Vale a pena pagar mais de R$ 100 mil num Fiat Doblò 2021?

Fiat Doblò Essence 2021

Fiat Doblò Essence 2021 é a única versão disponível hoje

Quando eu estava escrevendo sobre o Mobi 2020, reparei algo que a tempos eu não via: um Doblò. E não é que o modelo continua em linha?!?! A partir disso, pergunto para você: vale a pena pagar mais de R$ 100 mil num Fiat Doblò 2021?

Ponto positivos

Antes de responder, vamos (re) conhecer o modelo. O principal diferencial do Doblò, desde o seu lançamento, sempre foi o excelente espaço interno. Com teto alto e banco largos, o modelo leva cinco passageiros com conforto e 665 litros de espaço no porta-malas; ou pode levar seis pessoas ou sete ocupantes, dependendo da necessidade. Carro excelente para famílias grandes!

Esse espaço todo cria outro ponto bem positivo: versatilidade interna. É mesmo incrível o que você pode levar no Doblô: vasos, malas, prancha de surf, caixas, pessoas, sacolas – praticamente qualquer coisa! E o acesso fica bem facilitado pelas porta traseiras corrediças e pelo porta-malas com duas portas.

Fiat Doblò 2021

Acesso fica facilitado pelas porta traseiras corrediças no Fiat Doblò 2021

Motor do Fiat Doblò 2021

Infelizmente, a FCA não contemplou o Doblò com a mais recente evolução do motor 1.8 16V E.TorQ. Com isso, se não bastasse ele ser beberrão e ruidoso (mas confiável), no monovolume ele bebe ainda mais e anda ainda menos.

No Doblò 2021, o propulsor desenvolve 130 cv de potência a 5.250 rpm e 18,6 mkgf de torque a 4.500 rpm com gasolina e 132 cv e 19,1 mkgf com etanol nos mesmos giros. Tudo isso para levar os pesados 1.338 kg do veículo.

Motor do Fiat Doblò Essence 2021

Motor 1.8 E.TorQ do Fiat Doblò Essence 2021 é confiável, mas bebe muito e deixa a desejar em desempenho

No caso do Renegade, do Argo e da picape Toro, por exemplo, a motorização 1.8 E.TorQ foi evoluída para “Evo” e recebeu o VIS (Variable Intake System), que altera o fluxo de ar dentro do coletor de admissão, trazendo mais torque em qualquer rotação. Com isso, os números subiram para 135/139 cv a 5.750 rpm (g/) e 18,8/19,3 mkgf a 3.750 rpm (g/e).

Média de consumo (Inmetro)

Etanol

Gasolina

Cidade

Estrada

Cidade

Estrada

Fiat Doblò Essence 1.8 2021

6,4 km/l

7 km/l

9,3 km/l

10,2 km/l

Falta de mais segurança

Além de pouco fôlego e consumo alto, o Doblò sofre também com a falta de mais segurança, uma vez que não oferece controles de tração, estabilidade e mais airbags.

Pelo menos, a partir de 1º de janeiro desse ano, o modelo passou a vir de fábrica com cinto de três pontos e apoios de cabeça para todos os ocupantes, além de Isofix e Top Tether para fixação de cadeiras infantis (se adequando à legislação).

Ainda assim, muito pouco para um carro na casa de R$ 100.000 no século 21.

Banco traseiro do Fiat Doblò Essence 2021

No Fiat Doblò Essence 2021, todos os ocupantes agora tem cinto de três pontos e apoios de cabeça, inclusive no banco traseiro

Tecnologia acessível?

Tecnologia e preço também não são o forte do Doblò, mesmo na linha 2021. Não espere nenhum equipamento ou sistema que o diferencie ou iguale a outros carros e sabia que, mesmo assim, você vai pagar bem caro por isso.

Básico, com pintura sólida, o Doblò parte de altos R$ 95.890. Completo, com pintura metálica, seu preço chega a inacreditáveis R$ 102.490.

Fiat-Doblo-2014-Essence-interior-painel

Painel do Fiat Doblò Essence 2021 é, visivelmente, de outra década. Sistema de som é opcional

Doblò X Spin

Ainda assim, hoje, o Doblò é uma das duas únicas opções disponíveis para levar sete pessoas que custa menos do que R$ 100.000.

A outra é o Chevrolet Spin que, na versão Premier, primeira com a possibilidade de sete ocupantes (e a topo de linha), o modelo da GM parte de R$ 88.590 também com um ultrapassado motor 1.8 (8V SPE/4 – 106/111 cv e 16,8/17,7 mkgf – peso: 1.207 kg manual e 1.235 kg automático), mas vem de série com central multimídia MyLink, cruise control, faróis de neblina, retrovisores externos elétricos, sensores de chuva e crepuscular.

Chevrolet Spin Premier 2020

Chevrolet Spin Premier 2020 é a opção mais barata do Brasil para levar 7 pessoas

Pagando R$ 92.550, o Spin Premier vem ainda com câmbio automático de seis marchas. Pintura metálica sai por R$ 1.400, fazendo o preço total subir para R$ 93.950.

Falta de um concorrente

É curioso que o Doblò, na prática, nunca teve um concorrente de peso no Brasil. O Renault Kangoo até tentou, mas falhou. A impressão que passa é que o fato do Fiat nunca ter enfrentado um adversário à altura fez com que a marca ficasse meio que acomodada, sem ambição para o seu modelo. Não é à toa que, desde a última reestilização, de 2010, o Doblò nunca mais foi atualizado por aqui.

Dianteira do Fiat Doblò Essence 2021

Feito, visual do Fiat Doblò 2021 sempre foi polêmico. Dianteira não muda há cerca de 10 anos

Feiura tão feia que é bonito?

Outro ponto que sempre chamou a atenção do Doblò é a sua beleza – ou melhor, a falta dela! Esse Fiat é aquele caso de algo que é tão feio, mas tão feio, que chega a ficar bonitinho, como um cachorro da raça Pug, por exemplo.

Brincadeiras à parte, beleza é um aspecto subjetivo, mas eu nunca achei o Doblò bonito.

Equipamentos de série do Fiat Doblò 2021

A versão Essence, única disponível para o Doblò 2021, vem, de série, com apoia-braço central no banco do motorista, apoios de cabeça e cinto de três pontos para todos os ocupantes; ar-condicionado; banco traseiro bipartido e rebatível; bancos traseiros suplementares (inclui dois porta-copos suplementares nas laterais traseiras); barras longitudinais no teto; chave canivete; computador de bordo A e B (distância, consumo médio, consumo instantâneo, autonomia, velocidade média e tempo de percurso); desembaçador do vidro traseiro temporizado; direção hidráulica; Follow me home; airbag duplo e freios com ABS e EBD; My Car Fiat (personaliza várias funções do carro); predisposição para rádio (2 alto-falantes no painel, 2 alto-falantes nas portas dianteiras, 2 alto-falantes traseiros e antena); protetor de cárter; retrovisores externos pretos com comando interno mecânico; rodas de aço estampado 5.5 x 15″ + pneus 185/60 R15; tomada 12V; travas elétricas e vidros dianteiros elétricos (com one touch para descer descida); volante com regulagem de altura; entre outros.

Pack Evolution – R$ 4.050

  • Rádio Connect CD MP3/WMA integrado ao painel com RDS, viva-voz Bluetooth e entrada USB
  • Retrovisores externos elétricos
  • Faróis de neblina
  • Volante em couro com comandos do rádio – 6 botões
  • Sensor de estacionamento traseiro
  • Limpador vidro traseiro

Cores

  • Preto sólido – R$ 0
  • Vermelho sólido – R$ 1.550
  • Branco sólido – R$ 1.550
  • Prata metálico – R$ 2.550
Traseira do Fiat Doblò Essence 2021

Porta-malas com porta dupla dá versatilidade do Doblò

Mas vale a compra?

Não, o Fiat Doblò 2021 não vale a compra.

Mesmo versátil e muito espaçoso, pagar R$ 95.890 num carro que não tem, de série, limpador do vidro traseiro, faróis de neblina, retrovisores externos elétricos e rádio é algo inadmissível. Para piorar, ele não vem com controles de tração, estabilidade e com mais airbags – e deixa a desejar em desempenho e consumo.

Hoje, embora eu goste muito do Doblò, acredito que a sua existência esteja vinculada quase que exclusivamente a licitações de governos e, também, em pouquíssimos casos, a vendas diretas. Pois, para para o consumidor comum, não compensa.

ACOMPANHE O DE 0 A 100 TAMBÉM PELO:

Comentários (2)

  1. e inacreditavel q esse carro ainda exista… essa carroça nao vale nem 50mil oq dira 100mil… isso e dinheiro dmais pra carro de menos! logo logo deve sair de linha assim como o uno, grand siena e a velha strada sendo substituida pela nova

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *