Decidi vender o meu Ford Ka SE Plus 2019 por causa do pós-venda Ford

Adeus Ford

Como o Ka é um carro legal! Espaçoso, fácil de dirigir, com uma direção leve e precisa, um acabamento honesto e um desempenho razoável. Eu o indicaria fácil para qualquer pessoa, não importando a versão ou a carroceria (hatch ou sedã). Não é à toa que eu comprei um SE Plus 1.0 e que ele foi o segundo carro mais vendido do Brasil em 2019! Mas, por culpa exclusiva do pós-venda Ford (concessionárias + marca), resolvi vender o meu para ficar livre de tantos aborrecimentos.

Vendi meu Ford Ka SE Plus e culpa foi da Ford

Início dos problemas

Depois de fazer um inegável bom trabalho na venda, meu problema com o pós-venda Ford começou na Roma Ford (BH For) na hora de pagar o carro: foi impossível fazer uma simples transferência para a conta do Bando do Brasil da concessionária.

Depois, me entregaram o carro com um parafuso que parecia enferrujado (era apenas óleo) e com o friso lateral instalado na posição errada (corrigiram o problema). Mas o pior foi não retornarem nenhuma das minhas ligações. Na verdade, me retornaram, só que mais de 200 dias depois (não é força de expressão).

Sem contar a maneira como eles conduziram o caso, que prefiro nem comentar.

1ª revisão – Saí com boa impressão, mas…

Obviamente, como prometi, levei o carro em outra concessionária Ford em Belo Horizonte para a 1ª revisão. Depois de muita pesquisa, e de, digamos, um “deslize” da marca, descobri que a Forlan da Barão era considerada a melhor revenda da cidade. Resolvi levar lá então.

O trabalho feito foi honesto, ganhando uma nota 7 em 10. Mas eles não verificaram o funcionamento do “acionador dos vidros elétricos” do carro (colocado lá mesmo como acessório) porque levei o carro na revisão numa sexta e o instalador de acessórios só fica lá às terças e quintas.

Além disso, meu Ford Ka sofria com o grave problema da luz porta-luvas da linha 2019, que não apaga. A Forlan tentou consertar trocando o pino que apaga a luz quando fechamos o porta-luvas, mas a situação piorou, e muito, uma vez que a luz passou a ficar acesa, literalmente, o tempo inteiro. Assista:

1ª revisão – … mas a nota abaixou e…

Tentei então ligar para a Forlan, mas o telefone que estava no site da concessionária não atendia. Peguei então o número (diferente) que veio no meu agendamento da revisão e liguei para conversar. Uma educada atendente falou comigo, pegou meu número e disse que eles me retornariam ainda no mesmo dia.

Mal eu sabia que esse era um péssimo sinal. Depois de aguardar 21 dias sem nenhum tipo de contato da Forlan (mesmo que eu tenha os cobrado nesse período, mais de uma vez, via Instagram), no 22º dia seguido de espera resolvi ligar para resolver a questão de uma vez por todas.

A demora para a concessionária me retornar, como esperado, gerou apenas um prejudicado, eu, pois meu Ka começou a apresentar problemas para pegar, com um claro sinal de desgaste da bateria. Imaginem eu reclamar na Ford que um carro com 3.500 km está sem bateria – com certeza eles alegariam mau uso.

Por causa da não comunicação, fui forçado a abaixar para 5 a nota que dei para a Forlan.

1ª revisão – …então teve a gota d´água

Até ganhei, da Forlan, um pedido de desculpas pelo telefone, mas, para a minha profunda decepção, ficou claro o mínimo esforço para resolver a pendência, afinal, eles tiveram 3 semanas para me ligar e preferiam não.

Depois de 21 dias, dois funcionários a Forlan me ligaram, me ouviram e levei o Ka lá mais uma vez. Uma das responsáveis pelo pós-venda da concessionária disse que acompanharia o meu caso de perto e que ela me receberia na Forlan no dia em que reagendei para levar o carro.

Fui lá numa terça (pois, até hoje, acessórios dos carros dos clientes não podem ser verificados nas segundas, quartas e sextas) e, além do alinhamento do para-choque, olharam o vidro elétrico, dizendo que o que comentei no meu vídeo era era normal – embora eu nunca tenha visto isso em outro carro.

Eles, finalmente, conseguiram resolver, em definitivo, o problema da luz do porta-luvas – vídeo acima.

Mas, infelizmente, a responsável não me recebeu pessoalmente quando cheguei na concessionária, nem veio me cumprimentar durante os 65 minutos em que estive lá.

Ou seja, além da concessionária prometer me ligar e não ligar, a gerência prometeu me receber e não me recebeu, sendo essa a gota d´água.

Ford Ka 2019 do Renato Parizzi

Momento da entrega do meu Ford Ka SE Plus

“Clique” para trocar de carro

Logo depois que a educada responsável me ligou para saber se os problemas foram resolvidos, para explicar que ela não me recebeu por estar em reunião e para se desculpar por isso (e eu disse a ela que a ausência dela me incomodou muito), eu tive um “clique”: “vou vender o Ka pois, se a considerada melhor concessionária da marca de Belo Horizonte não foi capaz de cumprir promessas simples, o que esperar para o futuro? E se eu tiver outro problema sério além desse do porta-luvas? Não vou mais me submeter à Ford – chega!”.

Comunicação: um grave problema da Ford no Brasil

Reparem que eu (e, provavelmente, centenas ou milhares de clientes Ford no Brasil) fui vítima da completa desorganização da marca e de suas concessionárias em termos de comunicação. Roma Ford e Forlan foram incapazes de retornar simples ligações.

Já o 0800 da Ford se demonstrou extremamente ineficaz, pois não fez absolutamente nada para ajudar em nenhum momento. E não podemos esquecer da assessoria de imprensa da Ford, que, durante todo o período em que tive o carro, atendeu a apenas uma das minhas ligações e respondeu a apenas um dos meus e-mails (me ajudaram num momento importante).

Ford Protect não vale a pena

A Ford insiste que o Ford Protect vale a pena. Com ele, o cliente pode optar por “planos permitem incluir as revisões no financiamento e ampliar o prazo de garantia”. Mas garanto: não vale a pena!

Por um simples motivo: o pós-venda da marca não tem a consistência, a padronização e a qualidade necessárias para isso. Se tivesse, com certeza eu ainda teria o meu Ka que, como eu disse, é um ótimo carro.

Resumo da obra: sem futuro com o Ford Ka

O que me deixou triste de verdade, e que vinha me incomodando há meses, me fazendo refletir sobre o meu futuro com o Ka, foi o fato da marca Ford parecer não se importar com o seu pós-venda e com os seus concessionários da maneira adequada, sem medir o sério risco que isso pode trazer para a sua imagem no Brasil.

Embora tenha falhado, reconheço que a Forlan foi o único elo envolvido na história que fez um esforço em tentar mudar essa minha percepção, sempre com funcionários educados e solícitos. Mas os erros crassos de não olharem o vidro elétrico no dia da revisão e, principalmente, de me não retornarem a ligação e da gerência não me receber pessoalmente, conforme promessas feita por eles mesmos, arruinou o trabalho.

Ford Ka SE Plus 2019 de Renato Parizzi

Meu Ford Ka SE Plus 2019 passou pela primeira revisão na Forlan BH

Também lamento, profundamente, a Roma Ford (BH For) nunca ter me ligado (ou retornado as minhas ligações) para conversar numa boa e ter me chamado para tomar um café, para esclarecermos as questões de maneira amigável e tranquila. Desenvolvemos uma inimizade absolutamente desnecessária.

E, para fechar, lamento ainda a distância que a Ford preferiu manter durante todo esse período em que tive um carro da marca, seja pelo seu fraco 0800, seja pela sua ausente assessoria de imprensa.

Ao meu Ka, te desejo muito sucesso! Você é muito bom e não merece a marca que tem.

ACOMPANHE O DE 0 A 100 TAMBÉM PELO:

Comentários (13)

  1. Rapaz, parece o pós venda da Renault. A única diferença é que o Clio é uma carroça, então é o combo da desgraça completo: carro ruim e pós venda medonho

  2. Fui inocente: tive um Ecosport com câmbio powershift! Acreditei na conversa da turma da bhford e comprei esse inferno de carro! Só deito nunca resolvido, css que não atende bem e desvalorização gigante na revenda. Ford: não recomendo nem para o meu pior inimigo!

  3. Eu avisei…. Tive muitas dores de cabeça também, porém depois que terminou a garantia fui pra uma oficina de confiança e até agora tudo tranquilo. Minha Ecosport é 2013 e foi comprada zero KM, pouco tempo depois do lançamento. Passei muita raiva dentro das concessionárias FORD. Foi meu segundo carro O KM da marca, mas pela péssima experiencia eu não compro mais carro zero lá. Tenho um outro carro Honda em casa, que também é o segundo usado que compro da marca, e é só tranquilidade…

  4. Renato, compartilho com você da mesma opinião. Tive problema nas duas concessionárias citadas, BHFOR e FORLAN. Eu tive um Focus 2.0 automático e que deu problema na trizeta. Fui até a BHFOR, encomendei a peça, pois não tinham em estoque e teriam que pedir na Argentina. Uma vez por mês, eu passava na concessionária ou ligava e perguntava se tinha alguma previsão. Até o dia em que eu ouvi do funcionário responsável pela seção: Não precisa ligar ou passar aqui, quando a peça chegar eu ligo avisando. Conclusão: Aguardei por um ano. Instalei uma peça paralela e que não ficou bom o reparo. Vendi o carro a três anos atrás. Portanto, já se passaram quatro anos que encomendei a peça e até hoje não me ligaram para informar se a peça chegou. O carro até já saiu de linha. O carro era excelente, mas o pós venda… FORD NUNCA MAIS!!!

    • Marcelo, sabe o que me deixa mais triste? É que o seu caso e o meu caso não foram isolados… são cada vez mais comuns. No canal do De 0 a 100 no Youtube você encontra dezenas de comentários, sem contar os que recebo diretamente por e-mail, que chegam com um misto de desabafo e de pedido de ajuda (faço o que posso para ajudar). Teve um recente, de uma moça com um EcoSport Powershift da mãe dela que, na boa, quase deu vontade de chorar tamanho descaso e desrespeito que uma das concessionárias Ford de BH está tratando a senhora. Esse caso vai para a justiça, por isso não cito o nome da revenda aqui. Eu sempre gostei muito do Focus e gostei demais do Ka, mas a marca Ford foi a maior decepção que já tive na minha vida automotiva. Nunca mais terei um na minha garagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *