Teste: Novo Chevrolet Camaro V8 2020 conversível é o presente de aniversário do De 0 a 100

Chevrolet Camaro SS V8 2020/2021 conversível

Chevrolet Camaro SS Vo 2020 conversível foi um belo presente de aniversário

O De 0 a 100 completou 13 anos de vida no último dia 14 e, como presente, aluguei o novo Chevrolet Camaro V8 2020, conversível, na versão SS, por 13 dias. Com 461 cv de potência, o carro tem desempenho bruto e garantiu uma diversão sem fim! Por incrível que pareça, ele foi até econômico.

Claro que o esportivo ainda tem alguns pontos a melhorar. Mas, na prática, apenas um deles é mesmo necessário. Minha história com esse Camaro foi curta, mas intensa – cada minuto com ele valeu a pena (e muito)!

Conheça todos os detalhes do Chevrolet Camaro SS V8 2020 conversível!

Thrifty

O veículo foi alugado no estado da Florida, nos Estados Unidos, onde passei férias -antes dessa pandemia de Coronavírus. Pela primeira vez, usei os serviços da Thrifty, locadora “prima” da Dollar – ambas do mesmo grupo da (péssima) Hertz. Até agora, não tive nenhum problema com a locação.

Conversível + esportivo

A escolha pelo Camaro foi óbvia: graças a uma promoção do Rentcars, somado a um cupom adicional de desconto do Melhores Destinos, tudo na Black Friday de 2019, quando o dólar estava apenas caro, os valores para um carro conversível ficaram viáveis.

E um conversível que fosse realmente esportivo seria melhor ainda. Quando fechei a contratação, queria mesmo que esse bólido fosse o da Chevrolet, pois corria o risco de ser um outro veículo da mesma categoria, como o baita Mustang. Mas, como “os carros da Ford não merecem a marca que tem”, dirigir o Chevy foi demais!

Chevrolet Camaro SS V8 2020 conversível

Capota de lona não me agradou tanto no Camaro SS V8 conversível

Visual “mau” e moderno

No primeiro contato, de cara, o visual do Camaro chamou a minha atenção. As alterações da linha 2020 tornaram a dianteira mais moderna e atraente – com “cara de mau” (ajudado com a logomarca preta da Chevrolet).

As rodas de perfil baixo, de aro 20″ (péssimas para as ruas brasileiras), dão um toque a mais de esportividade, enquanto, na traseira, ao mesmo tempo que gosto das lanternas, prefiro o carro sem o aerofólio.

Eu também acharia melhor se o teto não fosse de lona, criando uma harmonia maior para a carroceria. Mas, mesmo assim, o Camaro é demais!

Porta-malas: quase um Ka

Quando peguei o carro no aeroporto, abri o porta-malas para guardar a minha bagagem e, nos primeiros segundos, levei um susto: a capacidade era minúscula! Mas logo me lembrei que o porta-malas estava no “modo conversível” – veja no vídeo acima, com 1m50s.

“Desativando” esse modo, o volume aumento para pequenos 208 litros (apenas 49 l a menos do que o Ford Ka), suficiente para levar duas malas médias e uma mochila. Até caberia mais coisa, mas a “boca” de acesso do porta-malas é muito estreita, dificultado bem a colocação/retirada das malas.

Interior do Chevrolet Camaro SS V8 2020

Interior do Chevrolet Camaro conversível tem espaço bom para apenas duas pessoas

Ronco e espaço interno

Se por fora o carro empolga, ao entrar, tudo melhora ainda mais! Quando você liga o motor (por meio de um botão no painel), seu sorriso, imediatamente, cresce! Grave, o barulho anima qualquer um – como eu falo no final do vídeo: é uma “pornografia automotiva”! Veja com 17m52s e com 19m12s do vídeo acima.

O acabamento é bem feito e o espaço interno é suficiente para dois adultos. O banco traseiro é, digamos, fictício, pois nem crianças conseguem andar nele direito – a não ser que os passageiros dianteiros sacrifiquem quase que totalmente o seu espaço.

Ou seja, rode no Camaro conversível apenas com mais uma pessoa (duas ao todo). E, se você for mais alto, como eu, se prepare, pois sua cabeça vai bater no teto de lona, mesmo com o banco do motorista todo para baixo.

Camaro SS 2020: Equipamentos de série

Se o espaço é bom apenas na frente, a lista de equipamentos é excelente. Veja os principais itens de série: freio de estacionamento elétrico; câmera de ré e sensor de estacionamento traseiro com alerta de movimento; alarme; destravamento interno da tampa do porta-malas e sistema anti-sequestro (veja a alavanca anti-sequestro com 2m40s no vídeo acima);  HUD – Heads-up Display – Projeção de informações do painel do veículo no para-brisa; pneus run flat; entradas de ar funcionais no capô e para-choque dianteiro; intensificador de som do motor para a cabine; ponteira de escapamento dupla e cromada; rodas de alumínio aro 20″ escurecidas; abertura do porta-malas por controle remoto; sensor crepuscular; ar-condicionado dual-zone com controle eletrônico de temperatura e sistema automático de recirculação; capota de lona de alta resistência na cor preta com acionamento elétrico de abertura e fechamento pela chave; coluna de direção com regulagem em altura e profundidade; cruise control; troca de marchas por borboleta no volante – “Paddle Shift“; direção elétrica; Easy Entry – abertura das portas e alarme anti-furto através de sensor de aproximação na chave; retrovisor interno eletrocrômico; espelhos retrovisores externos elétricos com memória, aquecimento e luz indicadora de direção integrada, lado do motorista eletrocrômico; partida sem chave; sistema de partida do motor por controle remoto “Remote Start System“, com acionamento do ar-condicionado; trava elétrica; vidros elétricos dianteiros e traseiros com acionamento por “um toque” e anti esmagamento; volante com aquecimento, revestido em couro com controle das funções do rádio, telefone, controlador de velocidade cruzeiro e mudança de marchas; bancos dianteiros com aquecimento, ventilação e regulagem elétrica de altura, distância, inclinação do encosto e do assento (só motorista); memória da posição do banco do motorista; computador de bordo; entre outros.

Itens de segurança

Além dos equipamentos acima, como principais itens de segurança do Camaro, destaco alerta de ponto cego com sensor de aproximação repentina; alerta de pressão dos pneus; airbag duplo frontal, lateral com extensão para proteção de cabeça e de joelhos para motorista e passageiro; controles de tração e de estabilidade; faróis de xênon tipo projetor (“High Intensity Discharge – HID”); freios de alta performance “Brembo” com 4 pistões nas 4 rodas com ABS, EBD e PBA; lanterna de neblina; luz de condução diurna / luz de posição em LED; sistema de deslizamento limitado de diferencial e sistema de fixação de cadeiras para crianças (Isofix).

Iluminação interna do Chevrolet Camaro SS V8 2020

Iluminação interna do Chevrolet Camaro SS é uma das coisas pouco úteis mais legais dos últimos tempos

MyLink e iluminação interna

O Chevrolet Camaro SS 2020 conta ainda com antena tipo “shark”, comandos de rádio e do celular no volante, sistema Bose Premium de áudio com 2 Twiddlers, 2 woofers, 3 alto-falantes e amplificador; e a central multimídia MyLink, que tem tela sensível ao toque, navegador integrado, integração com smartphones através do Android Auto e Apple CarPlay, radio AM/FM, entrada USB e auxiliar, função áudio streaming, conexão Bluetooth para Celular e configurações do veículo;

O interior tem ainda o pouco útil mas extremamente divertido sistema de iluminação interna em LED no contorno do MyLink, painéis de porta e porta-copos central, com 24 cores disponíveis, customizáveis de 4 formas:

  • Modo de apresentação (alterna entre cores com o veículo em Park)
  • Modo de condução (alterna entre cores pré-definidas dependendo do modo de direção selecionado)
  • Cor única (selecionada através do MyLink)
  • Sem iluminação (desligado)

Modos de condução

O Camaro SS V8 2020 conta com quatro modos de condução, que podem ser escolhidos pelo motorista por meio de um botão próximo à alavanca de câmbio. Cada um deles muda o comportamento do veículo, seja a sensibilidade do acelerador, a precisão do volante (fica mais direto), o comportamento do motor/câmbio e os controles de tração e estabilidade:

  • Tour: esse seria o modo “normal”, para o dia a dia do veículo, priorizando o conforto e o consumo de combustível;
  • Sport: o carro já fica mais “arisco”, com a direção mais direta, roco mais imponente e sensibilidade mais aguçada – para quem gosta de dirigir esportivamente;
  • Track: modo pista, para quem quer acelerar de verdade, preferencialmente num circuito, abusando dos 461 cv de potência do motor V8;
  • Snow/Ice: praticamente sem uso no Brasil, mas bastante útil nos Estados Unidos, esse modo prioriza a segurança de quem vai rodar na neve ou em ambientes com baixa aderência/atrito.

Veja no vídeo mais detalhes com 8m50 no vídeo acima e, em especial, na parte 9m25, quando dou uma acelerada no modo pista!

Quadro de instrumentos do Chevrolet Camaro SS V8 2020

Quadro de instrumentos do Chevrolet Camaro SS V8 2020: detalhe para o “launch control” – modo arrancada!

Cuidados com os modos de direção

Atenção quando for dirigir, no modo Sport, nas rodovias americanas muito cheias e em obras, que exigem um percurso com mais curvas e a necessidade de manutenção do carro na mesma faixa: no Sport, que torna a direção mais direta, a situação pode se tornar perigosa.

Dê preferência sempre ao modo Tour, passando para o Sport quando a situação permitir; e para o Track quando estiver num circuito.

Motor V8

Quando você abre o imenso capô do Camaro, uma obra de arte aparece: o motor V8, 6.2 – veja mais sobre ele aos 16m15s do vídeo acima. Com comando de válvulas variável e injeção direta de combustível, ele desenvolve brutos 461 cv de potência e 62,9 mkgf de torque, ambos sempre com gasolina.

Essa dupla é responsável por diversos “coices” que os passageiros recebem quando o motorista pisa fundo no acelerador. Ele vai de 0 a 100 km/h em menos de 5 segundos!

Motor V8 6.2 do Chevrolet Camaro SS 2020 conversível

Motor V8 6.2 do Chevrolet Camaro SS 2020 conversível é uma obra de arte

Câmbio de 10 marchas

O propulsor pode ser associado a duas opções de transmissão: manual de seis marchas ou automática de 10 velocidades. O segundo câmbio foi o do meu Camaro  SS alugado: as trocas são rápidas e o paddle shift funcionou de maneira exemplar.

O entrosamento entre propulsor e transmissão é incrível, tanto na cidade, quando mais trocas acontecem, quanto na estrada, quando o motor pode “pedir” mais marchas à medida que o carro acelera. Gostei!

Consumo do Camaro SS na cidade

Se você dirige o Camaro nos modos Sport e Track, nem se incomode em olhar a média de consumo. Não é à toa que o carro tem um tanque com capacidade para 72 litros.

Agora, no modo Tour, é possível sim conduzir o Camaro de maneira econômica, mesmo com seu motorzão V8 6.2. Isso porque o câmbio colabora para isso, juntamente com as vias norte-americanas, que são bem planas e fluídas.

Com trânsito pesado, na primeira medição, quando eu ainda não estava acostumado com o carro, média de 7,3 km/l. Depois de me acostumar, além de pegar um trânsito mais leve, cheguei a bons 7,9 km/l.

Chevrolet Camaro SS conversível V8 2020

Traseira do Camaro SS 2020 é bonita, mas aerofólio não me agrada tanto

Consumo do Camaro SS na estrada

Na estrada os números foram ainda mais surpreendentes na estrada. Na maioria das vezes, nos deslocamentos, com velocidade máxima variando entre 60 m/h (96 km/h) e 70 m/h (113 km/h), o carro fazia entre 12 km/l e 12,5 km/l – sem bagagem, com duas pessoas, ar-condicionado ligado e cruise control em uso constante.

Num trajeto de cerca de 80 milhas até o litoral leste do estado, o Camaro fez impressionantes 35 milhas por galão – 14,9 km/l!! Tudo isso nas mesmas circunstâncias acima, com uma variação: um trecho em que a velocidade máxima era de 75 m/h (121 km/h).

Algo que colaborou diretamente para os bons números na estrada foi o fato do motor ter quatro dos seus oito cilindros desligados, automaticamente, em diversos momentos. Veja mais sobre isso a 6m20s do vídeo acima.

Camaro na cidade

Na cidade, o Camaro SS convide normalmente com os outros carros, sem passar aperto para nada nos Estados Unidos: cabe em qualquer vaga, leva as compras da semana (não do mês) no supermercado sem problemas, roda tranquilo no trânsito e pode até levar mais duas pessoas (bem apertadas) no banco traseiro.

Apenas os pontos cegos trocam as mudanças de faixa e as manobras mais complicadas. Por outro lado, no modo Tour, o carro roda absolutamente normal, mas sempre na “ponta da coleira”, ou seja, prontíssimo para acelerar ao mínimo esforço no pedal. Seu volante tem um direção mais direta e um peso legal (mesmo com rodas que tem muito atrido com o solo).

Já a suspensão é firme e privilegia uma condução mais esportiva. Nos EUA foi uma verdadeira delícia, especialmente nas rodovias. No Brasil, com nossas péssimas ruas e estradas, todos sofreriam: carro e passageiros.

Roda traseira de aro 20" do Chevrolet Camaro SS V8 2020 conversível

Roda traseira de aro 20″ do Chevrolet Camaro SS V8 2020 conversível

Camaro na estrada

Mas é na estrada que a diversão mais aparece: poder acelerar o motor V8, ouvindo seu grave ronco, é um privilégio. Peguei rodovias clássicas norte-americanas, com suas 3/4 pistas e longas retas.

Mas a graça aconteceu mesmo nas estradas vicinais, quando as curvas era mais frequentes e aumentavam a diversão. O Camaro é extremamente estável, muito por causa do seu pneu largo e dos seu centro de gravidade muito baixo, além dos controles de tração e estabilidade.

Tração traseira: eu te amo!

Em ambas as situações, cidade e estrada, a tração traseira foi algo impressionante. Nós estamos acostumados a dirigir carros com tração dianteira, que são mais comuns e seguros por serem mais fáceis de “domar”.

Mas, dirigir um carro com tração traseira e tanta potência, ainda mais depois de me acostumar com o Camaro, pode ser resumido em “diversão pura”. A sensação de ser empurrado (e não puxado) é incrível!

Mas todo cuidado é pouco. Como explico no vídeo, é preciso se acostumar com o veículo, já que você pode colocar tudo a perder muito rápido. Claro que o controle de tração ajuda demais, ainda assim, ter controle total do veículo é fundamental.

Chevrolet Camaro SS 2020 V8 conversível

Chevrolet Camaro SS 2020 V8 conversível

Conversível em 15 segundos

Para tornar o Camaro um conversível, basta apertar um botão no teto to veículo, próximo ao retrovisor interno: em cerca de 15 segundos, sua capota vai embora (ou volta). Veja a capota abrindo a 20m26s do vídeo acima.

Faróis excepcionais e pontos cegos incríveis

No dia a dia, dois pontos chamaram, e muito, a minha atenção no Camaro SS:

  1. Positivo: os faróis dianteiros deram um show – um dos melhores (se não o melhor) conjunto de iluminação que eu já vi. Uma luz intensa e que não cansa os olhos.
  2. Negativo: pontos cegos do veículo. Com a capota fechada, é praticamente impossível enxergar a parte “diagonal traseira”, ou seja, o campo de visão da coluna C. Mesmo com a câmera de ré e sensores de ponto cego nos retrovisores, a “não visão” de uma boa parte da lateral e traseira do veículo gera muito desconforto e insegurança – isso precisa melhorar! O que ajuda, mas não resolve, é a segunda câmera traseira que fica no aerofólio, que tem uma visão mais ampla da parte de trás. Veja mais sobre isso a 15m10s do vídeo acima.

Ficha técnica Chevrolet Camaro SS V8 conversível 2020

  • Motor: LT1 V8 6.2
  • Potência: 461 cv (g) a 6.000 rpm
  • Torque: 62,9 mkgf (g) a 4.400 rpm
  • Comprimento: 4,784 m
  • Largura: 1,897 m (2,064 m com retrovisores externos)
  • Altura: 1,346 m
  • Entre-eixos: 2,812 m
  • Porta-malas: 208 litros
  • Tanque: 72 litros
  • Peso: 1.814 kg
  • Rodas: aro 20″ com pneus 245/40 R20 na dianteira e 275/35 R20 na traseira
  • Consumo (g) – Modo Tour: 7,3 km/l na cidade (melhor média: 7,9 km/l) e 12/12,5 km/l na estrada (melhor média: incríveis 14,9 km/l)

De 0 a 100 Chevrolet Camaro SS V8 conversível 2020

Avaliação Nota (0 a 10)
Desempenho 10
Consumo 10
Conforto/Acabamento 8
Posição de dirigir 8
Visual/Design 10
Equipamentos de série 10
Segurança 9
Espaço interno 5
Porta-malas 2
Custo/benefício 7
Total – De 0 a 100 79

Preços no Brasil

Nos Estados Unidos, o carro que aluguei tem preço sugerido de US$ 43.340 (R$ 220.600 com o dólar a absurdos R$ 5,09).

No Brasil, ainda como linha 2019, um pouco menos atraente do que a 2020 (carro testado), a Chevrolet pede R$ 382.850 pelo Camaro V8 conversível. Pelo coupé V8, a GM pede R$ 338.990, enquanto a Ford sugere R$ 331.750 pelo Mustang V8.

  • Chevrolet Camaro SS V8 conversível 2019 – R$ 382.850
  • Chevrolet Camaro SS V8 2019 – R$ 338.990
  • Ford Mustang Shadow V8 2020 – R$ 331.750
Chevrolet Camaro SS V8 2020

Chevrolet Camaro SS V8 2020 tem uma bela cara de mau

Resumo da obra: uma experiência de vida automotiva

Como a maioria dos esportivos, o Camaro é um carro dos extremos: dos 10 quesitos, são quatros notas 10 a duas notas de cinco para baixo. Mas o seu extremo positivo é muito mais relevante do que o negativo, afinal, ele é um carro sensacional: diversão pura!

Desempenho absurdo, lista de equipamentos recheada e, por incrível que pareça, a possibilidade de uma boa média de consumo: o Camaro SS 2020 conversível não foi uma mera locação – ele foi uma experiência de vida automotiva (digna de um blog que completa 13 anos de vida)!

Mais potência?

Parta fechar, se você, por acaso, acha pouco 461 cv e 62,9 mkgf, saiba que a GM também vende o Camaro ZL1, que tem o mesmo motor V8 6.2 mas com um supercharger (o mesmo do Corvette). O que isso significa? “Apenas” 659 cv e 89,9 mkgf!!!! #ohboy

Pontos positivos:

  • Desempenho
  • Diversão
  • Consumo (por incrível que pareça)
  • Equipamentos
  • Diversão (de novo)

Pontos negativos:

  • Porta-malas
  • Muitos pontos cegos no veículo
  • Espaço do banco traseiro

ACOMPANHE O DE 0 A 100 TAMBÉM PELO:

Comentários (8)

  1. Parabéns pelos 13 anos do De Zero a Cem, Renato!
    É muito bom ver o sucesso do blog chegar como merecido reconhecimento ao seu trabalho. Profissional, técnico e sem jabaculê.
    Paz e Bem! Um abraço fraterno!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *