Com visual antigo e melhorias mecânicas, Chevrolet lança Onix e Prisma Joy 2017

Foto dos Chevrolet Onix e Prisma Joy 2017

Chevrolet Onix e Prisma Joy 2017

Depois de lançar a linha 2017 da sua dupla dinâmica, com preços absurdos e design renovado, a Chevrolet acaba de colocar no mercado uma nova versão de entrada, Joy, do Onix e Prisma, que chega com visual antigo e bem-vindas melhorias mecânicas. E o preço, o que você acha que aconteceu?

Batizada de Joy, nome que volta a ser usado depois de alguns anos, mas que não combina com a nomenclatura atual (LT e LTZ, por exemplo), a nova versão mais “em conta” do Onix e do Prisma traz boas novidades.

Detalhe do nome da versão Joy no Onix 2017

Estilo de letra e novo sobrenome não combinam com o Onix e o Prisma 2017

Entres elas está a direção elétrica progressiva, suspensão recalibrada, adoção de pneus verdes (que esquentam menos), freios de baixo atrito e câmbio manual de seis marchas, em substituição ao manual de cinco velocidades. Agora com o sobrenome ECO, o motor 1.0 8V de quatro cilindros SPE/4 também recebeu alterações para ficar mais eficiente, embora seus números de força não tenham mudado: 78 cv de potência e 9,5 mkgf de torque e 80 cv e 9,8 mkgf com etanol.

Tudo isso para fazer o Onix e o Prisma ficarem mais leves (31 kg no hatch e 25 kg no sedã), confortáveis e econômicos.

Chevrolet Modelo Consumo etanol Consumo gasolina
Cidade Estrada Cidade Estrada
Onix LS 1.0 2016 7,8 km/l 9,2 km/l 11,5 km/l 13,5 km/l
Onix Joy 1.0 2017 8,8 km/l 10,5 km/l 12,9 km/l 15,3 km/l
Prisma LS 1.0 2016 7,8 km/l 9,2 km/l 11,5 km/l 13,5 km/l
Prisma Joy 1.0 2017 8,9 km/l 10,8 km/l 13,1 km/l 15,8 km/l

Outra novidade é o exclusivo sistema OnStar da Chevrolet, agora de série. Para o Prisma Joy estão disponíveis serviços como o de recuperação veicular em caso de roubou ou furto, além do diagnóstico parâmetros do veículo (como a quilometragem total percorrida e a pressão dos pneus) por meio de um aplicativo específico para smartphones. O Onix recebeu os serviços de diagnóstico, de segurança e o App/Web.

Por dentro, a baixa cabine agora tem painel em dois tons (preto e cinza), os bancos trazem novo revestimento, o volante recebeu detalhes preto fosco, os puxadores de portas agora são dignos (mas, aparentemente, só no Onix) e o quadro de instrumentos em LED que mescla mostradores analógicos e digitais, estilo moto, de gosto duvidoso, tem nova iluminação nos tons branco e laranja, o alerta de baixa pressão dos pneus e o indicador de mudança de marcha.

Foto do painel dos Chevrolet Onix e Prisma Joy 2017

Boa notícia: direção agora tem assistência elétrica no Onix e no Prisma Joy 2017

Em relação a lista de equipamentos, Onix e Prisma Joy saem de fábrica com direção elétrica, sistema OnStar, ar-condicionado, vidros dianteiros elétricos, alerta de mudança de marcha e de baixa pressão dos pneus, faróis com máscara negra com as funções “Siga-me” e “Leve-me”; cinto de segurança do motorista com regulagem de altura; limpador e desembaçador traseiro; espelho na sombreira direita; sistema antifurto; aviso sonoro para não afivelamento do cinto de segurança; luz de leitura; rodas aro 14” com calotas; freios ABS com EBD e airbag duplo.

Ainda assim o cliente tem um leque de opções de acessórios de personalização disponíveis nas concessionárias. Todos originais, com a garantia Chevrolet – vários que deveriam ser de série. Mas NADA DO MYLINK! O sistema não é nem opcional!

Foto de traseira do Chevrolet Onix Joy 2017

Traseira do Chevrolet Onix Joy 2017 é a mesma de antes

A lista conta controle remoto para travas e vidros elétricos, alarme perimétrico, sensor de estacionamento, sistema multimídia (com TV, DVD, entrada USB, Bluetooth e projeção para smartphones), CD Player (com entrada USB e Bluetooth), antena esportiva, alto-falantes, tapete de PVC com travas para fixação, revestimento premium para os bancos, porta-óculos no teto, friso de proteção lateral, soleira de portas personalizada, adesivo para coluna B, rodas de liga aro 14” nas cores prata ou grafite, aeropartes, faróis de neblina e rack de teto, por exemplo.

Externamente, o Onix e Prisma Joy podem ser adquirido nos acabamentos Branco Summit, Prata Switchblade, Cinza Graphite, Preto Ouro Negro e Vermelho Pull Me Over, exclusiva do Joy. Já o Cinza Satin Steel para o Prisma e o Vermelho Chilli para o Prisma marcam o lançamento da versão e serão limitados a 500 unidades por carroceria. A garantia da dupla é de três anos.

Foto do Chevrolet Prisma versão Joy 2017

Chevrolet Prisma Joy 2017 tem visual antigo

Nem tudo são flores

Com vocês viram, as novidades foram excelentes, tornando Onix Joy 2017 e Prisma Joy 2017 atraentes, se não fosse por um detalhe: o visual original da dupla foi mantido, o que considero um erro.

O consumidor encontra o Onix e Prisma com dois designs diferentes cada, uma falha que a Fiat adora cometer (Siena é um bom exemplo), e que a Toyota acaba de fazer com o Etios Platinum 2017 (visual novo) e com o Etios 2017 (visual velho).

Pense: você quer um Onix ou um Prisma Joy 2017 0 km, mas não sabe se o visual deles permanecerá o mesmo na linha 2018, uma vez que o Onix LT/LTZ e o Prisma LT/LTZ 2017 já mudaram de visual. Tudo isso só confunde o consumidor e tende a desvalorizar ainda mais a versão com visual antigo (Joy). Não concordo.

Foto do Chevrolet Onix versão Joy 2017

Chevrolet Onix versão Joy 2017

Preço

Pelo menos, diferente do Cruze e dos Onix e Prisma LT e LTZ (além do Active), quando aumentou os valores iniciais de seus carros exorbitantemente, agora a Chevrolet teve juízo e, na contra mão de sua estratégia de lucrar o máximo possível por unidade, como tem feito a Fiat, reduziu os preços da nova versão Joy (em comparação com a antiga LS) em cerca de R$ 200 para o hatch e para  sedã.

Com isso, o Onix Joy 2017 tem preço sugerido de R$ 38.990, enquanto o Prisma Joy 2017 parte de R$ 42.990 – sempre com motor 1.0. Embora pudessem custar ainda menos (levando em conta fatores como motorização, lista de equipamentos e tecnologia), os valores estão muito mais condizentes com a realidade do mercado brasileiro.

Visual dos Chevrolet Prisma e Onix Joy 2017 é antigo

Manter o visual antigo do Prisma e do Onix Joy é um erro da Chevrolet

Resumo da obra

As novidades da linha Joy fizeram muito bem à dupla Onix e Prisma. Os modelos estão mais bem equipados e com melhor ergonomia (pelo menos o Onix), além de, em teoria, mais econômicos – o principal problema dos veículos até então. Tudo isso custando menos – prova de que a Chevrolet pode efetuar evoluções nos seus modelos sem aumentar os preços.

Um pena o visual antigo ter sido mantido, mesmo com “clinicas que comprovam que o consumidor ainda aprova o design das linhas Onix e Prisma”. Eles ainda são atraentes, mas, assim que o dono de um Onix (ou Prisma) Joy 2017 perceber que o seu carro desvalorizou mais do que deveria por ter linhas antigas, as “clinicas” vão por água abaixo (e isso não demora).

Fotos: Chevrolet/Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *