Impressões – Comprei um Ford Ka SE Plus 2019. Será que fiz uma boa escolha?

Renato Parizzi e o seu Ford Ka SE Plus 2019

Eu e o meu novo Ford Ka SE Plus 2019

Em quase 12 anos do De 0 a 100, essa é a primeira vez que compartilho publicamente um carro que tenho na minha garagem: acabei de comprar um Ford Ka SE Plus 2019. A partir disso, pergunto: será que fiz uma boa escolha?

Por que o Ka SE Plus 1.0?

Eu queria trocar o meu veículo anterior por um carro um pouco maior e mais espaçoso para um motorista alto, como eu. Além disso, queria um carro mais moderno e com motor 1.0 mais eficiente, uma vez que o preço do combustível no Brasil está absurdo.

Olhei então várias opções no mercado e o Ka me apresentou o melhor custo/benefício, especialmente a versão SE Plus, que oferece, de série, ar-condicionado, direção, trava, retrovisores e vidros elétricos; capa dos retrovisores e maçanetas externas na cor do veículo; faróis de neblina; limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro; sensor de estacionamento traseiro; sistema Sync 3 com tela de LCD com 6,5″, multifuncional e touchscreen, com conectividade com Apple Car Play e Android Auto, conexão Bluetooth, duas entradas USB e comandos no volante; airbag duplo, freios com sistema ABS, ajuste de altura do banco do motorista e do volante; entre outros itens.

Leia também: Meu Ford Ka – Concessionária Roma Ford parece não querer muito contato comigo

Mas não vir com alarme de série (preferencialmente que sobe os vidros) é um ponto negativo.

Mas bom espaço interno e ausência de fechadura externa no porta-malas também fizeram a diferença – aspectos que pesaram diretamente na escolha.

Painel do Ford Ka SE Plus 2019

Painel do Ford Ka SE Plus 2019

Também pesou o fato do Ka ser o carro mais barato de manter entre os sete mais vendidos do mercado, segundo a Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor, considerando os custos que incidem sobre o veículo no período de três anos de uso: tributos, combustível e gastos de manutenção, como troca de óleo, pneus, lavagem e manutenção preventiva, até a depreciação na revenda.

Motor do Ford Ka SE Plus 2019

Eu queria um carro com um motor menor do que o meu anterior e que fosse mais eficiente em termos de consumo. Ainda que o Ka seja meio gordinho, com três cilindros e sem tanquinho de partida a frio, o propulsor 1.0 12V bicombustível do Ford Ka SE Plus 2019 parece promissor.

Traseira do Ford Ka SE Plus 2019

Para-choque foi o que mudou no visual da traseira

Ele desenvolve 80 cv de potência de 10,2 mkgf de torque com gasolina e 85 cv e 10,7 mkgf com etanol. São números até bons, mas que considero “justos” para mover os 1.037 kg do modelo, sem contar os passageiros.

Seu tanque leva bons 51 litros enquanto o porta-malas tem capacidade para razoáveis 257 litros (categoria “exige”, pelo menos, 280 l) – Ford priorizou o espaço para os passageiros sacrificando o de bagagem.

Primeiras impressões

Os primeiros contatos com o Ka têm sido bons. Carro fácil de dirigir, com a direção leve e bom espaço interno. A média de consumo, com etanol, na cidade, está em 7,2 km/l – razoável para o início, com tendência a melhorar com o passar do tempo.

Lateral do Ford Ka SE Plus 2019

Carroceria da linha 2019 do Ka foi reforçada

O novo câmbio da linha 2019 se mostrou mais eficiente do que o usado até a linha 2018, com engates mais fáceis e precisos. O reforço estrutural aplicado na carroceria do Ka 2019 também fez bem ao veículo, que está mais gostoso de dirigir, parecendo mais “sólido”.

Agora, o fim da picada é o Ka SE Plus, o topo de linha do 1.0, não ter alarme de série. Tão ruim quanto é o fato de algumas concessionárias nem terem o dispositivo para instalar como acessório no início de setembro de 2018. Rede Ford realmente despreparada.

Outras opções

O Ka entrou na disputa com o Nissan March, Chevrolet Onix, Fiat Argo, Volkswagen Polo e Hyundai HB20. O HB20 foi o primeiro a ser descartado por causa da falta de confiança nas concessionárias da marca em Belo Horizonte e pelo espaço interno muito ruim para o motorista muito alto (por isso nem entrou no vídeo acima).

Nissan-March-SV-2016

Nissan March SV 1.0

O segundo a sair do páreo foi o March SV: concessionária pouco amigável em termos de negociação e veículo aquém do esperado pelo preço pedido. Embora eu adore o March e, pela segunda vez, tenha considerado ter um, o valor agregado do Ka foi bem superior ao do simpático Nissan.

Chevrolet Onix LT 2019

Chevrolet Onix LT 1.0

O carro mais vendido do Brasil foi o terceiro a cair: a concessionária Líder BH fez uma proposta excelente num Onix LT, valorizando bem o meu carro na troca, mas o fato de eu bater a cabeça no teto do Chevrolet, no banco do motorista, matou o modelo.

Fiat Argo Drive 1.0 2018

Fiat Argo Drive 1.0

Esse também foi o problema do Argo Drive, além do fato da concessionária Automax, onde fui, ter feito a pior avaliação inicial do meu carro que seria usado na troca, e olha que ele era um Fiat! Uma vergonha!

Volkswagen Polo 2019

Volkswagen Polo 1.0

Favorito para a minha garagem, o Polo foi o último a ser descartado: preço alto e falta de ajuste de altura do volante (tornando a posição de dirigir muito ruim) mataram o ótimo hatch da Volks no meu caso.

Negociação

Sobrou então o Ka. Estive na Pisa, na Forlan e na Roma Ford (antiga BH Ford), todas em Belo Horizonte (MG), para conversar.

Na Pisa, os descontos oferecidos para o Ka eram limitados e não ficou muito claro para mim o que poderia ser feito em termos de formas de pagamento e possíveis “brindes”.

Dianteira do Ford Ka SE Plus 2019

Dianteira tem pequena mudança visual. Na foto, Ford Ka SE Plus 2019

Na Forlan, mais uma vez parecia que faltou ânimo para quem me atendeu em realmente querer me vender o carro. Isso já havia acontecido nessa revenda anos antes, quando quis comprar um Focus (e acabei comprando o Civic).

A Roma Ford Lourdes foi a mais amigável e a negociação durou cerca de 15 dias. Como eu tinha uma proposta melhor do Onix, pedi para eles a igualassem ou melhorassem, e foi isso que fizeram, resultando na compra.

Próximo capitulo

Se a negociação da Roma Ford foi boa, o mesmo não pode ser dito dos acessórios e do pós-venda, mas esse é assunto para o próximo post.

ACOMPANHE O DE 0 A 100 TAMBÉM PELO:

Comentários (5)

  1. Eu ficaria com o argo , e procuraria outra concessionária , automax e horrível o atendimento , devido essa experiência terrível hoje não sou mais cliente Fiat mais sim VW , concessionária Auto Lafaiete atendimento nota 10.

  2. Boa compra com escolha direcionada para conforto, veículo com teto mais alto, e custo. Fiquei surpreso com o consumo de etanol na cidade. Tenho um HRV a dois anos e o computador de bordo vem indicando 7.1 com etanol na cidade tb em BH. Provavelmente com o tempo vc deve conseguir bem mais que isso. Agora ficaria na dúvida entre um Argo e o próprio KA. Mas as promoções da Ford para o KA estão muito boas. Não é à toa que é o segundo veículo mais vendido. Posta pra gente sua relação com o novo carro.

    • Oi Gustavo! O carro está com 700 km rodados, por isso o consumo ainda não está dos melhores. A tendência, realmente, é melhorar. Ainda não rodei com gasolina para medir e cheguei a conseguir médias melhores com etanol, como 7,3 km/l e 7,8 km/l, como também tive médias piores, como 6,5 km/l e 6,8 km/l. Já estou postando novos conteúdos sobre o carro, como a primeira impressão do pós-venda da concessionária. Depois virá um teste mais completo, um episódio do Teste do Alto e um vídeo sobre a película que coloquei no carro (não necessariamente nessa ordem). Um abraço!

  3. eu ja dirigi pela localiza o march, ônix e ka e posso dizer q dos 3 me senti melhor no ka. portanto fez sim a melhor escolha ate os 50mil. esse polo de entrada e bom mas muito caro pro q oferece enquanto o ka já vem completo e so perde no design e espaço interno pro polo. qto ao ônix eu tmb considero um excelente carro de entrada mas sofre do msm mal de quem e alto e já teve classic e o prisma derivado de celta… espaço ruim pra cabeça por causa do banco alto msm na regulagem mais baixa. tirando esse defeito o ônix e ka são as melhores compras entre os carros de entrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *