Sedã médio mais legal do Brasil, Honda Civic 2020 chega com nova versão, mudança visual e preço alto

Honda Civic 2020

Honda Civic 2020

Sedã médio mais legal do mercado brasileiro (até o momento), o Honda Civic 2020 chega com uma nova versão, poucas mudanças visuais e mais equipamentos para se manter na vice-liderança do segmento. Preço assusta, mas vendas serão mantidas.

Com o fim da oferta do câmbio manual, que até então estava disponível apenas para a versão Sport (até a linha 2019), a Honda criou um novo acabamento de entrada, LX, que é a principal novidade do Civic 2020. Ela chega por altos R$ 97.900, enquanto a topo de linha, Touring, atinge inacreditáveis R$ 134.900.

Design externo aprimorado?

A marca diz que o design do Civic 2020 foi aprimorado. Não chegamos a tanto, pois as mudanças são muito pontuais e, curiosamente, tem gosto duvidoso.

A dianteira tem um novo para-choque com detalhes cromados nas laterais que deixam o conjunto menos harmonioso do que era antes. E o uso de cromados é que não me agrada. As versões LX, EX, EXL e Touring mantêm a grade frontal com acabamento cromado e têm novas rodas de liga leve de 17″, com acabamento em grafite brilhante.

Honda Civic Touring 2020

Para-choque dianteiro é novidade no Honda Civic Touring 2020

A versão Sport tem o novo para-choque mas, onde os outros trazem cromado, o “esportivo” tem tudo preto (veja abaixo no Instagram). Além disso tem um inédito e quase imperceptível aerofólio na tampa traseira (abaixo). As rodas de liga leve não mudaram.

Na traseira, todas as versões recebem um desnecessário acabamento cromado na parte inferior do para-choque (que deverá descascar com os esbarrões da vida). Os modelos EXL e Touring trazem ainda as colunas de portas em preto brilhante.

Visual do Honda Civic EXL 2020

Para-choque traseiro tem uma barra cromada no Honda Civic EXL 2020

Mas o visual melhorou ou piorou?

Isso é subjetivo. No geral, prefiro o Civic até a linha 2019. Seu visual é muito mais harmonioso. Mas reconheço a grande dor de cabeça que foi para os designers da Honda para mudarem o belo visual do seu sedã médio.

Não achei a linha 2020 feia; pelo contrário: o Civic continua o sedã médio mais bonito do Brasil. Mas, como comentei, ainda prefiro as soluções de design da linha 2019.

Por dentro

Internamente, todas as versões passam a adotar revestimento do console central e laterais de porta em material sintético. Os modelos LX e Sport trazem bancos em tecido premium na cor preta, enquanto as demais versões passam a ter duas opções de revestimento interno dos bancos em couro: preto ou cinza, dependendo da cor externa (veja mais sobre isso logo abaixo).

Painel do Honda Civic LX 2020

Painel do Honda Civic LX 2020 é o mais simples de todo, sem revestimento dos bancos em couro

Novos equipamentos de série

Toda linha Civic 2020 passa a contar com sistema de monitoramento de pressão dos pneus (TPMS) – tecnologia monitora, por meio dos controles de tração e estabilidade, se uma das rodas tem sua pressão reduzida, indicando no painel a anormalidade para o condutor.

Além disso, todas as versões trazem, de série, seis airbags (dois frontais, laterais dois e dois do tipo cortina), controles de tração e estabilidade (VSA – Vehicle Stability Assist), sistema de partida em aclive (HSA), sistema de vetorização de torque baseado em frenagem Agile Handling Assist (AHA), luz de frenagem de emergência (pisca de forma intermitente em frenagens emergenciais), além de freios ABS com distribuição eletrônica de frenagem (EBD), luzes de rodagem diurna (DRL) e lanternas traseiras em LED.

Honda Civic LX 2020

Honda Civic LX 2020

Honda Civic LX 2020

Desde a inédita versão LX, o Civic oferece ar-condicionado digital, freio de estacionamento eletrônico com função Brake-Hold, controle de cruzeiro, botão ECON de modo de condução econômico, vidros elétricos com função “um toque” para subida/descida em todas as posições, sistema de áudio com tela de 5″ e comandos no volante, câmera para manobras em ré, bem como rodas de liga leve de 17″ e transmissão CVT.

Honda Civic Sport 2020

Honda Civic Sport 2020

Honda Civic Sport 2020

A versão Sport, por sua vez, passa a adotar o acendimento automático dos faróis de série, além de receber o multimídia touchscreen de 7″, com conectividade com Apple CarPlay e Android Auto.

Em relação ao LX, o Civic Sport tem ainda faróis de neblina além da grade dianteira e dos retrovisores na cor Crystal Black e de rodas com o mesmo design da linha 2019.

Honda Civic EX 2020

Honda Civic EX 2020

Honda Civic EX 2020

O Civic EX 2020 adota agora sistema de áudio com oito alto-falantes e retrovisor interno fotocrômico (algo que eu não gosto no dia a dia – prefiro a pequena alavanca).

O modelo tem ainda os itens da versão Sport, além de bancos revestidos em couro, faróis com acendimento automático (sensor crepuscular) e espelhos retrovisores na cor do veículo com indicadores em LED e rebatimento elétrico.

Honda Civic EXL 2020

Honda Civic EXL 2020

Honda Civic EXL 2020

O modelo EXL incorpora todos esses itens e ainda oferece sensor de chuva e o sistema Smart Key, que elimina a necessidade da chave para a abertura e partida do veículo – que agora é feita por meio do botão Push Start. O modelo tem ainda conexão HDMI, sensor de estacionamento dianteiro e ar-condicionado de duas zonas, que agora tem saída de ar no banco traseiro (muito bem-vinda).

Faróis full LED do Honda Civic Touring 2020

Faróis full LED do Honda Civic Touring 2020

Honda Civic Touring 2020

Topo de linha, o Civic Touring 2020 trouxe como novidade o sistema Premium Audio, com 452 watts de potência e 10 alto falantes, incluindo alto falante central e subwoofer (que rouba um pouco de espaço do porta-malas); sistema de recarga de celulares sem fio no console central, por indução, bem como ajuste elétrico do assento do motorista, que ganha ajuste lombar com quatro direções por botões.

Essa versão tem ainda tudo da EXL com adição de teto solar elétrico e faróis Full LED (incluindo os de neblina).

Carregador sem fio (por indução) de celular do Honda Civic Touring 2020

Carregador sem fio (por indução) de celular do Honda Civic Touring 2020

Pelo preço que custa, o Civic Touring deveria ser equipado ainda frenagem automática de emergência, assistente de mudança de faixa, entre outros.

Dois motores e um só câmbio no Honda Civic 2020

Esqueça o câmbio manual! Agora, o Civic 2020 é encontrado apenas com transmissão automática do tipo CVT, que simula sete marchas (que podem ser trocadas por borboletas atrás do volante nas versões Sport, EX e EXL), associada a duas opções já conhecias de motores.

Motor 1.5 turbo do Honda Civic Touring 2020

Motor 1.5 turbo do Honda Civic Touring 2020 tem 173 cv de potência e só funciona à gasolina

O mais popular é o 2.0 16V i-VTEC FlexOne, que desenvolve 150 cv de potência a 6.300 rpm e 19,3 mkgf de torque a 4.700 rpm com gasolina e 155 cv a 6.300 rpm e 19.5 kgfm a 4.800 rpm no etanol.

Já o propulsor 1.5 16V de quatro cilindros a gasolina, exclusivo da versão Touring, traz turbo de baixa inércia, injeção direta de combustível, variação de tempo de abertura de válvulas (VTC) e válvula wastegate eletrônica, gerando 173 cv a 5.500 rpm, com o torque linear de 22,4 kgfm entre 1.700 rpm a 5.500 rpm. Uma pena que não foi dessa vez que vimos essa motorização com tecnologia bicombustível.

Visual do Honda Civic Sport 2020

Visual do Honda Civic Sport 2020 trouxe um mini aerofólio da tampa do porta-malas

Cores externas influenciam nas cores internas dos bancos

O Civic 2020 possui diversas opções de cores, de acordo com a versão. Para todos são disponibilizadas Branco Tafetá (sólida), Prata Platinum (metálica), Preto Cristal (perolizada) e Branco Estelar (perolizada especial). Os modelos LX, EX, EXL e Touring também estão disponíveis nas cores Cinza Barium e Azul Cósmico (metálicas).

Nos modelos equipados com bancos de couro (EX, EXL e Touring), a cor do revestimento varia conforme a cor externa: interior cinza para as tonalidades Cinza Barium, Azul Cósmico e Branco Estelar e interior preto para as tonalidades Branco Tafetá, Prata Platinum e Preto Cristal.

Melhor seria se o consumidor pudesse escolher a cor do revestimento do interior.

Painel do Honda Civic EXL 2020

Painel do Honda Civic EXL 2020. Cor do revestimento dos bancos em couro varia de acordo com a cor externa

Preços do Honda Civic 2020

Infelizmente, os valores da linha Civic 2020 subiram – e muito!

Esse foi um novo aumento depois do praticado em abril, quando os preços subiram entre R$ 900 e R$ 1.300. Agora, o peso no bolso do consumidor será muito maior, variando entre R$ 2.600 e R$ 6.000!

Modelo

Preço lançamento linha 2019*

Preço linha 2019**

Preço linha 2020

Diferença 2019** x 2020

Honda Civic LX 2.0 CVT

R$ 97.900

Honda Civic Sport 2.0

R$ 91.400

R$ 92.300

Honda Civic Sport 2.0 CVT

R$ 98.900

R$ 99.900

R$ 104.100

+ R$ 4.200

Honda Civic EX 2.0 CVT

R$ 102.400

R$ 103.400

R$ 107.600

+ R$ 4.200

Honda Civic EXL 2.0 CVT

R$ 108.900

R$ 110.000

R$ 112.600

+ R$ 2.600

Honda Civic Touring 1.5 CVT

R$ 127.600

R$ 128.900

R$ 134.900

+ R$ 6.000

*: Preços em 1º de novembro de 2018.
**: Preços em 1º de agosto de 2019.

Mercado

De janeiro a julho de 2019, o Civic levou uma surra do Corolla, que emplacou mais do que o dobro do seu eterno rival. Isso acontece porque o Toyota é excelente e, também, muito por causa da própria Honda, que “não quer vender” mais unidades do Civic, ou seja, ela está satisfeita com as cerca de 2.300 unidades emplacadas por mês no ano, de acordo com a Fenabrave.

Mas por que ela não produz mais? Isso acontece porque a Honda compartilha a linha de montagem com outros veículos da marca, limitando a produção do Civic.

Veja como está o segmento de sedãs médios de janeiro a julho de 2019, segundo a Fenabrave:

  1. Toyota Corolla – 32.019 unidades
  2. Honda Civic – 15.986 unidades
  3. Chevrolet Cruze – 10.504 unidades
  4. Volkswagen Jetta – 6.939 unidades
  5. Nissan Sentra – 1.733 unidades
Saída de ar no banco traseiro do Honda Civic EXL 2020

Saída de ar no banco traseiro dos Honda Civic EXL e Touring 2020

Desvalorização

Ainda sobre a disputa entre Civic e Corolla, se o Toyota leva (ampla) vantagem nas vendas, por outro lado, o Honda desvaloriza menos. Segundo uma pesquisa da KBB Brasil, o Civic perde, em média, 5,1% do valor ao ano, enquanto o Corolla perde 7,5% no mesmo período. Contudo, ambos ficam abaixo da média do mercado, que é de 8%.

No estudo, foi aplicado o conceito de desvalorização, que leva em consideração todo o período de vida dos modelos analisados e consiste na comparação do preço atual de um veículo (nesse caso, ambos linha 2019 – não 2020) com os valores aplicados pelo mercado à mesma versão fabricada em anos anteriores.

Modelo/Versão Desvalorização
Honda Civic EX 2.0 CVT -4,40%
Toyota Corolla Gli 1.8 CVT -4,47%
Honda Civic Sport 2.0 manual -4,79%
Toyota Corolla XRS 2.0 CVT -4,86%
Honda Civic EXL 2.0 CVT -5,14%
Honda Civic Touring 1.5 turbo CVT -5,14%
Honda Civic Sport 2.0 CVT -7,48%
Toyota Corolla Altis 2.0 CVT -7,59%
Toyota Corolla Gli 1.8 manual -7,63%
Toyota Corolla Gli Upper 1.8 CVT -8,36%
Toyota Corolla XEi 2.0 CVT -9,02%

Resumo da Obra

Como falei no início, o Civic continua sendo o sedã médio mais legal do mercado nacional. Seu espaço interno e do porta-malas (525 litros nas versões LX e Sport, 519 l na EX e EXL e 517 l na Touring) agradam, sua posição de dirigir é uma das melhores do país e a sua dirigibilidade é excelente.

A linha 2020 trouxe mais equipamentos (ótimo), uma nova versão (LX) e um aumento de preço exagerado, acima do esperado, ainda mais levando em consideração os novos itens de série.

Honda Civic Touring e EXL 2020

Honda Civic Touring e EXL 2020

Além disso, o Civic 2020 trouxe o “novo” visual. Pelo pouco que mudou, era melhor não alterar nada agora e deixar uma mudança mais “radical” mais para frente. Afinal, o sedã médio da Honda continua muito atual e moderno – o mais bonito do Brasil.

Com tudo isso, o Civic continuará absoluto na segunda posição do segmento. Se a Honda quiser, como expliquei, faz o seu sedã médio brigar pela ponta. Só não sei se será assim quando a nova geração do Toyota Corolla chegar em breve (setembro/outubro) – provavelmente, não.

ACOMPANHE O DE 0 A 100 TAMBÉM PELO:

Comentários (2)

  1. Excelente opção. Até a Lx compensa mais que um HRV. 6 air bags, porta mala maior, plataforma mais moderna e melhor acabamento. Único porém é seu tamanho (comprimento) que incomoda muitos nas grandes cidades. Por isso o HRV vende mais. Tenho um só por esse motivo. Preciso de agilidade no dia dia e fica mais fácil de achar vagas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *