a beleza do carro. Brasil 3° mundo, hoje e sempre…

  3. Qual é o carro que não tem plástico? O fusca, a belina, entre outros antigos. A diferença é que os plásticos estão pintados na cor do veículo.

  4. Os plásticos da Adventure deixam o carro mais bonito (na minha opinião) e são o charme entre o Trekking e o Attractive. POr ora, a fiat está de parabéns. O Adventure é um carro belíssimo.

  5. Fujam do Dual Logic: não presta. Existe uma trava que, mesmo no manual, não permite passar a segunda marcha sequencialmente. A segunda entra apenas acima de 2, 2.500 giros, o que nos obriga a andar quilômetros em primeira quando estamos num engarrafamento, ou mesmo andando lento. Com isso o consumo é assustador. Como me disse um atendente técnico da concessionária “se não for a 2.500 giros você irá do RJ a SP em primeira marcha”. Estranho que essa trava não existe nas demais marchas. Mais estranho ainda que o carro permite partida direto em segunda. Extremamente arrependido de ter comprado esse carro Dual Logic.

  6. Gostei do modelo attractive 1.6. Porém o que me deixa um pouco decepcionado é o fato de haver muito detalhe em plastico .Talvez se diminuissem esse produto na minha opinião o carro ficaria mais bonito. Já basta que hoje em dia os para-choques para-lamas etc. são fabricados em plasticos salvo engano. Mas o design do carro é muito bonito.Outro detalhe é a motorização, itens de fabricas que são bem elaborados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *